Remédio medieval mata bactérias resistentes a antibióticos

(dr) British Library

O “Bald’s Leechbook”, também chamado “Medicinale Anglicum”.

Um novo estudo mostra que um remédio medieval com cerca de mil anos pode ter resultados positivos onde muitos antibióticos modernos estão a começar a falhar.

De acordo com o site Science Alert, o “ancientbiotic” (junção das palavras inglesas “ancient” – antigo – e “antibiotic” – antibiótico), como os cientistas lhe estão a chamar, foi encontrado num dos primeiros livros médicos conhecidos da Inglaterra medieval: o “Bald’s Leechbook”, também chamado “Medicinale Anglicum”.

Com base em pesquisas anteriores, os cientistas mostraram que esta mistura de ingredientes naturais, como alho, cebola ou alho-porro, bílis de vaca e vinho, pode ter propriedades anti-sépticas poderosas. Aliás, parece funcionar contra uma série de bactérias perigosas que se tornaram resistentes a vários fármacos modernos.

No passado, já se tinha demonstrado que este remédio mata a Staphylococcus aureus. Agora, o novo estudo, liderado pela investigadora Jessica Furner-Pardoe, da Universidade de Warwick, no Reino Unido, apoia esses resultados: Mesmo quando as bactérias formaram estruturas particularmente robustas, conhecidas como biofilmes, esta ‘mezinha’ foi eficaz.

Melhor ainda, o remédio medieval parece funcionar com outras bactérias igualmente resistentes, como é o caso da Acinetobacter baumanii, Stenotrophomonas maltophilia, Staphylococcus epidermidis e Streptococcus pyogenes.

Mas há um problema. Os ingredientes do remédio funcionam melhor como agente antimicrobiano apenas na sua forma final. Quando os investigadores tentaram separar ou purificar cada elemento, estes não foram tão eficazes a matar estirpes bacterianas.

Os autores pensam que pode ser por isso que os remédios à base de plantas não resistiram ao escrutínio científico até agora. No desenvolvimento e na pesquisa de medicamentos, é comum isolar compostos isolados.

Neste novo estudo, por exemplo, o vinho mostrou pouca atividade antimicrobiana por si só, tanto para as bactérias como para os biofilmes. Mas isso não significa que não tenha importância. Quando os autores o removeram da receita, houve uma grande queda na atividade contra os biofilmes da S. aureus, o que sugere que este possui algumas propriedades antimicrobianas importantes. E isto também aconteceu com a cebola e a bílis.

Segundo o mesmo site, ainda são necessárias investigações mais aprofundadas, mas a mistura não mostrou danos para as células humanas ou para as cobaias usadas em laboratório.

“A maioria dos antibióticos que usamos atualmente são derivados de compostos naturais, mas o nosso trabalho destaca a necessidade de explorar não apenas os compostos isolados, mas misturas de produtos naturais para o tratamento de infeções por biofilmes”, afirma a microbióloga Freya Harrison, outra das autoras do estudo publicado, no dia 28 de julho, na revista científica Scientific Reports.

ZAP //

PARTILHAR

10 COMENTÁRIOS

  1. Eu se fosse bactéria também não me chegava perto de uma pessoa que tivesse comido alho, cebola, vinho e… Bilis de vaca. Nem convém o doente usar máscara senão ainda lerpa com o seu próprio bafo.

      • Continuas, em quase tudo o que escreves ou opinas, a ser o burro de serviço, além de um arrogante da treta e intelectualóide irrelevante.
        Faz um upgrade, mas se não fores capaz, emigra para o Polo Norte ou para outro planeta!!!

  2. A ser verdade e rigoroso, significa que os cientistas terão de começar a ver os produtos como um todo e não apenas dissecar até ao componente individual… e que as combinações dos produtos nas suas formas naturais poderá ser mais eficaz em muitos casos.

  3. Se cortarem uma perna a alguém podem pedir-lhe que ande sozinha para ver se ela anda.

    É claro que os ingredientes dessa mezinha só resultam em conjunto, assim como a perna precisa do resto do corpo para andar.

    Se as grandes farmacêuticas conseguissem isolar esses componentes activos não tardaria muito a dizerem aos médicos para venderem o seu antibiótico em vez de informarem as pessoas que alho cebola bilis e vinho misturados curam infecções bacterianas

    • E quê?! Mata ou não mata a bactéria?! É isso que estamos aqui a discutir. Se o hospedeiro também vai de vela são danos colaterais.

Conselho de Disciplina instaura dois processos disciplinares a Varandas

O Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) instaurou, esta quinta-feira, dois processos disciplinares ao presidente do Sporting, na sequência das declarações proferidas sobre o seu homólogo do FC Porto e das …

Há infetados que escondem a doença com medo de perder o salário

O médico António Pais Lacerda, diretor do serviço de Medicina Interna II do Hospital Santa Maria, em Lisboa, alerta que o medo de perder salário ou emprego leva pessoas infetadas com o novo coronavírus …

Tottenham perde frente ao Antuérpia. Mourinho "rasga" equipa: "Queria fazer 11 substituições ao intervalo"

O Tottenham perdeu esta quinta-feira frente ao Antuérpia, na segunda jornada da Liga Europa de futebol, levando o treinador português José Mourinho a criticar a sua equipa. "Queria fazer 11 substituições ao intervalo", admitiu. No …

PCP sobe fasquia no OE2021. Quer mais um escalão de IRS

O PCP quer que o Orçamento do Estado para 2021 contemple a criação de um novo escalão de IRS, segundo uma das dezenas propostas de alteração ao documento que os comunistas fizeram chegar ao Parlamento. Em …

Equipas lusas 100% vitoriosas na jornada europeia. Gaitán estreou-se com um grande golo

O SC Braga e o Benfica venceram esta sexta-feira as partidas a contar para a Liga Europa, depois de o FC Porto ter também saído vitorioso do jogo que disputou frente aos gregos do Olympiacos …

Mutação do coronavírus pode ter tido origem em Espanha (e isso pode explicar a segunda vaga)

Análises realizadas pela Universidade de Basileia, a Escola Politécnica Federal de Zurique e o consórcio espanhol SeqCovid-Spain, liderado pelo Conselho Superior de Investigação Científica, mostram que a nova variante se espalhou pela Europa e outras …

Arqueólogos encontraram lamas sacrificadas pelos Incas no Peru

Arqueólogos encontraram, no Peru, restos mortais mumificados de cinco lamas que foram sacrificadas pelos deuses Incas há cerca de 500 anos. De acordo com o site Live Science, as lamas mumificadas ainda estão adornadas com os cordões …

"Nunca vi nada assim." Ameaça terrorista é mais intensa do que nunca em França (e mais difícil de travar)

O ataque terrorista dentro de uma Igreja em Nice, com a morte de 3 pessoas, veio reforçar a ameaça do terrorismo islâmico em França. Já havia sinais e alertas oficiais de perigo numa altura em …

Costa recebe partidos esta sexta-feira. "Nenhuma medida está excluída", garante Costa

O primeiro-ministro recebe esta sexta-feira, em São Bento, os partidos com representação parlamentar para procurar um consenso para a adoção de medidas imediatas de combate à pandemia de covid-19. Além disso, o Governo vai auscultar …

Ratos-toupeira-nus foram apanhados a raptar bebés de outras colónias

Cientistas descobriram dois casos em que ratos-toupeira-nus foram raptados da sua colónia, tendo sido transformados em escravos. De acordo com o site Science Alert, embora os ratos-toupeira-nus (Heterocephalus glaber) sejam pequenos, têm grandes colónias compostas por …