/

Robô Cobi já administra vacinas (e sem recorrer a agulhas)

Vídeo ZAP com o apoio de: Chip7 – 50 lojas de informática próximo de si

A vacina contra a covid-19 veio para ficar. Recentemente, a empresa canadiana Cobionix concebeu um robô para ajudar a agilizar o processo de vacinação. Sem agulhas e sem a ajuda de qualquer profissional de saúde, o Cobi consegue vacinar autonomamente os pacientes humanos.

A tecnologia, aliada à medicina, é uma arma muito poderosa. Que o diga Cobi, o robô desenvolvido pela empresa Cobionix, que administra vacinas sem recorrer a agulhas ou médicos.

Segundo o New Atlas, este dispositivo foi o primeiro a realizar, com sucesso, uma injeção intramuscular – e fê-lo sem utilizar uma agulha hipodérmica.

Além de ser uma solução para aqueles que temem a agulha no momento da vacinação, servirá também para agilizar o processo, num momento em que o mundo ainda não se livrou da pandemia de covid-19.

O braço robótico possui um sensor LiDAR na “mão” que analisa o paciente e cria um mapa 3D do seu corpo. Depois, o software é responsável por analisá-lo, de forma a determinar o melhor sítio para administrar a vacina.

Após a análise, o visor do Cobi informa o paciente sobre como se deve posicionar e se deve, ou não, tirar alguma peça de roupa.

Utilizando uma tecnologia de injeção sem agulha, desenvolvida por outra empresa, o fármaco é injetado sob a forma de um jato de fluido de alta pressão, que atravessa a pele do paciente através de um orifício da largura de um cabelo humano.

De acordo com Tim Lasswell, co-fundador da Cobionix, faltam apenas dois anos para o Cobi entrar no mercado da Saúde. Os investigadores esperam que o robô permita automatizar todo o processo de vacinação, ao mesmo tempo que reduz os custos associados aos cuidados de saúde.

Além disso, o processo, que seria muito mais simples e rápido, exporia os profissionais de saúde ao mínimo risco possível.

  Liliana Malainho, ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.