Há centenas de refugiados rohingya à deriva no mar há semanas

As autoridades do Bangladesh anunciaram, esta sexta-feira, a transferência de 280 refugiados rohingya, que estavam no mar há semanas, para uma ilha remota perto da costa do país, onde já tinham sido instalados outros 30 no domingo.

“Um navio da Marinha capturou o barco, a cerca de 30 quilómetros ao sul da ilha de San Martin, com 280 pessoas a bordo“, disse um oficial da Marinha, que pediu à agência EFE para manter o anonimato. “Fornecemos-lhes comida e bebida e estão a ser transferidos para a ilha de Bhasan Char”, adiantou.

Bhasan Char é uma ilha desabitada para onde o Governo planeava transferir parte dos rohingya que estão nos campos de refugiados do sudeste de Bangladesh e, embora a iniciativa não tenha avançado, a ilha recebeu, desde domingo, 29 membros dessa minoria que tentou chegar à costa do país por mar.

Estes resgates acontecem duas semanas depois de dois barcos de pesca encalhados terem sido encontrados na Baía de Bengala, com quase 500 rohingya a bordo, depois de terem sido repelidos pela Guarda Costeira da Malásia.

Alguns dias antes, o Bangladesh resgatou outro grupo de 396 rohingya que estavam no mar há 58 dias, na sequência de uma decisão da Malásia que também os impediu de chegar à sua costa.

De acordo com o jornal The Guardian, grupos de defesa dos direitos humanos alertaram para o facto destes refugiados correrem o risco de morrer à fome e serem explorados por traficantes, depois de vários dias à deriva.

O ministro dos Negócios Estrangeiros do Bangladesh, Abdul Momen, já adiantou que os refugiados resgatados do mar vão ser enviados para esta ilha para prevenir o risco de contágio de covid-19 nos campos em Cox’s Bazar, onde já se encontram cerca de um milhão de pessoas desta minoria étnica.

O Bangladesh lançou o projeto da ilha em novembro de 2017, depois da limpeza étnica levada a cabo pelo Exército do Myanmar, que levou a que cerca de 738 mil rohingya se refugiassem no país.

Embora tenham sido construídos abrigos na ilha para cerca de 100 mil pessoas, as autoridades cancelaram o plano de transferir os refugiados para Bhasan Char, em dezembro de 2019, depois de muitas críticas internacionais.

Ativistas dizem que a ilha, à qual só se pode chegar depois de uma viagem de barco de três horas, não tem acesso a serviços básicos e é vulnerável ao aumento do nível do mar e às tempestades.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

O envelhecimento celular em humanos foi parcialmente revertido (com o uso de oxigénio)

Investigadores da Universidade de Tel Aviv, em Israel, descobriram uma forma de reverter o processo de envelhecimento celular e podem ter feito um avanço na procura pela juventude eterna. O novo estudo publicado na revista Aging …

Porto 0-0 Man City | Pragmatismo portista garante “oitavos”

O FC Porto está nos oitavos-de-final da Liga dos Campeões. Os “azuis-e-brancos” precisavam apenas de um empate, ou que o Olympiacos não vencesse em França, em casa do Marselha, e ambos os pressupostos aconteceram – …

O céu tingiu-se de roxo na Suécia (e a culpa era de uma plantação de tomates)

O céu ficou misteriosamente tingido de roxo em Trelleborg, a cidade mais a sul da Suécia, por causa da luz vinda de uma plantação de tomate enuma cidade próxima. Há algumas semanas, os moradores de Trelleborg …

Maurícias estão a abater um morcego ameaçado de extinção por interesses económicos

O morcego das Maurícias, em perigo de extinção, é mais uma vez o centro de um polémico abate nas mãos do Governo, para alarme das organizações de conservação da vida selvagem. Sob pressão de agricultores e …

Procurador-geral dos EUA: não há provas de fraude eleitoral generalizada

O procurador-geral dos Estados Unidos da América, William Barr, reconheceu hoje que não houve fraude em dimensão suficiente para invalidar a vitória do democrata Joe Biden nas eleições presidenciais norte-americanas. "Nesta altura, não vimos fraude a …

Parque de esculturas subaquático vai ser inaugurado em Miami

Miami vai servir de casa para um novo parque de esculturas subaquático como nunca viu. O ReefLine é projetado para servir como um recife artificial e vai estar disponível a receber visitantes em dezembro de …

Da "política do filho único" aos incentivos à natalidade: como a China tem mudado a sua estratégia populacional

A China está a planear incluir novas medidas para estimular a taxa de natalidade do país e lidar com o rápido envelhecimento da população. A estratégia passa pelo “plano de cinco anos” que deverá estar …

Vacinação será “grande prioridade” de presidência portuguesa da UE

O primeiro-ministro português, António Costa, referiu hoje que a vacinação contra a covid-19 deverá ser uma das “grandes prioridades” da presidência portuguesa do Conselho da União Europeia (UE), após um encontro com o presidente do …

No Cambodja, os aldeões usam "espantalhos mágicos" para afastar a covid-19

Os aldeões do Cambodja têm evitado a pandemia de covid-19 sem máscaras nem distanciamento social, mas sim com "espantalhos mágicos" que espantam o vírus mortal. Os dois espantalhos de Ek Chan, um aldeão de 64 anos, …

O Arecibo desabou. É o fim de uma era à procura de vida extraterrestre

O Observatório de Arecibo, em Porto Rico, morreu. Três semanas depois de um dos principais cabos de sustentação da sua cúpula ter desabado, danificado irremediavelmente o radiotelescópio, o icónico caçador de vida extraterrestre antecipou-se à …