Novo relatório atira culpas de queda do voo Rio-Paris AF447 para erro de pilotagem

Caroline et Louis Volant / Flickr

Equipas de socorro recolhem destroços do voo Air France Rio-Paris AF447

Num documento de 200 páginas entregue à Justiça no dia 24 de setembro, um novo painel de especialistas responsabiliza apenas parcialmente a Airbus e a Air France pela queda do voo Rio-Paris AF447, que a 1 de junho de 2009 causou a morte de 228 pessoas.

As conclusões finais do último relatório forense sobre o acidente foram publicadas pelo jornal Le Parisien esta quinta-feira, e apontam mais uma vez para erros da tripulação, incluindo “acções inadequadas na pilotagem manual perante a perda de controle” da aeronave, que levariam à queda do Airbus A330.

Os peritos colocaram em segundo plano as responsabilidades da transportadora, a francesa Air France, e em particular as da fabricante, a Airbus. Ambas as companhias tinham sido inicialmente indiciadas por “homicídio culposo” no caso, instruído em Paris há quase dez anos.

O cenário geral do acidente é agora conhecido: o elemento que desencadeou o desastre foi a formação de gelo das sondas de velocidade do A330, que resultaram em indicações erradas de velocidade e conduziram, em cascata, a um conjunto de acções que levaram à queda da aeronave.

De entre a conjunção de falhanços técnicos e humanos, este segundo painel de especialistas acredita que “a causa direta do acidente foi a perda de controlo da trajectória de voo da aeronave pela tripulação”.

“Essa perda de controlo resultou de acções inadequadas dos dois co-pilotos no cockpit. O capitão estava ausente e não tinha deixado instruções, enquanto o avião atravessava o Atlântico”, concluem os especialistas.

Nas “causas indirectas”, os especialistas listam inúmeras deficiências passíveis de responsabilidade da empresa Air France, em termos de treino e formação.

Os peritos realçam “a falta de treino da tripulação em pilotagem a alta altitude” e o “insuficiente processamento operacional pela empresa de incidentes de indicações de velocidade incorrectas” para suas tripulações.

Quanto à Airbus, o único ponto citado é “a ambiguidade do procedimento Stall” na documentação do construtor – que foi “validada pela Direcção-Geral de Aviação Civil”, sublinha o relatório.

As conclusões, que tendem a diminuir responsabilidades da Airbus no fatídico acidente de 2009, causaram indignação entre as famílias das vítimas.

“A certificação de um aparelho pela DGAC confere o direito a erros que levam à morte de centenas de pessoas!”, lamenta Sébastien Busy, advogado da Associação Entreajuda e Solidariedade AF447.

“As reacções da tripulação foram adaptadas de tal forma que é como se tudo estivesse a funcionar bem”, diz a presidente da Entreajuda e Solidariedade AF447, Danièle Lamy, que perdeu um filho no acidente.

Lamy recorda que uma primeira perícia judicial, em 2012, não chegou às mesmas conclusões, e exige que as partes civis questionem os especialistas do segundo painel. “Estes dois relatórios contraditórios tornam necessário um debate judicial público. É preciso um processo!”, insiste Danièle Lamy.

ZAP // RFI

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Mas isso já toda a gente sabia!!!
    E ficou bem claro quando se recuperaram as caixas negras e se ouviu tudo o que se passou no cockpit!
    Qualquer pessoa que ouça a gravação percebe logo que a culpa é toda dos pilotos.

  2. Comparem o angulo das listas do tail com uma fotografia do aviao, está aqui mesmo acima no início do video, será que é o mesmo?, a dimensão o angulo das faixas e não existe difração já que está boiando no mar.

RESPONDER

Líbano. Governo corta metade dos salários de políticos em resposta aos protestos

Ao quinto dia de manifestações, o governo libanês respondeu com a aprovação de um pacote de emergência de reformas económicas que deixa cair a introdução de novos impostos e passa pela redução do défice. O primeiro-ministro …

Caso Griezmann. Barcelona paga 15 milhões pelo silêncio do Atlético (e fica com benefício futuro)

Escreve o jornal espanhol El Mundo que Barcelona e Atlético de Madrid já chegaram a acordo no "caso Griezmann". O clube catalão pagou 15 milhões de euros pelo silêncio dos colchoneros, ficando ainda com benefício …

Professor detido depois de ser acusado de agredir aluno “com enorme violência”

Um aluno do 8.º ano da Escola Secundária Rainha Dona Leonor, em Alvalade, em Lisboa, terá sido esta segunda-feira agredido por um professor durante uma aula. Segundo o relato da Associação de Encarregados de Educação dos …

Gabinetes dos novos membros do Governo custam 71 milhões de euros

O novo Governo terá 70 gabinetes no total, que representarão uma despesa anual de, pelo menos, 71 milhões de euros aos cofres públicos, mais sete milhões de euros do que o último. O primeiro-ministro, António Costa, …

Fim do cessar fogo na Síria. Turquia ameaça que milicianos curdos no terreno serão abatidos

O período de cessar-fogo de 120 horas acordado entre a Turquia e os Estados Unidos (EUA) para permitir que as milícias curdas saiam do nordeste da Síria termina esta terça-feira, pelas 19:00 (20:00 em Lisboa), …

Ministro adjunto cabo-verdiano encontrado morto no gabinete

O ministro adjunto do primeiro-ministro de Cabo Verde para a Integração Regional, Júlio Herbert, foi encontrado morto, esta segunda-feira, no seu gabinete, no Palácio do Governo, na Praia, confirmou fonte governamental. Elementos da Polícia Nacional cabo-verdiana …

"Risco de desvio significativo" nas contas do Governo. Bruxelas com reservas sobre esboço do OE2020

A Comissão Europeia (CE) pediu esta terça-feira ao Governo português que apresente uma versão atualizada do projeto orçamental para 2020 “tão cedo quanto possível”, observando que o ‘esboço’ recebido aponta para o risco de um …

Goldman Sachs. Funcionário acusado de divulgar informação em troca de dinheiro

Bryan Cohen, vice-presidente de um dos departamentos do Goldman Sachs, foi acusado de tirar proveito de um esquema que gerou alegadamente cerca de 2,3 milhões de euros em lucros ilegais. Nos últimos 18 meses, dois funcionários …

Encontrada carruagem romana milenar com restos fósseis dos cavalos

Uma equipa de arqueólogos do Museu da Cidade de Vinkovci e do Instituto da Arqueologia de Zagreb, na Croácia, encontrou uma carruagem romanda de duas rodas com os corpos fossilizados de dois cavalos. Os especialistas consideram …

Caos no Chile. Governo anula aumento do preço do metro que iniciou protestos

O Governo do Chile anulou esta segunda-feira o aumento do preço dos bilhetes do metropolitano, depois de a medida ter provocado violentos protestos que se generalizaram no país. Esta terça-feira, com apenas uma linha do metro …