Rússia baniu as Testemunhas de Jeová

O Supremo Tribunal da Rússia determinou que as Testemunhas de Jeová são uma organização “extremista” e que, portanto, tem que ser banida, considerando que “ameaça vidas”.

A notícia está a ser disseminada por agências de notícias russas, citadas pela agência Reuters, segundo a qual que a Justiça da Rússia considera que as Testemunhas de Jeová representam um “culto extremista”.

“A organização religiosa Testemunhas de Jeová mostra indícios de extremismo. Representa uma ameaça para os nossos cidadãos, a ordem pública e a segurança da sociedade”, disse Svetlana Borisova, representante do Ministério da Justiça, durante a audiência do Supremo.

As autoridades russas já tinham colocado várias obras publicadas pelo grupo religioso numa lista de literatura banida, por ser considerada extremista, e acusam as Testemunhas de Jeová de destruírem famílias, de disseminarem o ódio e de ameaçarem vidas.

O Tribunal Supremo da Rússia, além de banir os grupos do culto religioso, determinou ainda que os seus membros têm que entregar todos os seus bens ao Estado.

O presidente da Associação russa para o Estudo de Religiões e Seitas, Alexandr Dvorkin, considera que “as Testemunhas são uma seita que gira em torno do seu mundo, isolando-se do resto da sociedade”. Dvorkin criticou também os Mórmons e a Igreja da Cientologia, proibidas pela Justiça russa em novembro de 2015.

Um representante das Testemunhas de Jeová russas, Sergei Cherepanov, já anunciou que o grupo vai recorrer da decisão para o Tribunal Europeu dos Direitos Humanos.

Há cerca de 175 mil seguidores deste grupo religioso na Rússia. As Testemunhas de Jeová são conhecidas por espalharem as suas ideias religiosas porta-a-porta, por rejeitarem transfusões de sangue e recusarem o serviço militar.

O culto, que já enfrentou vários processos judiciais em diversos países, essencialmente ligados à recusa de transfusões sanguíneas e do serviço militar, tem cerca de 8 milhões de seguidores por todo o mundo.

ZAP //

10 COMENTÁRIOS

    • Claro. Burla é punível e não entendo como se deixa essa gente enganar tranquilamente as pessoas. Lembro-me de ha anos atrás, essa Igreja vender cornetas de plástico por bom dinheiro, benzidas e absolutamente necessárias para quando acabasse o mundo. Quem não as tivesse para soprar no dia do Juízo final, estava irremediavelmente lixado.

  1. É verdade que só giram em volta do seu mundo e que se isolam da sociedade e também é verdade que que destroem famílias e disseminam o ódio, isso não é mentira dos russos, quem já esteve lá dentro sabe que isso acontece e não só, fazem lavagem cerebral, apanham o dinheiro e os bens dos idosos, para isso usam várias artimanhas, não ajudam ninguém, nem os próprios que à seita pertencem, dizem mal da sociedade mas vivem nela e utilizam-na para os seus interesses, são machistas, a mulher tem um papel de servidora do marido e dos filhos e tem que se submeter, não aprovam casamentos fora do seu círculo, não aprovam o desenvolvimento intelectual porque assim as pessoas ficam ignorantes e não abrem os olhos para as trapaças que eles fazem….

  2. Em todas as religiões existem doutrinas ou ideias estranhas, duvidosas e até discutíveis. Também é verdade que podem ter membros que sejam pessoas boas e outros pessoas más. Consequentemente haverá lá pessoas (membros, pastores, lideres, etc.) que vão fazer, provocar e induzir outros a fazer coisas menos boas ou até más (algumas vezes por completa estupidez outras vezes por pura maldade).
    Contudo, de uma maneira geral os membros dessas religiões têm sempre a escolha de poder fazer parte ou não e até mesmo de poder informar as autoridades da possível existência de pessoas (membros, pastores, lideres, etc.) que estão ou poderão estar a fazer algo errado, ilegal ou criminoso.
    Por isso, por causa de algumas (mesmo que sejam muitas pessoas) dizer que uma determinada religião é um perigo para a sociedade e em consequência disso deveria ser banida, é algo muito mau (a liberdade religiosa é dos maiores triunfos da sociedade moderna!).
    Na verdade, qualquer governo que tenha banido uma religião pelas suas crenças (mesmo que sejam muito estranhas ou estúpidas) só demonstra que é PIOR do que essas religiões. Pois nessas religiões as pessoas tinham a escolha de pertencer ou não, com um governo totalista as pessoas não têm nenhuma escolha.
    A Rússia esta a tornar-se indubitavelmente num pais que futuramente (para o mal da sua população) será uma ameaça mundial.
    Só espero que este tipo de xenofobia não se propague pelo mundo inteiro, pois mesmo que tenhamos uma opinião má sobre esta ou aquela religião, devemos aprender a respeitar e aceitar as ideologias das pessoas (“exigindo” também que tenham respeito e aceitação pelas nossas ideologias!).

  3. Por cá deveria acontecer o mesmo e a outras mais que andam por aí a vender banha da cobra, já basta a que nos foi ensinada e que também não está isenta de erros quanto mais estas tipo bruxaria.

  4. Não falem sem conhecimento de causa. Visitem a pagina das testemunhas de Jeová e vejam se os artigos que expõem ou se os ensinamentos bíblicos que defendem são motivo para tanto ódio ou qualquer acusação de quem quer que seja, especialmente as que foram feitas pelo ministério russo. http://www.jw.org

  5. Concordo com o facto das Testemunhas de Jeová serem apelidadas de “extremistas”, pelas seguintes razões:
    Recusam-se a prestar serviço militar e pegar em armas contra o seu semelhante, embora se disponham a prestar serviços úteis à comunidade, enquanto outros não hesitam em matar por qualquer pretexto e até recebem condecorações por isso.
    Recusam transfusões de sangue por respeito a um princípio bíblico, solicitando tratamento alternativo, usado já por milhares de médicos em todo o mundo, não alimentando a indústria do sangue, que é culpada de muitas mortes por sangue contaminado. É interessante, que os mesmos médicos que torturam o doente na sua cama, para levar uma transfusão e acusam as testemunhas de Jeová de criminosas, por usarem um direito que a lei lhes confere, não hesitam em ir para a sala ao lado, fazer um aborto que até é pago pelos nossos impostos.
    São conhecidas em todo o mundo, embora sejam imperfeitos como humanos, pelos seus princípios, que desenvolvem através das suas reuniões espirituais e estudo permanente, tornando-se melhores pais, melhores filhos, melhores cidadãos, cumpridores das suas obrigações perante a comunidade, convivendo como irmãos, embora tenham origem nos mais diversos estratos sociais, académicos e nacionalidades.
    Esforçam-se em todo o mundo de forma voluntária, por levar a conhecer aos seus vizinhos as suas convicções baseadas no estudo responsável da Bíblia e confirmação de profecias.
    Por tudo isto, e muito mais que poderá ser analisado no site jw.org , também sofrem as consequências que estão mencionadas na Bíblia na Primeira carta do apóstolo Pedro:”Eles ficam intrigados porque vocês não continuam a correr com eles no mesmo proceder decadente de devassidão, e por isso falam mal de vocês. 5 Mas essas pessoas prestarão contas àquele que está pronto para julgar os vivos e os mortos. Acima de tudo, tenham intenso amor uns pelos outros, porque o amor cobre uma multidão de pecados. 9 Sejam hospitaleiros uns com os outros, sem resmungar. 10 Conforme cada um recebeu um dom, use-o ao servir os outros como bom administrador da bondade imerecida de Deus, que é expressa de vários modos.”

    As testemunhas de Jeová não se acham perfeitas e têm sido perseguidas em todo o mundo por todos os regimes políticos, não por roubar, não por matar, não por desonestidade, mas por continuarem corajosamente a defender os princípios bíblicos do único Deus, mesmo que com a perda dos seus bens e da sua própria vida.

  6. Só algumas religiões?
    Esses, comparativamente a alguns, até são uns santos!
    Se prendessem toda a gente que se dedica a enganar os parolos, como os politicos, as empresas, os bancos, tudo que é markting, etc. etc., só ca ficavam fora esses mesmos parolos (o que por sinal, até são mais que muitos…)

  7. Um “fenómeno” que de interessante nada tem. Citanto “John Connor” (Christian Bale) em “O extreminador implacável – A Salvação”: As mão do diabo têm andado muito ocupadas”. Há, na minha opinião, dois comentários que deveriam ser completamente censurados. A serem inofensivos, só na aparência. Sabe-se muito bem contornar a lei. A mesma lei que libertou aquela pessoa que acabou por matar policias em paris, no útimo atentado à data que escrevo, e que também aparece noticiado. Não que o espírito da lei esteja errado “por ter libertado” o autor do crime e consequentemente ter levado à morte de mais policias reportados. Não foi a lei que matou. Mas porque “têm” que existir “sempre” aqueles que fazem da verdade a sua “verdade”. Por outras palavras, com a verdade me enganas. Infelizmente, não é só neste tipo de assuntos onde este tipo de “fenómenos” são “muito bem” opinados por “trolls” de colarinho branco.

  8. Embora seja contra qualquer limitação à liberdade religiosa de um indivíduo ou religião (desde que não ponha em risco a vida de pessoas), acredito que não podemos fechar os olhos ao facto de que as Testemunhas de Jeová são de facto uma religião extremista.

    São extremistas quando deixam de salvar suas vidas e de seus familiares por recusarem certos componentes sanguíneos proibidos pelos líderes (designados por estes como componentes primários), assim como no passado foram contra a vacinação e os transplantes.

    São extremistas na forma como tratam os ex-membros, tenham eles sido expulsos ou tenham decidido sair por eles mesmos, votando-os ao ostracismo social o que implica na sua morte social perante todos os membros da religião, sejam parentes ou não.

    São extremistas ao condenarem e apontarem TODAS as religiões como sendo falsas e condenadas aos olhos de Deus, esquecendo-se de que será Jesus que irá escolher quais as PESSOAS (não grupos) que serão encarados como verdadeiros cristãos ou falsos cristãos (separação do joio e do trigo).

    São extremistas na forma como a sua organização religiosa determina, manipula e comanda as vidas de mais de 8.000.000 de TJ em todo o mundo, levando os membros a viverem vidas pela metade, condenados a trabalharem como “escravos” para a organização pensando que com isso ganharão o bilhete para o paraíso. Para isso são levados a não entrar na faculdade ou a desistir desta para “pôr o reino em primeiro lugar”. São muitas das vezes levados a adiar a possibilidade de terem filhos para um futuro incerto num paraíso que já há mais de 100 anos que é prometido para ontem, entre muitas outras coisas.

    O que se está a passar na Rússia é realmente uma vergonha, mas as TJ não podem alegar serem isentos de culpa na forma como praticam uma religião extremista e limitadora das suas próprias liberdades.

RESPONDER

Guia de descontos para uma Black Friday em grande

O conceito começou por ser uma referência ao colapso da Bolsa de Valores de Nova Iorque, em 1929. Mas a Black Friday como hoje a conhecemos só surgiu nos anos 60, quando o setor do …

Morreu o actor João Ricardo

O actor e encenador João Ricardo, 53 anos, morreu esta quinta-feira, em Lisboa, disse à Lusa a agência do actor. O actor João Ricardo, conhecido pelo seu trabalho na televisão, no teatro e no cinema, nasceu …

Chegou à Finlândia o pão feito com farinha de grilo

Uma das maiores empresas de produtos alimentares da Finlândia vai começar a vender pão de insetos, no qual grilos comuns são moídos e acrescentados à farinha normal, representando cerca de 3% do peso de cada …

39 anos por um crime que não cometeu. Finalmente livre

Craig Coley, agora com 70 anos, cumpria pena de prisão perpétua pela autoria de dois homicídios em 1978. No entanto, 39 anos depois, a sua inocência foi provada e o norte-americano foi libertado. O governador da …

Neutralidade da Internet em jogo nos EUA. Portugal é mau exemplo

A administração Trump quer reverter o princípio do livre acesso a qualquer tipo de conteúdo na Internet. Jornais internacionais apontam Portugal como exemplo de falta de neutralidade. Os Estados Unidos da América vão votar o fim …

Trabalhadores do privado voltam a receber subsídios de Natal e de férias por inteiro

O pagamento dos subsídios de Natal e de férias no setor privado vai deixar de ser feito parcialmente em duodécimos e voltará a ser feito de uma só vez, em 2018, depois da aprovação de …

O milionário que matou o Gawker quer os restos do cadáver

Os advogados do vingativo milionário Peter Thiel apresentaram, esta semana, uma ação para contestar uma previdência cautelar que o impede de comprar os ativos do já "adormecido" Gawker. Em causa, estão os arquivos de 14 …

Governo quer terrenos privados limpos até 15 de março

Os proprietários privados têm "até 15 de março" para limpar as áreas envolventes às casas isoladas, aldeias e estradas e, se não o fizeram, os municípios terão "até ao final de maio" para proceder a …

Uma explosão, segredos de Estado e rumores, mas ainda não há sinal do submarino

As buscas pelo submarino argentino ARA San Juan, que está desaparecido há oito dias, entraram numa fase crítica, quando as esperanças de encontrar a tripulação viva estão praticamente esgotadas. Sem pistas sobre o submarino, há …

Bancos aumentaram ganhos com as comissões pagas pelos clientes

A banca nacional facturou 1,62 mil milhões de euros em comissões líquidas, pagas pelos clientes, desde Janeiro até Setembro de 2017. Um valor que reflecte uma subida de 5,7% relativamente a 2016. Estes dados são avançados …