Cidade chinesa planeia criar uma lua artificial

As autoridades municipais de Chengdu, capital da província chinesa de Sichuan, anunciaram planos para a construção de uma lua artificial em 2020. Com um “brilho crepuscular”, a nova lua iria iluminar a cidade num diâmetro de até 80km.

A segunda lua planeada para sobrevoar a capital de Sichuan tem como missão ser um complemento à luz refletida pela verdadeira Lua e será oito vezes mais brilhante que o satélite natural.

Wu Chunfeng, presidente do Instituto de Pesquisa e Tecnologia de Microeletrónica de Chengdu (CASC), empresa afirmou que é esperada uma poupança significativa nos cofres da cidade ao eliminar a necessidade da existência de iluminação pública nas ruas – a lua será capaz de iluminar uma área de 80 quilómetros de diâmetro.

Apesar de a lua artificial iluminar apenas Chengdu, esta poderá ser visível em toda a China e até em outros países, segundo informa o Asia Times – porém, ainda nada de concreto foi anunciado sobre a altura, tamanho e brilho desta lua artificial.

A empresa encarregue do plano tem chamado à lua artificial de “satélite” – o que sugere que ela será lançada numa órbita geoestacionária que circundará a Terra acima do equador.

De acordo com o The Guardian, também ainda não há informações sobre se o projeto tem o apoio oficial da cidade de Chengdu ou do governo federal.

A ideia para este projeto de uma lua humana não é novo e terá nascido de um artista francês que imaginou pendurar “um colar” feito de espelhos na Terra, que refletiria a luz do sol nas ruas de Paris durante todo o ano.

Nos anos 90, a Rússia tentou um projeto semelhante com o lançamento de um sistema de reflexão solar – “um espelho espacial” – destinado a criar uma fonte de luz equivalente a três a cinco luas cheias, que cobriria uma área de 5 quilómetros.

Quanto às preocupações que uma lua artificial levantaria nas observações astronómicas e em relação às interferência nos animais noturnos, Kang Weimin, diretor do Departamento de Óptica do Instituto de Tecnologia de Harbin, na China, disse que a luz teria apenas “um brilho crepuscular”.

Porém, as pesquisas mostram que muitos animais são altamente sensíveis à luz e às fases da lua – as corujas-noturnas comunicam-se entre si através da exibição de penas brancas na garganta e os cientistas provaram que essa atividade aumenta durante a lua cheia, altura em que o luar é mais brilhante.

Na Grande Barreira de Coral da Austrália, centenas de espécies de corais libertam óvulos e espermatozóides numa desova anual em massa que está ligada à intensidade do luar.

Contudo, ainda não está claro se o brilho do satélite artificial seria intenso o suficiente para interferir nas rotinas da vida selvagem.

ZAP ZAP // Space.com

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Da "obsessão por cargos" à "subserviência ao PS". Críticos internos do BE descarregam na direção

A convenção do Bloco de Esquerda está marcada para os dias 22 e 23 de maio. Os grupos críticos da direção do partido já têm preparada uma extensa lista de críticas. De acordo com o Observador, …

Pela primeira vez, a idade da reforma pode cair (e a culpa é da pandemia)

A idade da reforma é determinada pela esperança média de vida. No entanto, a pandemia e o consequente aumento da mortalidade podem fazer cair esse indicador, levando a um recuo histórico na idade da reforma. Até …

Onde estão os antigos "donos disto tudo" no desporto?

Sporting parece estar em ano de regresso ao topo do futebol. Mas outros clubes dominadores, ou desapareceram, ou andam discretos. "Felizmente não subimos à I Divisão", admite o presidente do HC Sintra. "Donos disto tudo" pode …

Após chumbo ao aeroporto do Montijo, Governo quer mudar a Lei para tirar poder aos municípios

O chumbo ao aeroporto do Montijo, depois de os municípios da Moita e do Seixal terem reprovado o projecto, não demove o Governo da empreitada. Em cima da mesa estão três soluções e a intenção …

Vacina da Janssen deverá ser aprovada na Europa a 11 de março. Imunizante só requer uma toma

A Agência Europeia do Medicamento convocou uma reunião extraordinária para concluir a avaliação da vacina à covid-19 da multinacional Janssen, com vista a colocá-la rapidamente no mercado. Neste sentido, espera-se que haja mais uma vacina contra …

Medina leva nega. Bloco, PCP e PAN querem concorrer sozinhos em Lisboa

O anúncio de que Carlos Moedas vai encabeçar a candidatura PSD/CDS à Câmara Municipal de Lisboa uniu a direita, mas não mudou a estratégia da esquerda. O Bloco, o PCP e o PAN querem concorrer …

Coates alcançou feito sem paralelo na Europa

Coates não comete uma única falta há mais de um mês, embora tenha sido totalista de minutos nesse período. É o único jogador das principais ligas europeias a consegui-lo. Provavelmente já não se lembra da última …

"Nunca batem certo". Madeira contesta dados do boletim da DGS

As autoridades regionais madeirenses afirmam que "os números fidedignos são os dados reportados, diariamente, pela Direção Regional de Saúde". A Direção Regional da Saúde (DRS) da Madeira contestou, esta terça-feira, os dados reportados nos boletins da …

I Liga pondera reduzir número de equipas a partir de 2022/2023

O desportivo Record avança esta quarta-feira que a Liga de Clube pondera reduzir o número de equipas em competição na I Liga já a partir da época de 2022/2023. Em cima da mesa está a redução …

Sob risco de expulsão, Fidesz de Orbán deixa bancada do Partido Popular Europeu pelo próprio pé

O partido Fidesz, liderado pelo primeiro-ministro húngaro Viktor Orbán, vai deixar a bancada do Partido Popular Europeu no Parlamento Europeu. De acordo com a agência Reuters, o partido Fidesz, que governa a Hungria, anunciou esta quarta-feira …