Revelada a localização exata do “berço” da humanidade

A primeira “pátria” do Homem moderno situou-se ao sul do rio Zambeze, numa área correspondente ao Botswana, Namíbia e Zimbabué, onde o Homo sapiens sapiens viveu há 200 mil anos antes de migrar 70 mil anos mais tarde.

A localização da “pátria ancestral” do Homem moderno é descrita num estudo publicado esta segunda-feira na revista científica Nature.

“Sabíamos há muito tempo que o Homem moderno surgiu em África há cerca de 200 mil anos, mas ignorávamos até agora onde se situava precisamente esta pátria”, afirmou, em conferência de imprensa, a autora principal do estudo, Vanessa Hayes, do Instituto Garvan de Investigação Médica de Sydney, na Austrália.

O estudo teve por base a genealogia genética, tendo analisado 200 genomas mitocondriais (marcadores genéticos da linhagem materna) das populações que vivem atualmente na Namíbia e África do Sul, região considerada como um dos berços do Homem moderno. Testes de ADN (material genético) revelaram a presença rara da origem materna mais antiga, ainda hoje partilhada por estas populações.

Ao compararem os genomas mitocondriais, os cientistas conseguiram isolar um antepassado comum, que era um antigo Khoisan, povo de caçadores-recoletores que subsiste em África. Segundo o estudo, todos os homens que vivem atualmente em África e fora de África partilham este mesmo antepassado.

Os Khoisan, primeira comunidade humana moderna, terão vivido na mesma região durante 70 mil anos, uma vez que o genoma (informação genética) permaneceu inalterado. A comunidade terá prosperado nesta região situada ao sul do rio Zambeze, que partia da atual Namíbia, atravessava o norte do Botswana e seguia até ao Zimbabué.

Atualmente num deserto, chamado Kalahari, a região foi húmida e verdejante há milhares de anos. Análises geológicas e modelos climáticos permitiram concluir que teve um grande lago, duas vezes maior do que o lago Vitoria, na África Oriental. Com as mudanças climáticas, a região tornou-se mais seca e as populações começaram a migrar em direção ao nordeste e ao sudoeste. As primeiras deslocações abriram caminho à futura migração dos homens modernos para fora de África.

Algumas populações, no entanto, adaptaram-se à seca, sendo que os seus descendentes ainda hoje são caçadores-recoletores como os primeiros humanos.

// Lusa

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. Ai sim? Tretas! E como é que sendo pretos retintos ficaram branquinhos e loirinhos como o pessoal do norte da Europa? Terá sido da neve que por lá cai? Ou da farinha usada em condimentos?

  2. Há dias, a Universidade de Granada, entalada entre extensos olivais, lançou um estudo a afirmar que as batatas fritas em azeite eram mais saudáveis que as cozidas. Agora, esta descoberta promove as ideias que fazem moda para ostracizar todos aqueles que ainda tenham preconceito acerca do continente africano.
    Mais a mais, tendo em conta que os Khoisan apareceram milhões de anos depois da Pantageia se dividir nos continentes atuais e da América fugir milhares de quilómetros, de quem descendem os incas, os maias…? Quem são os antepassados de Evo Morales?
    Como diz o povo, “ninguém dá ponto sem nó” e quem paga manda. E a verdade é que nunca o fez de forma tão disfarçada.

RESPONDER

O Flamengo de Jorge Jesus foi "um mero acidente de percurso"

2019 foi uma exceção para a equipa brasileira que, depois de ter vencido (quase) tudo, neste ano já foi afastado da Taça do Brasil e da Libertadores: "O português foi embora e com ele toda …

Concorrência condena MEO a pagar 84 milhões por combinar preços com a NOWO

A Autoridade da Concorrência (AdC) aplicou uma coima de 84 milhões de euros à MEO por combinar preços e repartir mercados com a operadora NOWO nos serviços de comunicações móveis e fixas. “A Autoridade da Concorrência …

PEV quer reverter privatização dos CTT. PS admite todos os cenários

O Partido Ecologista “Os Verdes” (PEV) defendeu hoje, no parlamento, a “reversão da nacionalização” dos CTT, e ouviu o PS admitir “todos os cenários”. Numa declaração política no parlamento, o deputado José Luís Ferreira afirmou que, …

Voltar à normalidade "não está longe, mas não é já", avisa Pfizer

O administrador executivo da Pfizer, Albert Bourla, apelou na quarta-feira para que os governos de todo o mundo não reabram as suas economias demasiado depressa devido ao otimismo gerado pelas vacinas de covid-19. Bourla, de 59 …

Biden quer retomar acordo nuclear com o Irão, embora reconheça que será "difícil"

O vencedor das eleições presidenciais norte-americanas, Joe Biden, pretende retomar o acordo nuclear com Irão antes mesmo de novas negociações, assumiu o democrata numa entrevista ao New York Times. Joe Biden afirmou, durante a campanha eleitoral, …

Processo de reprivaticação da Efacec atrasado devido à discussão do OE2021

Apesar de as avaliações no âmbito do processo de nacionalização e futura reprivatização da Efacec já estarem concluídas, o processo esteve condicionado pela discussão do Orçamento de Estado para 2021 (OE2021). De acordo com o Jornal …

Costa sobre vacinação: “Há uma luz ao fundo do túnel, mas o túnel é muito comprido e penoso”

O primeiro-ministro, António Costa, advertiu esta quinta-feira que o processo de vacinação terá imponderabilidades externas a Portugal, sendo também complexo ao nível interno, com as dificuldades a aumentarem quanto maior for o universo de cidadãos …

Alterações climáticas podem colapsar os sistemas de saúde, alertam especialistas

O quinto relatório anual da Lancet sobre saúde e clima revelou que todos os países enfrentam ameaças à saúde humana, "que se multiplicam e se intensificam" à medida que as alterações climáticas originam novas pandemias …

Obama, Bush e Clinton vão vacinar-se publicamente para encorajar os norte-americanos

Os ex-presidentes dos EUA Barack Obama, George W. Bush e Bill Clinton disseram que estão prontos para serem vacinados publicamente contra a covid-19, a fim de encorajar os seus concidadãos a fazer o mesmo. Obama disse …

Retenção na fonte mensal reduzida em cerca de 2%. Salários terão um "ligeiro aumento"

As retenções na fonte em 2021 sobre salários de trabalho dependente vão reduzir-se em cerca de 2% face às praticadas este ano e irão permitir um “ligeiro aumento” do rendimento líquido mensal, segundo simulações da …