Reactor nuclear às portas de Lisboa não tem plano de segurança

Instituto Superior Técnico de Lisboa

Edifício no Campus Tecnológico e Nuclear do Instituto Superior Técnico de Lisboa.

Edifício no Campus Tecnológico e Nuclear do Instituto Superior Técnico de Lisboa.

O Reactor Nuclear Português, situado às portas de Lisboa, não tem um Plano de Emergência. O alerta foi dado há três anos pela entidade reguladora do sector, mas nada foi feito para elaborar esse plano de segurança.

Localizado no pólo do Instituto Superior Técnico (IST) na Bobadela, em Loures, distrito de Lisboa, o chamado Reactor Português de Investigação (RPI) existe com fins de investigação académica e de ensino, sendo o único do género em toda a Península Ibérica.

Mas em 2014, a Comissão Reguladora para a Segurança das Instalações Nucleares (COMRSIN) detectou uma falha de segurança no RPI, por não estar definido um Plano de Emergência, conforme reporta o jornal Correio da Manhã.

Apesar do alerta enviado para o IST, nada foi feito para avançar com as medidas de segurança exigidas, segundo avança o diário.

“O reactor está a funcionar desde 1961 e nunca teve um plano de emergência para a população saber o que fazer em caso de acidente”, aponta o presidente da COMRSIN, António Fonseca, em declarações ao CM.

O reactor está situado junto à estrada EN10 e nas suas proximidades existe uma vasta área de habitação e de comércio.

“A COMRSIN foi criada em 2012, e como órgão regulador certificámos o RPI em 2014. Notificámos o Técnico para trabalhar com a Protecção Civil, para criarem o plano”, acrescenta ainda António Fonseca.

Todavia, o IST não avançou com a definição das medidas de segurança necessárias e que devem abranger toda a área em torno do RPI, num raio máximo de 300 metros, conforme salienta o CM.

Fugas de água radioactiva entre as falhas detectadas

O Reactor está parado há quase 10 meses, após uma avaliação feita por peritos da Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA), em Fevereiro de 2016, a pedido da COMRSIN, que detectou várias falhas, apontando a necessidade de melhorar a segurança e de proceder a reparações, conforme se pode ler no relatório divulgado no site da entidade reguladora.

No relatório foram sinalizados aspectos relacionados com “a gestão dos resíduos, a detecção de fugas de água radioactiva e a detecção sísmica, até à protecção radiológica, e aos procedimentos de emergência”, conforme adianta a SIC Notícias.

Os peritos ainda sublinharam que o RPI precisa de “mais recursos humanos qualificados para garantir a segurança da operação” e que urge “reparar a fuga de água radioactiva existente na piscina do reactor que deve ser estanque”, de acordo com a estação de Carnaxide.

A AIEA entende também que Portugal deve estudar a importância e a necessidade do Reactor, que já tem mais de 50 anos, para tomar uma decisão quanto ao seu futuro, sendo certo que os peritos da entidade internacional defendem que se inicie já a preparação de um Plano de Desmantelamento da unidade, segundo refere a SIC Notícias.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Magia termodinâmica. Dispositivo promete transformar água a ferver em gelo sem consumir energia

Físicos da Universidade de Zurique, na Suíça, desenvolveram um dispositivo incrivelmente simples que permite que o calor flua temporariamente de um objeto frio para outro objeto quente sem precisar de uma fonte de alimentação externa. Para …

Papagaio cúmplice de criminosos detido pelas autoridades brasileiras

No Brasil, um papagaio cúmplice de traficantes de droga foi preso pelas autoridades. O animal avisava o casal de criminosos da chegada da polícia. Na favela da cidade de Teresina, no Brasil, o papagaio dizia "a …

Há duas portuguesas desaparecidas e sete mortos após naufrágio em São Tomé e Príncipe

O número de mortos causados pelo naufrágio de um navio perto da ilha são-tomense do Príncipe subiu para sete, existindo ainda 10 desaparecidos, disse fonte do governo regional. “Mais um corpo sem vida, de uma criança, …

Casal está em risco de pena de morte por construir uma casa no mar

Um americano e a sua namorada tailandesa podem terminar os seus dias na prisão ou até serem condenados à morte. As autoridades da Tailândia acusam o casal de ter construído uma casa em águas do país …

Muitas pessoas não se conseguem localizar num mapa

Quando o mau tempo ameaça, os meteorologistas usam mapas para mostrar onde estão localizadas as tempestades e para onde vão. Mas é importante que as pessoas saibam se estão no caminho destas catástrofes. Uma percentagem substancial …

Milícia planeava assassinar Barack Obama e Hillary Clinton

O líder de uma milícia norte-americana que capturava imigrantes sem documentos na fronteira com o México, Larry Hopkins, foi detido no sábado e confessou ao FBI que o grupo planeava matar Barack Obama, Hillary Clinton …

Urina ajuda arqueólogos a acompanhar a ascensão da agricultura

Estudar os vestígios de urina de ovelhas e cabras está a fornecer aos arqueólogos um vislumbre da domesticação de animais numa aldeia turca há 10.000 anos. Uma das transições mais marcantes da História foi quando o …

Inscrição antiga revela o que aconteceu à cidade prestes a tornar-se a capital da Assíria

Cientistas decifraram um texto do Rei Sargão II da Assíria, que governou entre 722 e 705 a.C. A inscrição, mal conservada, relata a conquista da cidade de Carquemis, descobrindo os planos para transformá-la na nova …

Uma das praias mais famosas do Hawai está prestes a ficar submersa

Os legisladores estão a tomar medidas para enfrentar os efeitos da mudança climática antes que seja tarde demais numa nova tentativa de reconstruir a famosa praia de Waikiki para proteger os moradores de futuras inundações. O …

Afinal, a chita não é o animal mais rápido do mundo

A classificação dos animais mais rápidos do planeta não tem, na maioria das vezes, em conta a proporção do seu tamanho e da sua velocidade máxima. Esta classificação, que utiliza como medida a quantidade de segundos …