Há centenas de refugiados rohingya à deriva no mar há semanas

As autoridades do Bangladesh anunciaram, esta sexta-feira, a transferência de 280 refugiados rohingya, que estavam no mar há semanas, para uma ilha remota perto da costa do país, onde já tinham sido instalados outros 30 no domingo.

“Um navio da Marinha capturou o barco, a cerca de 30 quilómetros ao sul da ilha de San Martin, com 280 pessoas a bordo“, disse um oficial da Marinha, que pediu à agência EFE para manter o anonimato. “Fornecemos-lhes comida e bebida e estão a ser transferidos para a ilha de Bhasan Char”, adiantou.

Bhasan Char é uma ilha desabitada para onde o Governo planeava transferir parte dos rohingya que estão nos campos de refugiados do sudeste de Bangladesh e, embora a iniciativa não tenha avançado, a ilha recebeu, desde domingo, 29 membros dessa minoria que tentou chegar à costa do país por mar.

Estes resgates acontecem duas semanas depois de dois barcos de pesca encalhados terem sido encontrados na Baía de Bengala, com quase 500 rohingya a bordo, depois de terem sido repelidos pela Guarda Costeira da Malásia.

Alguns dias antes, o Bangladesh resgatou outro grupo de 396 rohingya que estavam no mar há 58 dias, na sequência de uma decisão da Malásia que também os impediu de chegar à sua costa.

De acordo com o jornal The Guardian, grupos de defesa dos direitos humanos alertaram para o facto destes refugiados correrem o risco de morrer à fome e serem explorados por traficantes, depois de vários dias à deriva.

O ministro dos Negócios Estrangeiros do Bangladesh, Abdul Momen, já adiantou que os refugiados resgatados do mar vão ser enviados para esta ilha para prevenir o risco de contágio de covid-19 nos campos em Cox’s Bazar, onde já se encontram cerca de um milhão de pessoas desta minoria étnica.

O Bangladesh lançou o projeto da ilha em novembro de 2017, depois da limpeza étnica levada a cabo pelo Exército do Myanmar, que levou a que cerca de 738 mil rohingya se refugiassem no país.

Embora tenham sido construídos abrigos na ilha para cerca de 100 mil pessoas, as autoridades cancelaram o plano de transferir os refugiados para Bhasan Char, em dezembro de 2019, depois de muitas críticas internacionais.

Ativistas dizem que a ilha, à qual só se pode chegar depois de uma viagem de barco de três horas, não tem acesso a serviços básicos e é vulnerável ao aumento do nível do mar e às tempestades.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

É agora possível os robôs mexerem-se sozinhos, graças a novos polímeros de alta energia

Através do uso de novos polímeros que armazenam mais energia e são depois aquecidos, investigadores da Universidade de Stanford conseguiram colocar manequins a mexer os braços sozinhos. Era ver robots a mexer os braços sozinhos, pelo …

"Poço do Inferno". Espeleólogos encontram serpentes, mas não demónios

No deserto da província de Al-Mahra, no leste do país, um buraco redondo e escuro de 30 metros de largura serve de entrada para uma caverna de cerca de 112 metros. Uma maravilha natural que …

Vitória SC 1-3 Benfica | “Águia” passa tranquila em Guimarães e continua a voar no topo

Naquele que era apontado como o mais duro teste à sua liderança até ao momento, o Benfica passou com relativa tranquilidade em Guimarães. Frente a um Vitória que tentou discutir o jogo de igual para igual …

Fazer umas calças de ganga exige 10 mil litros de água. Dez marcas estão a criar jeans sustentáveis

As calças de ganga são das peças de vestuário com piores impactos para o ambiente, mas há marcas que estão a apostar na sustentabilidade como um factor atractivo para os consumidores. Estão sempre na moda e …

"Guerra das matrículas" faz escalar tensão entre Sérvia e Kosovo

Esta semana, a fronteira entre o norte do Kosovo e a Sérvia esteve bloqueada por protestos de elementos da etnia sérvia, que não aceitam a decisão do governo kosovar, de etnia albanesa, de proibir a …

Num golpe de "fake it until you make it", Hong Kong vai a eleições a saber o vencedor

Hong Kong prepara-se para as primeiras eleições legislativas após as mudanças no sistema eleitoral implementadas pela China para garantir a vitória dos seus aliados. Aos olhares mais desatentos, as eleições em Hong Kong são mais um …

Stefano Pioli propõe regra de basquetebol que contribui para um "futebol de ataque"

O treinador do Milan, Stefano Pioli, propõe uma alteração nas regras do futebol que promete revolucionar o desporto rei. De forma semelhante ao basquetebol, uma vez dentro do meio campo adversário, as equipas não poderiam voltar …

Um dos maiores sites de dados sobre a covid-19 na Austrália é, afinal, gerido por adolescentes

Aproveitando o momento em que passaram a integrar as estatísticas que os próprios fazem chegar diariamente à população australiana, o grupo de três jovens revelou a sua identidade para surpresa de muitos dos seus seguidores. …

Mais cinco mortes e 713 casos confirmados em Portugal

Portugal registou, este sábado, mais cinco mortes e 713 casos confirmados de covid-19, de acordo com o mais recente boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Este sábado registaram-se mais cinco mortes e 713 novos casos …

Dirigente da Huawei detida no Canadá pode voltar à China após acordo com EUA

A justiça dos EUA aceitou hoje o acordo entre o Departamento da Justiça e a Huawei, que vai permitir à filha do fundador e diretora financeira do conglomerado chinês de telecomunicações regressar à China. Uma juíza …