Apesar de “isto estar mais para os partidos de extremos”, Santana Lopes nega ligações ao Chega

António Cotrim / Lusa

O presidente do Aliança, Pedro Santana Lopes

Em entrevista à TVI24, Santana Lopes referiu que a saída do Aliança não é o fim da sua carreira política, ainda assim recusa um regresso ao PSD. O ex- primeiro-ministro assume as ligações à direita, mas salienta que nunca se juntaria aos extremismos de Ventura.

Pedro Santana Lopes confirmou que a saída do Aliança, partido que fundou e liderou até este fim de semana, não é o fim da sua carreira política. Contudo, refere que a sua continuidade na vida política não passa pelo PSD.

Na entrevista que concedeu à TVI24, afirmou que “as carreiras políticas só acabam quando desistimos de lutar pelo nosso país”, acrescentando que a sua decisão teve como fundamento aquilo que “a consciência me ditava. Às vezes fazemos isso e corre bem, às vezes fazemos isso não corre bem”.

O fundador do partido Aliança – agora liderado pelo antigo vereador da Câmara de Torres Vedras Paulo Bento – explicou que a sua iniciativa nunca teve como objetivo “ser presidente do Aliança”, pois  “a vida política, para mim, e ao contrário do que muitos pensam, não é uma forma de vida. Sempre adorei a intervenção política. Mas, graças a Deus, tenho a minha vida organizada”.

Santana Lopes apontou ainda duas razões que considera que foram fundamentais para o fracasso dos resultados obtidos pelo partido, referindo, primeiramente que “sem televisão não há partidos”. A outra razão deve-se ao facto de o país estar “numa época em que isto está mais para os partidos dos extremos”.

Em relação à transferência de alguns membros do partido Aliança para o Chega, Pedro Santana Lopes considera que “uma coisa é o que eu penso do Chega e das ligações à Marine Le Pen, ou ao Salvini. Não tenho nada a ver com isso, e não consigo estar na mesma família política em que eles estejam. Eu quando vejo o André Ventura naquele papel, algo me diz que ele está a ser arrastado por uma onda, que aquilo não é ele”.

O político, demonstra assim que não tem qualquer tipo de interesse em participar nas ações políticas do Chega, mas não nega ligações à direita.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

O PSD saiu vitorioso ou derrotado das autárquicas? Depende a quem perguntar no partido

Resultado conquistado por Carlos Moedas em Lisboa está a ser visto como um autêntico balde de água fria para os possíveis adversários de Rui Rio na corrida à liderança do PSD. Uma semana antes das eleições …

Bruno Fernandes falhou grande penalidade - e Cristiano deve substituí-lo

Médio do Manchester United desperdiçou a oportunidade de dar um ponto à sua equipa, contra o Aston Villa. De repente, o ambiente em Old Trafford mudou. O Manchester United venceu três jogos e empatou um, nos …

A Islândia estava prestes a ter um parlamento de maioria feminina - até à recontagem dos votos

A recontagem dos votos das legislativas de sábado fez com que o número de mulheres passasse de 33 para 30. Mesmo assim, a Islândia mantém-se como um dos países do mundo com maior representação parlamentar …

É mesmo possível reconhecer um ditador pelas suas características faciais

Os líderes democraticamente eleitos tendem a ter rostos mais atraentes e simpáticos do que os líderes autoritários, conclui um polémico estudo. É comum as pessoas formarem juízos de valor baseados na aparência de um rosto. No …

Moedas já fala como presidente. "Temos que deixar a política da fricção e apostar na construção de soluções, de resultados"

Carlos Moedas, que se vê como um presidente inclusivo", recusa uma política de "fricção", nomeadamente na oposição ao poder nacional e promete concentrar-se nos "resultados e nas pessoas" para melhorar a vida dos lisboetas. Carlos Moedas, …

Responsabilidade é a característica mais importante para alcançar bons resultados escolares

Cerca de 300 estudantes do concelho de Sintra participaram no estudo internacional que teve como objetivo correlacionar o desempenho escolar com as competências sociais e emocionais dos mesmos. A responsabilidade é uma das características mais importantes …

CCB condenado por violar direitos laborais de técnicos de espetáculos

O Centro Cultural de Belém (CCB) foi condenado em tribunal por violação dos direitos laborais de 12 técnicos de espetáculos. Segundo o jornal Público, os juízes do Tribunal da Relação de Lisboa deram razão a 12 …

Berlinenses apoiam expropriação de grandes proprietários para conter preços da habitação

Resultados do referendo são um sinal da crescente divisão que se vive na sociedade berlinense em relação à especulação imobiliária. Agentes imobiliários interpretam o resultado como um "mau sinal" que pode levar à "paralisação imediata …

Portugal com 230 novos casos de covid-19 e uma morte. País cada vez mais próximo da zona verde da matriz de risco

Portugal registou, esta segunda-feira, 230 novos casos e uma morte na sequência da infeção por covid-19, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). País está mais próximo da zona verde da …

Restauração defende manutenção do lay-off simplificado

A Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) defendeu hoje a continuidade do lay-off simplificado para apoio à manutenção dos postos de trabalho das atividades da restauração, similares e alojamento turístico. “Esta medida assume …