Santa Clara tomba Partizan e está mais perto do sonho europeu

Eduardo Costa / Lusa

O Santa Clara adiantou-se hoje no ‘play-off’ de apuramento para a fase de grupos da Liga Conferência Europa, ao vencer 2-1 na receção aos sérvios do Partizan.

A equipa açoriana chegou cedo à vantagem, logo aos quatro minutos, através do brasileiro Carlos Júnior, e ampliou no arranque da segunda parte, aos 49, por intermédio do japonês Morita, tendo os sérvios reduzido aos 54, com um tento de Vujacic.


O Santa Clara vai agora defender a magra vantagem para Belgrado, onde, dentro de uma semana, 26 de agosto, defronta o Partizan, em jogo da segunda mão do ‘play-off’ de acesso à fase de grupos.

Na conferência de imprensa após o jogo, Daniel Ramos mostrou-se muito satisfeito com a exibição da equipa, embora mantenha os pés assentes na terra.

“É curto. Muito satisfeitos com a exibição, não tanto com o resultado. Estivemos sempre mais perto do terceiro e nada fazia prever o 2-1, estávamos por cima do jogo. Tivemos caudal e espírito enorme, demonstrando novamente qualidade e fazendo um grande jogo. A vitória peca por escassa mas não estávamos a jogar contra uma equipa qualquer. Parabéns a todos, trabalharam imenso e dignificaram o valor do Santa Clara”, começou por dizer o técnico

“Gostávamos que a vantagem fosse maior, pois estivemos a ganhar por dois golos e podíamos ter feito mais, mas do outro lado existe preocupação, pois somos capazes de marcar fora. E o Partizan ainda não tinha perdido. Se formos novamente Santa Clara, temos condições para lutar até final e chegar à fase de grupos”, acrescentou.

O treinador do Santa Clara confessou ainda que até a equipa de arbitragem elogiou o emblema insular.

“Deram-me os parabéns no final do jogo, dizendo ‘very good team (‘muito boa equipa’). É uma satisfação enorme, pois estamos a representar a nossa qualidade além-fronteiras”, contou Daniel Ramos.

Com este triunfo, as equipas portuguesas estão a um empate de subir o quinto lugar do ranking da UEFA, ultrapassando a França. A equipa de Daniel Ramos ganhou os cinco jogos realizados nas pré-eliminatórias. As boas prestações de Benfica e Paços de Ferreira também contribuíram.

  Daniel Costa, ZAP // Lusa

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.