Japão lança satélite capaz de “bombardear” a Terra com chuva artificial de meteoritos

Esta quinta-feira, a empresa japonesa Astro Live Experiences (ALE) lançou para o espaço um satélite especialmente construído para gerar chuvas atificiais de meteoritos para fins recreativos.

De acordo com o Science Alert, espera-se que este aparelho de 65 quilogramas atinja 400.000 metros de altitude – uma órbita baixa da Terra – a bordo do foguete espacial Epsilon. A esta altitude, espera-se que o satélite solte pequenas bolas de metal (cerca de um centímetro de diâmetro), projetadas para se queimarem através da fricção com a atmosfera, à semelhante do que acontece com os meteoros.

Estes projéteis, cuja composição é secreta, produzirão um colorido espetáculo de feixes luminosos visíveis num raio de 200 quilómetros.

Na verdade, estas pequenas bolas vão atravessar a atmosfera “mais lentamente” do que os corpos celestes, podendo por isso ser observadas “durante um período mais longo” de tempo, explicou Hiroki Kajihara, um dos autores do projeto.

De acordo com a equipa que projetou o satélite, um dos maiores desafio técnicos foi conseguir que os pequenos projéteis conseguissem atingir velocidades suficientes para que se dê a combustão. Por esse mesmo motivo, os cientistas projetaram um mecanismo especial para o sistema que vai disparar as bolas metálicas, reduzindo ao máximo a possibilidade de recuar no espaço.

Os responsáveis da ALE estimam que o dispositivo estará pronto para ser utilizado dentro de um ano, esperando gerar a primeira chuva artificial de meteoros na cidade japonesa de Hiroshima para assinalar o 75.º aniversário do ataque atómico levado a cabo pelos Estados Unidos durante a Segunda Guerra Mundial.

Alguns cientistas mostram-se, contudo, reticentes a este projeto, temendo que os projéteis possam ser disparados num ângulo ligeiramente errado, podendo danificar um ds muitos outros satélites que orbitam a Terra. Além disso, soma-se a poluição visual que pode atrapalhar algumas observações astronómicas. Contudo, este deverá ser um problema de menos uma que o dispositivo só libertará 15 a 20 projéteis de cada vez.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Como as coisas evoluíram. Nos anos 50, para satisfação da garotada, os adultos lançavam amêndoas nos casamentos. Hoje e fora dos casamentos mandam esferas metálicas incandescentes para a cidade. Siga que logo é tarde.

RESPONDER

Crise leva Costa a reforçar intenções de voto. Ventura chega ao quarto lugar

Na mais recente sondagem às intenções de voto, os portugueses mostram estar de confiança reforçada em António Costa. O Chega ganha força e chega ao quarto lugar. Numa sondagem que apenas capta os primeiros dias do …

Descoberta criatura que pode ser o antepassado de quase todos os animais

Cientistas podem ter descoberto um dos primeiros ancestrais da árvore genealógica: uma criatura semelhante a um verme chamado Ikaria wariootia. Segundo a revista Newsweek, a minúscula criatura, parecida com um verme, é o exemplar mais antigo …

Bombardeamento israelita em Gaza em plena crise do novo coronavírus

O exército israelita bombardeou hoje postos do movimento radical Hamas em Gaza, em represália contra o disparo de um míssil, no primeiro confronto registado no enclave palestiniano em pleno surto do novo coronavírus, noticiou a …

Avião com material médico vindo da China chegou sem ventiladores e reagentes

O avião da Hi Fly que aterrou esta sexta-feira em Lisboa com material médico para ajudar Portugal a mitigar a pandemia de covid-19 chegou apenas com 24 das 35 toneladas previstas, faltando os reagentes para …

Cientistas "reiniciam" idade de células estaminais de uma mulher de 114 anos

As pessoas vivem mais de 110 anos, as supercentenárias, são notáveis não só pela sua idade, mas também por causa da sua incrível saúde. Agora, pela primeira vez, os cientistas reprogramaram células de uma mulher …

Nova Iorque alerta que só terá material médico até 5 de abril

O presidente da câmara de Nova Iorque, Bill de Blasio, alertou esta sexta-feira que a cidade apenas tem material médico até 5 de abril, lembrando que a 'Big Apple' é atualmente o epicentro do novo …

Cientistas determinaram como é que o cérebro controla a voz dos morcegos

Segundo um recente estudo levado a cabo por biólogos da Universidade de Frankfurt, é um circuito neuronal específico no cérebro dos morcegos que controla as suas vozes. Os morcegos são conhecidos pelo seu exímio sentido de …

Detetadas outras nove misteriosas rajadas rápidas de rádio que se repetem

Foram detetadas nove outras Rajadas Rápidas de Rádio (FRB) que se repetem entre as 700 já identificadas desde outubro de 2018 pelo projeto científico CHIME (Canadian Hydrogen Intensity Mapping Experiment), que se baseia num telescópio localizado …

"Não é completamente de loucos" pensar que há vida em Mercúrio

Há a possibilidade, ainda que pequena, de que Mercúrio, o planeta mais próximo do Sol, possa abrigar vida, concluiu uma nova investigação. "É possível que, enquanto houver água, as temperaturas [no planeta] sejam apropriadas para …

O porta-aviões mais avançado do mundo tem um problema inesperado nas suas casas de banho

O porta-aviões de propulsão nuclear USS Gerald R. Ford, o mais avançado da Marinha dos Estados Unidos, tem um problemas nas suas casas de banho, que precisam de ser lavadas com ácido regularmente. De acordo com …