Revelada a localização exata do “berço” da humanidade

A primeira “pátria” do Homem moderno situou-se ao sul do rio Zambeze, numa área correspondente ao Botswana, Namíbia e Zimbabué, onde o Homo sapiens sapiens viveu há 200 mil anos antes de migrar 70 mil anos mais tarde.

A localização da “pátria ancestral” do Homem moderno é descrita num estudo publicado esta segunda-feira na revista científica Nature.

“Sabíamos há muito tempo que o Homem moderno surgiu em África há cerca de 200 mil anos, mas ignorávamos até agora onde se situava precisamente esta pátria”, afirmou, em conferência de imprensa, a autora principal do estudo, Vanessa Hayes, do Instituto Garvan de Investigação Médica de Sydney, na Austrália.



O estudo teve por base a genealogia genética, tendo analisado 200 genomas mitocondriais (marcadores genéticos da linhagem materna) das populações que vivem atualmente na Namíbia e África do Sul, região considerada como um dos berços do Homem moderno. Testes de ADN (material genético) revelaram a presença rara da origem materna mais antiga, ainda hoje partilhada por estas populações.

Ao compararem os genomas mitocondriais, os cientistas conseguiram isolar um antepassado comum, que era um antigo Khoisan, povo de caçadores-recoletores que subsiste em África. Segundo o estudo, todos os homens que vivem atualmente em África e fora de África partilham este mesmo antepassado.

Os Khoisan, primeira comunidade humana moderna, terão vivido na mesma região durante 70 mil anos, uma vez que o genoma (informação genética) permaneceu inalterado. A comunidade terá prosperado nesta região situada ao sul do rio Zambeze, que partia da atual Namíbia, atravessava o norte do Botswana e seguia até ao Zimbabué.

Atualmente num deserto, chamado Kalahari, a região foi húmida e verdejante há milhares de anos. Análises geológicas e modelos climáticos permitiram concluir que teve um grande lago, duas vezes maior do que o lago Vitoria, na África Oriental. Com as mudanças climáticas, a região tornou-se mais seca e as populações começaram a migrar em direção ao nordeste e ao sudoeste. As primeiras deslocações abriram caminho à futura migração dos homens modernos para fora de África.

Algumas populações, no entanto, adaptaram-se à seca, sendo que os seus descendentes ainda hoje são caçadores-recoletores como os primeiros humanos.

Lusa // Lusa

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. Ai sim? Tretas! E como é que sendo pretos retintos ficaram branquinhos e loirinhos como o pessoal do norte da Europa? Terá sido da neve que por lá cai? Ou da farinha usada em condimentos?

  2. Há dias, a Universidade de Granada, entalada entre extensos olivais, lançou um estudo a afirmar que as batatas fritas em azeite eram mais saudáveis que as cozidas. Agora, esta descoberta promove as ideias que fazem moda para ostracizar todos aqueles que ainda tenham preconceito acerca do continente africano.
    Mais a mais, tendo em conta que os Khoisan apareceram milhões de anos depois da Pantageia se dividir nos continentes atuais e da América fugir milhares de quilómetros, de quem descendem os incas, os maias…? Quem são os antepassados de Evo Morales?
    Como diz o povo, “ninguém dá ponto sem nó” e quem paga manda. E a verdade é que nunca o fez de forma tão disfarçada.

RESPONDER

Na China, é ilegal pedir comida em excesso nos restaurantes

A China aprovou uma lei anti-desperdício de alimentos que proíbe clientes de restaurantes de pedirem mais do que precisam, uma legislação abrangente pode prejudicar a experiência de comer fora de casa. A lei, que entrou em …

Sindicato de pilotos denuncia pedidos da TAP para voos em folga

O Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil (SPAC) denunciou pedidos da Transportadora Aérea Portuguesa (TAP) para que alguns trabalhadores efetuem voos em dias de folga, ao mesmo tempo que afirma ter pilotos em excesso. Num email …

Bayern Munique 'festeja' nono título consecutivo com goleada

O Bayern Munique coroou este sábado o seu nono título consecutivo na Liga alemã de futebol com uma goleada no triunfo diante do Borussia Moenchengladbach (6-0), num jogo com um hat-trick de Lewandowski. Antes de pisar …

A piscina infinita mais alta do mundo fica no Dubai

Haverá poucas coisas tão libertadoras como dar um mergulho numa piscina infinita com vista para o oceano. Agora, quem visitar o Dubai poderá fazê-lo numa piscina a quase 300 metros acima do nível do mar. Segundo …

"Polskie Babcie", as avós que lutam pela democracia na Polónia

Um grupo de idosas polacas organiza protestos, todas as semanas, para lutar pela democracia no país, governado pelo partido de direita nacional-conservador e democrata-cristão Lei e Justiça (PiS). É hora de ponta em Varsóvia, capital da …

Cimeira Social. Jerónimo de Sousa diz que não se respondeu aos verdadeiros problemas

O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, afirmou este sábado, no Porto, que a Cimeira Social da União Europeia não respondeu às necessidades associadas ao emprego, à valorização dos salários e ao fim da precarização …

Babbage escreveu uma carta a Tennyson. Exigia a "correção matemática" de um poema

A perspicácia matemática de Charles Babbage levou-o a escrever uma carta ao poeta Alfred Tennyson, que exigia, de certa forma, rigor e precisão no poema The Vision Of Sin. Charles Babbage é conhecido como o pai …

Covid-19: Portugal com uma morte e 324 novos casos nas últimas 24 horas

Portugal registou hoje uma morte atribuída à covid-19, 324 novos casos de infeção pelo novo coronavírus e uma ligeira subida no número de internamentos em enfermaria, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o …

Roma já tem uma máquina de venda automática de pizza

A capital italiana tem agora uma máquina de venda automática que faz pizzas em apenas três minutos. Os preços variam de 4,50 aos seis euros (e as opiniões sobre esta ideia também). Raffaele Esposito, o napolitano …

Morreu Bo, o cão de água português de Barack Obama

Bo, o cão de água português que o ex-presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, adotou em 2009 morreu este domingo com 13 anos, em consequência de um cancro, anunciou o político nas redes sociais. O cão …