Quim Torra nega ligações a independentistas acusados de integrarem grupo terrorista

Andreu Dalmau / EPA

Quim Torra, o Presidente do governo regional da Catalunha

A imprensa acusou Quim Torra de manter ligações a independentistas que integram grupo terrorista com base em transcrições de escutas telefónicas. Esta quinta-feira, o presidente do governo regional da Catalunha negou.

O presidente do governo regional da Catalunha, Quim Torra, negou esta quinta-feira “qualquer ligação” com os independentistas em prisão preventiva, acusados de pertencer a um grupo “terrorista” e de planear a ocupação do parlamento regional.

A negação surgiu depois do primeiro-ministro espanhol em funções, Pedro Sánchez, ter pedido esclarecimentos após a imprensa ter publicado essas acusações, a dias das eleições legislativas de domingo.

Segundo as transcrições de escutas telefónicas consultadas pela agência de notícias francesa France Presse, dois dos suspeitos detalharam planos para ocupar o parlamento catalão e “resistir uma semana” com o governo regional “no interior”.

O homem apresentado como o fundador do grupo também se gabava de trabalhar para “proteger as conversas” entre Quim Torra e o anterior presidente catalão Carles Puigdemont, que fugiu para a Bélgica. No vídeo das declarações aos procuradores, esse homem argumentou também que a instrução para ocupar o parlamento “veio da presidência de Torra”.

Em comunicado, o atual presidente catalão negou e disse não “dar credibilidade” às informações publicadas, afirmando “não ter tido nenhum tipo de relacionamento com os detidos”.

A Guardia Civil suspeita que esses ativistas queriam ocupar o parlamento catalão no mesmo dia em que foram anunciadas as sentenças de prisão dos nove líderes pró-independência, pela tentativa de secessão em 2017. Essa condenação, a 14 de outubro, foi imediatamente seguida por uma onda de protestos na Catalunha, marcada por distúrbios violentos.

Os ativistas acusados de quererem ocupar o parlamento foram presos em setembro por pertencerem, segundo a justiça espanhola, a um novo grupo intitulado Equipa de Resposta Tática, que é acusado de querer estabelecer a República catalã “por todos os meios, incluindo violência”.

Um deles é acusado por ter acumulado em casa “equipamentos e substâncias que podem ser usados para fabricar explosivos”.

Para o advogado Xavi Pellicer, coordenador da defesa dos réus, “a acusação de terrorismo não é, de todo, sustentada”, nem qualquer outra, e o caso é baseado “na intencionalidade e ideologia dessas pessoas, mais do que em fatos concretos”.

A única ação em que alguns dos suspeitos estão acusados de terem realizado foi o derramamento de óleo numa estrada, pela qual a comitiva que levava os líderes independentistas para o julgamento em Madrid tinha de passar.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Hélder Amaral: "O meu partido de sempre está a morrer"

Em declarações ao semanário Expresso, o antigo deputado do CDS-PP, Hélder Amaral, diz-se desiludido com o seu partido. O ex-deputado centrista Hélder Amaral, que foi também presidente da distrital de Viseu, não está feliz com o …

EDP antecipa pagamento a mais de mil fornecedores em Portugal e Espanha

A EDP vai antecipar o pagamento a mais de mil fornecedores, uma iniciativa que, à semelhança do que já aconteceu no último ano, irá manter-se para todos os pagamentos a fornecedores ao longo do primeiro …

Há centenas de pessoas em busca de tesouros que não existem na Índia (e a culpa é de um boato)

Moradores de pelo menos três vilas no distrito de Rajgarh, no estado indiano de Madhya Pradesh (MP), passaram a última semana à procura de um tesouro antigo que provavemente não existe. Centenas de aldeões estão a …

João Ferreira diz que Marcelo deixou jovens em situação de "vulnerabilidade" (e elogia lay-off a 100%)

João Ferreira criticou este sábado o atual Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa por deixar os jovens em situação de "vulnerabilidade". O candidato presidencial João Ferreira afirmou, este sábado, que o Presidente da República, Marcelo …

Marisa Matias critica que apenas 1% do orçamentado seja gasto com cuidadores informais

Marisa Matias, candidata presidencial apoiada pelo Bloco de Esquerda, criticou este sábado que apenas tenha sido executado 1% da verba prevista no Orçamento do Estado para 2020 para os projetos-piloto dos cuidadores informais. Os atrasos e …

Ana Gomes considera "elucidativo" que Sócrates a ataque e elogie Marcelo

Ana Gomes, candidata às eleições presidenciais, considerou “elucidativo” que o antigo primeiro-ministro José Sócrates a tenha atacado e elogiado Marcelo Rebelo de Sousa. Questionada pelos jornalistas sobre o artigo de José Sócrates divulgado na sexta-feira, em …

Só pela profissão, professores "não são grupo de risco"

Graça Freitas reconheceu a importância dos professores "para o funcionamento do país", mas rejeitou considerá-los um grupo de risco esta sexta-feira. Os professores não são considerados um grupo de risco que deva ser integrado entre as …

João Leão infetado com covid-19

João Leão, ministro das Finanças, testou positivo à covid-19. O governante encontra-se assintomático e em confinamento domiciliário. O ministro de Estado e das Finanças, João Leão, testou positivo à covid-19. A informação foi adiantada este sábado …

Ricardo Salgado quer anular multa de 75 mil euros

A defesa de Ricardo Salgado recorreu ao Supremo Tribunal de Justiça para tentar anular uma decisão do Tribunal da Relação de Lisboa que confirmou uma multa de 75 mil do Banco de Portugal por causa …

Portugueses começam a votar nas Presidenciais este domingo. Há 246 mil inscritos

Os portugueses começam a votar já neste domingo, uma semana antes das eleições Presidenciais de 24 de janeiro, no chamado voto antecipado em mobilidade para que se inscreveram mais de 246 mil eleitores. As europeias e …