Responsabilizar os McCann “é totalmente absurdo”. Pode ter sido o Super-Homem ou um OVNI

Mario Cruz / Lusa

Kate e Gerry McCann, os pais de Maddie

Kate e Gerry McCann, os pais de Maddie

O advogado Rogério Alves, mandatário dos pais de Madeleine McCann, considerou este sábado que responsabilização do casal pelo desaparecimento da filha no Algarve, é uma ideia “infundada e absurda” e o que faz sentido é a “tese do rapto”.

Em entrevista à agência Lusa, uma década após o desaparecimento da criança inglesa no Ocean Club, Lagos, Algarve, Rogério Alves salientou que a tese da “responsabilização dos pais só tem pontos fracos” e é “totalmente absurda“.

Não tem qualquer sentido. Toda a gente pode confabular sobre aquilo que entende e admitir que foi o Super-Homem, que foi um OVNI ou outra coisa. Nesse quadro também se pode incorporar a responsabilização dos pais. As pessoas quando não sabem dizem uma coisa qualquer”, contrapôs.

Rogério Alves referiu que assumiu a defesa do casal McCann numa altura em que havia uma “enorme pressão mediática” sobre a investigação e uma “diabolização do casal” na opinião pública, mercê da ideia geral de que os pais seriam os culpados do desaparecimento.

Depois de falar com o casal McCann e de ler o processo, Rogério Alves garante que o que faz sentido é “a tese do rapto”.

“Não tendo descoberto qualquer sinal de homicídio, de suicídio, de atropelamento, de afogamento ou de qualquer outro que também poderia ser plausível, a tese do rapto é a que tem sentido”, enfatizou.

Lembrou que, no início da investigação, as pessoas foram solidárias e quiseram ajudar o casal McCann, mas o tempo foi passando e com a pressão mediática e a falta de resultados “verificou-se um volte-face em que aparece a ideia completamente infundada” de que os pais são os culpados do desaparecimento”.

“Seguiu-se uma diabolização em doses industriais” do casal, diz Rogério Alves.

A mediatização teve “um efeito abrasivo porque havia uma espécie de doutrina nacional em que as pessoas tinham que achar que os pais eram culpados“, explicou.

O antigo bastonário dos advogados confessou que aceitou defender o casal MacCann após falar com os pais, sentir que ali estavam “dois seres humanos em profundo sofrimento” e que, ainda por cima, tinham que lidar uma “potencial acusação”, pois eram arguidos.

Mário Cruz / Lusa

Foi "uma precipitação ou um erro" constituir arguidos os pais da criança, diz o advogado dos McCann, Rogério Alves (esq)

Foi “uma precipitação ou um erro” constituir arguidos os pais da criança, diz o advogado dos McCann, Rogério Alves (esq)

Volvidos 10 anos sobre um caso que a investigação não resolveu, Rogério Alves entende que “uma das coisas mais daninhas, que mais prejudicou, desnorteou e perturbou o andamento do caso foi a permanente criação de tensões entre as duas polícias“, a portuguesa e a inglesa.

“Não só entre as duas polícias, mas quase entre os dois Estados“, disse Rogério Alves, observando que, em determinado momento, “dentro das fantasias que pareciam não ter limites”, já se transformava o casal McCann como amigo de “gente muito poderosa”, capaz de influenciar o Estado inglês, a União Europeia e o Vaticano.

“Era uma confabulação completamente desproporcionada, e tinha como um ingrediente uma espécie de despique entre as duas polícias. Criou-se ainda uma animosidade. Parecia que estávamos de volta ao tempo do Ultimatum (inglês), só para não dizer do Mundial de 1966″, disse, a propósito da rivalidade então fabricada entre as duas polícias.

Confrontado com as tensões provocadas pelo processo, que levaram ao afastamento do inspetor da PJ Gonçalo Amaral, que defendeu a tese do envolvimento dos pais, Rogério Alves concordou que o caso terá contribuído também para a saída do então diretor nacional da PJ Alípio Ribeiro.

“Tenho essa noção”, disse, recordando que quando Alípio Ribeiro declarou publicamente que tinha sido “uma precipitação ou um erro” constituir arguidos os pais da criança, gerou-se “um verdadeiro movimento de indignação nacional” contra o diretor da PJ.

O advogado disse “desconhecer completamente” qualquer tipo de pressões políticas do governo inglês sobre os investigadores, embora reconheça que a “grande notoriedade” e “mediatização” do caso sejam uma pressão constante sobre as polícias.

// Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. No mínimo são culpados por negligência grave. Da qual nunca foram acusados em Portugal, o que por si é uma anormalidade…

  2. A tese de rapto é que não faz qualquer sentido… aliás, e usando a palavras deste advogado brincalhão – só se tiver sido raptada por extraterrestres!..
    Totalmente absurdo é ver estes parasitas (advogado e clientes) mais preocupados em “batalhas” contra o ex-inspector da PJ, do que em encontrar a criança… e isso já diz tudo!…

  3. “Não só entre as duas polícias, mas quase entre os dois Estados“, disse Rogério Alves. Já alguém se preocupou em saber o porquê de tanto envolvimento das autoridades Britânicas, e tanto alarido na imprensa mundial sobre este caso, quando no país de Sua Majestade desaparecem centenas de crianças por ano? A podre Inglaterra é um país de pedófilos e de mentes retorcidas (espero que não se considere isso o “estar à frente”, já não me admirava!). E por muito apreço que tenha pelo Dr. Rogério Alves, ele acaba por fazer o mesmo que o advogado de defesa do homicida do italiano próximo do estádio da Luz. Infelizmente a advocacia não tem ética nem regras deontológicas, é o vale tudo para ganhar o “dinheirinho”. E parece que alguns pais também…

  4. Acho que o advogado esta certo porque se não foram os pais só pode ter sido mesmo os ETs. A policia devia fazer uma investigação galatica e ai quem sabe poderia encontrar alguma coisa.

RESPONDER

"Síndrome do Inverno." Investigadores na Antártida em estado de hibernação psicológica

Os investigadores da Antártida entram em estado de "hibernação psicológica" para lidar com o stress provocado pela escuridão constante e o isolamento típicos do inverno a latitudes extremas. Passar longos períodos de tempo em isolamento e …

Cientistas revelam pela primeira vez como é o polo norte do Sol

Embora existam muitas missões da Agência Espacial Europeia (ESA) com o objetivo de analisar o nosso astro, a maioria das sondas tem focado as suas observações nas regiões equatoriais, deixando os polos relativamente inexplorados - …

Sporting vs Aves | Furacão Keizer volta a atacar

O Sporting deu seguimento ao bom momento que atravessa e goleou o Desportivo das Aves, no Estádio José Alvalade, por 4-1. Os visitantes até marcaram primeiro, mas dois golos no final da primeira parte e …

Ratos e pombos estão a substituir espécies emblemáticas

Animais como ratos e pombos estão a tomar o lugar de outros, como tigres, que apenas conseguem sobreviver em certos habitats. A agricultura e a construção está a favorecer as mesmas espécies em todos os …

Em sete anos, Comissão de Ética não advertiu um único deputado

Nos últimos sete anos, a Comissão de Ética foi chamada a pronunciar-se 52 vezes sobre incompatibilidades e impedimentos de deputados, mas nunca encontrou nenhuma. Segundo o Diário de Notícias, nas duas últimas legislaturas, a subcomissão parlamentar …

Pai castiga filha por praticar bullying e obriga-a a ir a pé para a escola

Depois de ter sido suspensa da escola por bullying, o pai de Kristen decidiu dar-lhe uma lição: castigou a filha obrigando-a a percorrer oito quilómetros até à escola. Kristen gozava com os colegas da escola. À …

Professora disse aos alunos que o Pai Natal não existia. Foi despedida

Uma professora substituta, numa cidade americana, já não vai voltar a ser chamado para dar aulas - além do Pai Natal, também "matou" o Coelhinho da Páscoa e a Fada dos Dentes. Por todo o país, …

Dinossauro desconhecido estava escondido em opalas da Austrália

Opalas encontradas por mineiros numa área deserta da Austrália acabaram por ser fragmentos de fóssil de uma espécie de dinossauro desconhecida até agora. Batizado como Weewarrasaurus pobeni, em honra do campo de opalas Wee Warra, que …

Descoberta espécie de salamandra que respira através de "árvores de Natal"

Uma equipa de biólogos norte-americanos identificou uma nova espécie de salamandra num anfíbio que, até agora, só foi encontrado em três locais nos estados norte-americanos da Flórida e do Alabama.  De acordo com a Universidade Estadual …

O maior puzzle do Mundo é uma ilha congelada na Rússia

Localizado entre o Oceano Ártico e os mares gelados do norte da Sibéria, o aglomerado de rochas, conhecidas como as Ilhas da Nova Sibéria, é frio e remoto. As ilhas são uma tela quase desabitada coberta …