Um enorme navio quebra-gelo vai ficar preso (de propósito) no oceano Ártico

O navio quebra-gelo RV Polarstern vai sair da Noruega nas próximas semanas, com destino ao Ártico, para estudar nos próximos meses como as alterações climáticas estão a remodelar este oceano.

Um dos navios mais indestrutíveis do mundo — RV Polarstern — vai partir da Noruega no próximo dia 20 de setembro, em direção ao Oceano Ártico, onde ficará preso nos próximos 13 meses (de forma propositada). O quebra-gelo tem um objetivo ambicioso: determinar como as alterações climáticas estão a remodelar este oceano, escreve o Live Science.

A expedição, chamada de Multidisciplinary drifting Observatory for the Study of Arctic Climate (MOSAIC) — algo como Observatório Multidisciplinar de Deriva para o Estudo do Clima do Ártico —, está a ser planeada há anos. Com um investimento de mais de 118 milhões de euros, vai exigir a participação de mais de 600 pessoas, entre cientistas e equipa técnica.

O líder da expedição, Markus Rex, do Instituto Alfred Wegener (que opera o Polarstern), afirma que o navio vai entrar provavelmente no gelo marinho flutuante em meados de outubro e depois ficará à deriva no Ártico, cercado de gelo, até ao próximo verão, antes de voltar ao seu porto de origem em Bremerhaven, na Alemanha, no outono.

A MOSAIC vai investigar as fontes de energia ambiental envolvidas no derretimento e movimentação do gelo marinho; a formação e precipitação das nuvens do Ártico e os efeitos das transferências de calor e massa entre a atmosfera, o gelo e o oceano. Depois, as descobertas serão usadas para refinar os modelos computacionais do clima global.

Em diferentes fases da expedição, centenas de pessoas vão ser transportadas para este navio através de outros quatros quebra-gelo — a partir da Suécia, Rússia e China — e por aeronaves que vão pousar numa pista de gelo construída nas proximidades.

Ao contrário de outras expedições científicas, os cientistas vão estudar o ambiente do Ártico durante todo o seu ciclo anual de congelamento e descongelamento, desde o crescimento do gelo marinho no outono até à sua rutura no verão seguinte.

Quando o gelo for espesso o suficiente (cerca de 1,5 quilómetros de espessura), vão ser instalados acampamentos e instrumentos científicos a até 50 quilómetros do navio. As medições serão feitas até quatro mil metros abaixo da superfície e a altitudes superiores a 35 mil metros.

A nova expedição recorda a viagem realizada, no final do século XIX, pelo Fram, navio de Fridtjof Nansen. O cientista norueguês e a sua equipa de 12 elementos deixaram Tromsø, a mesma cidade de onde vai partir agora o RV Polarstern, em julho de 1893, e começaram a flutuar pelo gelo marinho em outubro, perto das Ilhas da Nova Sibéria.

Depois de andar à deriva durante quase dois anos, Nansen ficou insatisfeito com o progresso do navio, tendo decidido deixá-lo, em março de 1895, na tentativa de alcançar o Polo Norte sobre o gelo, juntamente com Hjalmar Johansen, um dos tripulantes.

Mas menos de um mês mais tarde, o frio intenso e o agravamento do clima obrigaram os dois exploradores a suspender a expedição e a passar o inverno polar na Terra de Francisco José, um arquipélago polar russo.

Nansen e Johansen acabariam por ser resgatados por outra expedição no Ártico, e o Fram permaneceu congelado até agosto de 1896, antes de voltar com a restante equipa para a Noruega.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

UE reduz lista de países para reabrir fronteiras e mantém EUA e Brasil de fora

Os Estados-membros da União Europeia (UE) atualizaram, esta quinta-feira, a lista de países aos quais reabrem as fronteiras externas, mantendo de fora os Estados Unidos e o Brasil. "Na sequência da primeira revisão ao abrigo da …

24 horas depois, estátua de manifestante antirracismo em Bristol foi removida

A estátua de uma manifestante do movimento Black Lives Matter, erguida, esta quarta-feira, na cidade de Bristol, no Reino Unido, já foi removida. De acordo com o jornal The Guardian, 24 horas depois de ter sido …

Advogados continuam luta para manter declarações fiscais de Trump em segredo

Depois de o Supremo Tribunal ter determinado que os procuradores nova-iorquinos podem ter acesso às declarações de impostos do Presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, os seus advogados informaram na quarta-feira que estavam a considerar …

EUA negam vistos a funcionários da Huawei que apoiem "violadores de direitos humanos"

Esta quarta-feira, o Governo norte-americano que vai impor restrições nos vistos a funcionários da Huawei e a outras empresas que os Estados Unidos vejam como apoiantes de Governos violadores de direitos humanos. Além das restrições, o …

Ventilador produzido em Portugal recebe autorização de utilização do Infarmed

O ventilador Atena, produzido em Portugal, recebeu, na terça-feira, a autorização do Infarmed para o seu uso em contexto hospitalar na luta contra a covid-19. Esta quarta-feira, numa publicação na sua página de Facebook, o CEiiA …

American Airlines avisa 25 mil trabalhadores que podem perder emprego

Os dirigentes da American Airlines escreveram a cerca de 25 mil trabalhadores da transportadora aérea para lhes comunicar que o seu emprego pode desaparecer em outubro. Os dirigentes das Companhias de aviação dos Estados Unidos admitiram …

Trump substitui diretor de campanha a menos de quatro meses das eleições

O Presidente dos Estados Unidos substituiu, esta quarta-feira, o seu diretor de campanha, perante os maus resultados nas sondagens, a menos de quatro meses das eleições. "Tenho o prazer de anunciar que Bill Stepien foi promovido …

Bristol acordou com uma nova estátua. Manifestante antirracismo substitui comerciante de escravos

Bristol acordou com uma nova estátua. Um artista britânico ergueu uma estátua de uma manifestante do movimento ‘Black Lives Matter’ no topo do pedestal na cidade inglesa antes ocupado pela estátua de um comerciante de …

Enfermeira norte-americana matou sete doentes num hospital de veteranos com injeções de insulina

Uma enfermeira num hospital de veteranos norte-americanos matou deliberadamente pelo menos sete doentes com injeções de insulina. A mulher, que admitiu o crime, deverá ser condenada a sete penas de prisão perpétua, mais 20 anos …

PSP pôs fim à festa do título na Avenida dos Aliados. Um polícia ficou ferido

Na parte final dos festejos portistas, já durante a madrugada, nos Aliados, o Corpo de Intervenção da PSP do Porto foi obrigada a intervir contra um grupo de adeptos. Ninguém foi detido, mas um agente …