Rendimento incondicional na Suíça seria salvação para muitos portugueses

A aprovação em referendo de um rendimento básico incondicional na Suíça, que será votado no domingo, “seria uma tábua de salvação” para muitos portugueses “em situação precária”, reconhecem conselheiros das comunidades.

“Muita gente tem vindo para a Suíça e está numa situação apenas de sobrevivência”, alerta Domingos Pereira, conselheiro das Comunidades Portuguesas em Zurique.

Em declarações à Lusa, Domingos Pereira estima que “seguramente” 70% dos “280 e tal mil” portugueses registados na Suíça beneficiariam de um rendimento básico incondicional, medida que será referendada no domingo, depois de ter sido proposta por 100 mil subscritores, que sugeriram o valor base de 2500 francos (2.250 euros), por mês para cada cidadão adulto.

A “baixíssima” taxa de desemprego na Suíça não corresponde à realidade, frisa Domingos Pereira, recordando que “o trabalho temporário é uma vertente muito forte e isso quer dizer que as pessoas trabalham à hora, à jornada e, portanto, não havendo trabalho, não há ordenado“.

Segundo o conselheiro em Zurique, muitos portugueses estão nessa situação, sobretudo os imigrantes mais recentes, que são mais vulneráveis.

Contudo, o rendimento básico incondicional não se dirige a esses, mas aos que já estão registados no país, de forma a garantir um rendimento mínimo para todos, que substitua os vários benefícios sociais do país.

Em termos anuais, o montante proposto totaliza 30 mil francos – um valor pouco acima do limiar de pobreza em 2014 na Suíça, de 29.501 francos. Nesse ano, quase um em oito cidadãos estava abaixo dessa linha, de acordo com os dados do gabinete estatístico do país.

Em Portugal, o limiar de risco de pobreza é de 5.061 euros anuais. Ou seja, uma proposta semelhante adaptada ao nosso país seria um rendimento incondicional de menos de 450 euros mensais.

No entanto, como aponta a Bloomberg, é pouco provável que a medida receba o aval da população, já que as mais recentes sondagens apontam para a vitória do “não”, com 60% das intenções de voto.

Melhor para famílias

“Seria uma boa medida para muitas famílias [portuguesas], mais favorável do que uma ajuda da assistência social”, compara Domingos Pereira.

“A nossa comunidade é uma comunidade dedicada ao trabalho”, corrobora José Sebastião, conselheiro das Comunidades Portuguesas em Genebra.

“Homens e mulheres trabalham durante o dia na sua atividade principal e, à noite, ainda se dedicam a atividades secundárias, como as limpezas”, relata.

“Os portugueses trabalham muitas horas”, resume, destacando que “o custo de vida na Suíça é elevadíssimo”.

Esta situação, por resultar em falta de tempo para a família, explica os problemas de integração da comunidade portuguesa e a elevada taxa de insucesso escolar das crianças portuguesas, considera o conselheiro. “Os pais, muitas vezes, trabalham muitas horas, não podendo dedicar o tempo necessário aos seus filhos”, lamenta.

Para além disso, os serviços sociais na Suíça “têm falta de dinheiro” e, em vez de aí gastar “milhares”, o Estado passaria a assegurar “um salário base”, que permitiria às pessoas “viver minimamente”, defende.

Independentemente do resultado do referendo, que nunca será vinculativo, a proposta “abrirá o debate sobre a atual sociedade, onde os pais não têm tempo para os filhos, nem os filhos para os pais”, realça José Sebastião.

Bom Dia

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

John Cleese esgota três coliseus em 48 horas

John Cleese vai estar no Coliseu de Lisboa com “Last Time To See Me Before I Die” durante três dias. O humorista britânico esgotou as três datas em apenas 48 horas. Durante esta madrugada (10), a …

Descoberta no Egito múmia de grande animal semelhante a um leão

O Ministério das Antiguidades egípcio anunciou esta segunda-feira que uma equipa de arqueólogos desenterrou uma múmia de um grande animal incomum, semelhante a um leão ou uma leoa. “É um animal muito estranho, como um gato …

Ex-agentes da DEA revelam detalhes da vida de Escobar na prisão que o próprio construiu

Dois dos agentes do DEA, que durante mais de um ano participaram na operação de captura de Pablo Escobar, revelaram alguns detalhes sobre a vida do narcotraficante e ex-líder do cartel de Medellín na prisão La …

Num jardim zoológico da Austrália, há concertos ao vivo (para entreter os elefantes)

https://vimeo.com/372400002 O jardim zoológico de Melbourne está a desenvolver um programa mundial de músicos para tocar para a sua multigeracional manada de elefantes asiáticos em perigo de extinção para que melhore a ligação entre os seis …

Montijo: ANA pede mais tempo para analisar medidas de mitigação ambiental

A ANA – Aeroportos de Portugal pediu à Agência Portuguesa do Ambiente (APA) uma prorrogação do prazo para analisar as medidas de mitigação propostas pela entidade na Declaração de Impacte Ambiental (DIA) do futuro aeroporto …

Sérgio Conceição ultrapassa número de jogos de José Mourinho

No jogo deste domingo, que o FC Porto acabou por vencer o Boavista com um golo solitário de Alex Telles, Sérgio Conceição cumpriu o seu 128.º jogo como treinador dos dragões - mais uma partida …

Governo australiano acusado de censurar livro sobre história de Timor-Leste

O Ministério dos Negócios Estrangeiros australiano está alegadamente a tentar censurar partes do primeiro de dois volumes da história de operações militares em Timor-Leste, o dedicado à Força Internacional para Timor-Leste (Interfet), segundo revelou a imprensa …

Norte-americanos acordaram com mensagens de texto estranhas nos seus telemóveis

Na passada quinta-feira, uma grande parte da população norte-americana recebeu mensagens estranhas e inexplicáveis, muitas das quais desconfortáveis e até preocupantes. Stephanie Bovee, uma norte-americana de 28 anos de Portland, no oeste dos Estados Unidos, acordou …

Pai que fugiu por 15 países com os dois filhos no ano passado encontrado pela PSP

O pai mudou 15 vezes de país com as crianças desde o verão passado sempre sem o consentimento da mãe e sem que a mãe tivesse qualquer notícia do paradeiro dos filhos, revela a PSP. A …

Daesh está a tentar criar um novo Estado islâmico nas Filipinas

Há dois anos que a bandeira negra do Daesh deixou de esvoaçar no topo de um edifício da cidade de Marawi, em Mindanau, no sul das Filipinas, e o Presidente, Rodrigo Duterte, declarou tê-lo derrotado. …