De caçadeira em punho contra mulher adúltera. Polémica com vídeo de Valete

Numa altura em que continuam a contar-se as mulheres que morrem vítimas de violência doméstica, o último videoclip de Valete, um dos rappers mais reconhecidos do país, está a causar polémica. Há quem considere que faz a “apologia da violência” e da “humilhação” sobre as mulheres.

O rapper já veio contestar a ideia, garantindo que o videoclip e a música não têm mensagem. “É só uma boa história, não tem mensagem”, sustenta Valete em declarações ao Diário de Notícias (DN) falando da “PIDE feminista”.

Em causa está a música “BFF” que vai integrar o álbum “Em Movimento” a lançar por Valete. No videoclip da canção, um homem surpreende a mulher na cama com o seu melhor amigo e insulta-a, acusando-a de viver à custa dele e empunhando uma caçadeira contra ambos.

Pelas redes sociais, são muitas as críticas ao videoclip e há até quem sublinhe que Valete “é o Neto de Moura da música portuguesa“.

O comediante Diogo Faro ironiza que é importante que, em 2019, ainda haja alguém a retratar a mulher como “propriedade do homem” e o homem “como um atrasado mental”.

Não era aquele vídeo que faltava de certeza num país em que já foram mortas 20 mulheres este ano”, lamenta a artista Blaya em declarações ao DN, sublinhando que “o primeiro impacto” leva a concluir que “está a incentivar os homens a tratar mal as mulheres só por um motivo passional”.

Para Rita Ferro Rodrigues, da associação feminista Capazes, o videoclip “é extremamente perigoso” porque “coloca a mulher como dano colateral fútil de uma rixa entre machos e banaliza de forma inadmissível a violência e a misoginia”, como refere ao DN.

Também a cantora Sónia Tavares, dos The Gift, veio a terreiro criticar o videoclip de Valete, através de uma publicação no Instagram. “Anda aqui uma mulher a fazer campanhas contra a violência doméstica e tu baralhas-me isto tudo”, queixa-se. “És um tipo tão inteligente, escreves tão bem, fazes tão boa música, mas este vídeo não dá”, lamenta Sónia Tavares, frisando que as crianças que gostam da música dele “não vão perceber que este vídeo pode ser um abre-olhos”. “Uma voz activa como a tua era essencial na campanha contra a violência”, conclui.

Como resposta à cantora dos The Gift, Valete fala em “condescendência”, apelando-lhe que não confunda “luta feminista com PIDE”. “Onde é que está decretado que não se pode fazer ficção com violência? Como fiz em toda a minha vida, contei uma boa história, consegui levar para um registo cinematográfico e chegámos a este resultado”, considera. “É uma boa história e bom cinema”, acrescenta o rapper, atirando que “Sónia e a sua gang da PIDE decretaram agora que não se pode fazer filmes com violência e que não se pode fazer arte sem mensagem”. “Já agora manda também mensagens ao Scorcese [realizador norte-americano] quando ele põe maridos traídos a matar esposas nos filmes dele”, conclui.

Em declarações ao DN, Valete reforça estas ideias, salientando que a música não tem mensagem e que o videoclip ilustra apenas “um cineasta e um novelista a contar uma história”. “Criei uma personagem machista de propósito“, diz ainda o rapper, acreditando que não está “a reiterar estereótipos”.

“BFF” é só o primeiro episódio de uma novela rap

“O Valete nunca disse que não há machismo, que não há homicídio passional… A história aconteceu perto de mim. 90% do que estou a narrar ali é verídico. Não há ali juízo de valor”, constata ainda.

“Houve um grupo pequeno de feministas que não gostou – feministas de classe média alta, que não ouvem rap. E um grupo de machistas ignorantes que também não entendeu”, refere Valete, considerando que “não é a primeira vez que há má interpretação de músicas”.

Valete diz que a história do videoclip de “BFF” foi apenas “o pedaço de algo que vai ter continuação”. “Vai haver um desenvolvimento das personagens, vai ser uma série”, diz, frisando que “ao terceiro ou quarto episódio” será possível “perceber o registo que nunca viu na vida – um rapper a contar uma novela“. “As pessoas estão a ter dificuldade em lidar com a coisa nova”, realça.

Pelas redes sociais, também há quem defenda o rapper, queixando-se do “politicamente correcto”. Outros recordam outras músicas de intervenção de Valete, nomeadamente “Não te adaptes”, onde fala do papel da mulher, e “Roleta Russa”, onde apela ao uso do preservativo, para vincar como ele sempre teve cuidado em passar mensagens socialmente importantes.

Em entrevista ao Correio da Manhã, Valete chegou a admitir que o rap tem “um discurso sexista”, considerando que isso se deve à “escassez de mulheres a fazer hip-hop” em Portugal. “É importante que as mulheres ensinem o feminismo aos homens“, dizia. “Sabendo que os miúdos aprendem hoje muito através do hip-hop, se nós tivéssemos mais mulheres a fazer rap provavelmente até já estávamos mais avançados nesta questão do feminismo”, concluía.

ZAP //

PARTILHAR

9 COMENTÁRIOS

  1. Não vejo este videoclip como uma “rixa entre machos” ou como uma forma de “humilhação” sobre as mulheres. Vejo-o como um retrato da vida real; como quando a dignidade de alguém é ofendida e são despertados os sentimentos mais horríveis que existem no ser humano. Nesta história foi um homem a passar por uma situação de ofensa, mas poderia ser uma mulher e, provavelmente, que os sentimentos despertados seriam os mesmos.
    Segundo o artigo, o Valete refere que a história será uma “novela” e que irá haver um “desenvolvimento das personagens”. No final do vídeo o personagem acorda e percebe que tudo não passou de um horrível pesadelo, mas na realidade a namorada traiu-o com o melhor amigo que se escondeu no armário. Poderá acontecer que no desenrolar da história o personagem ofendido aja de forma menos instintiva e mais racional.

    • Nem mais…
      Não me revejo em nenhum dos comentários dessas feministas, só o nome já me arrepia, porque se fosse um homem a assumir que era machista não faltaria!
      Não vejo mal algum neste video do valete, a maldade está na cabeça das pessoas!
      Claro que existe violência contra mulheres e tem que se combater esse flagelo, mas não podem impor a um artista que se contenha na sua arte quando apenas retrata o que mais se vê por aí.
      Tenham juizinho meninas que querem ficar bem na fotografia do politicamente correto!

      • Olá Ana Isabel!
        Vamos só tentar esclarecer a diferença entre feminismo e machismo.

        FEMINISMO > Movimento ideológico que preconiza a ampliação legal dos direitos civis e políticos da mulher ou a igualdade dos direitos dela aos do homem.
        (in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa – https://dicionario.priberam.org/feminismo [consultado em 26-09-2019].

        MACHISMO > Ideologia segundo a qual o homem domina socialmente a mulher.
        (in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa – https://dicionario.priberam.org/machismo [consultado em 26-09-2019].

  2. Tenho de admitir que Valete tem razão. Não concordo com a forma como a Sónia interpretou esta questão, apesar de a ter em boa consideração pois sou amigo pessoal dos The Gift. Retratar uma situação social não é o mesmo do que incentivá-la ou inaltecê-la. Até onde podemos saber, Valete poderá provavelmente estar a fazer uma crítica social com esta cena deste clip musical. Acho puritano e higiénico querer proibir a ilustração dos problemas reais para de forma forçada, fingir que eles não existem, forjando uma visão cosmética da realidade, de matriz ainda por cima mais ideológica do que outra coisa. como diz Valete e bem, daqui a bocado proibem Scorcese ou Tarantino de fazer films com violência. Voltem filmes Slasher, Exploitation e Giallo… Estão perdoados!

    A violência no mundo real, seja ela física ou psicológica, é uma coisa errada e um problema contra o qual importa caminhar. Mas cuidado com essa visão altamente parcial da realidade que descreve a violência como sendo algo maioritáriamente masculino. Tanta violência é praticada por homens como mulheres numa relação. Ouvimos permanentemente que os homens tendem a ser fisicamente violentos com as mulheres com mais frequência do que vice-versa. Ok, isso é uma verdade incontestável, obviamente explicada pelo facto de que os homens são mais fortes que as mulheres e os mais fortes tendem a abusar dos mais fracos, assim como as mães tendem a repreender fisicamente seus filhos (geralmente mais que os pais). Por outro lado, é bem sabido que as mulheres tendem a recorrer à agressividade passiva e à pressão psicológica, nos relacionamentos “tóxicos”, como forma de exercer violência contornando a inferioridade da força física.

    No entanto, se um homem que bate em uma mulher tenta justificar suas ações dizendo que ela estava a ser psicologicamente agressiva com ele, a sociedade indigna-se porque ele tentou justificar suas violentas acções misóginas! .. Como é que ele se atreve?! .. Mas, aparentemente, já parece ser perfeitamente razoável que uma mulher esmague o cérebro de um marido com um martelo, se ele se atreve a incomodá-la demais, psicologicamente:

    https://www.bbc.co.uk/news/uk-england-surrey-47381476 (espero que o link externo não seja motivo de bloqueio do comentário)

  3. Que ninguém tenha dúvidas que vivemos uma ditadura feminista.. Onde os Estados são misandricos e discriminam o homem.. Mas parece que até já querem proibir a liberdade de expressão, temos que aceitar o feminazismos e ficar calados tipo masoquista!

  4. Não se correrá o risco de se entrar numa escalada onde a mulher passará a ser um ser intocável, uma espécie de religião islâmica ou etnia cigana que não podemos criticar livremente pelos seus maus actos porque corremos o risco de sermos racistas? Com demasiados proteccionismos é que me parece que a mulher não conseguirá emancipar-se de verdade, será sempre um género de espécie protegida o que originará sempre clivagens entre sexos.

  5. 1 – quem é este artista?
    2 – tanta indignação: realmente, a melhor solução para os problemas é mesmo não se falar deles…
    3 – e claro, a treta do costume: a violência doméstica é exclusiva do homem. As mulheres não praticam tais crimes. Não há homicidas mulheres. Tadinhas das senhoras…

RESPONDER

Uma inexplicável explosão de ondas gravitacionais atingiu a Terra (e atordoou os astrónomos)

Uma equipa de investigadores detetou uma misteriosa explosão de ondas gravitacionais, cuja natureza deixou os astrónomos totalmente perplexos. O fenómeno foi registado a 14 de janeiro deste ano pelo Observatório de Ondas Gravitacionais por Interferómetro Laser …

O mar interno da misteriosa Encélado "grita" habitabilidade

Uma equipa de especialistas desenvolveu um novo modelo geoquímico que revela que o dióxido de carbono do interior de Encélado, lua de Saturno que abriga um oceano, pode ser controlado através de reações químicas no …

Os Simpsons podem ter previsto o surto do novo coronavírus da China

A série de televisão animada "Os Simpsons" é conhecida por ter feito profecias que, com o passar do tempo, se tornaram mesmo realidade. Agora, os fãs do programa parecem ter encontrado um episódio que prediz …

Identificada nova espécie de dinossauro que viveu há mais de 150 milhões de anos

Paleontólogos identificaram, nos Estados Unidos, uma nova espécie de dinossauro do género dos alossauros, que viveu há mais de 150 milhões de anos. A espécie, que tem o nome de Allosaurus jimmadseni, foi identificada a partir …

Escorpião com 436 milhões de anos foi dos primeiros animais a pisar a Terra

Cientistas descobriram um escorpião com 436 milhões de anos que terá sido um dos primeiros animais da Terra a migrar dos habitats aquáticos para os terrestres. Foram encontrados dois fósseis da espécie num antigo mar tropical …

Bruno de Carvalho disposto a liderar SAD do Sporting com Varandas

O ex-presidente do Sporting admitiu, esta sexta-feira, estar disposto a liderar a SAD do clube, mesmo com Frederico Varandas como presidente. No seu comentário semanal na Rádio Estádio, Bruno de Carvalho disse estar disposto a regressar …

A Inteligência Artificial teria resolvido o mistério da fuga de Alcatraz

Um programa de Inteligência Artificial (IA) poderia ter resolvido o mistério da fuga dos irmãos irmãos John e Clarence Anglin e Frank Morris da prisão de Alcatraz, que foi considerada uma das mais seguras dos …

Mais de 30 militares dos EUA ficaram com lesões cerebrais após ataque iraniano

Mais de 30 militares norte-americanos ficaram com lesões cerebrais traumáticas na sequência do ataque iraniano na base militar de Ain al-Assad, no Iraque. 34 militares norte-americanos ficaram com lesões cerebrais traumáticas na sequência do ataque levado …

Homem que torturou suspeitos de planear o 11 de setembro diz que o voltaria a fazer

James Mitchell torturou os cinco suspeitos de terem planeado o ataque de 11 de setembro de 2001. Em tribunal, disse que não tem remorsos e que o voltaria a fazer. James Mitchell foi o psicólogo responsável …

Belenenses e Belenenses SAD chegam a acordo para suspender ações judiciais

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) anunciou, esta sexta-feira, que foi alcançada uma suspensão das ações judiciais entre o Belenenses e a Belenenses SAD. Em comunicado publicado na sua página oficial, a FPF informou que o …