Putin recusa reunir-se com Erdogan e Turquia não pede desculpas à Rússia

unaoc / Flickr

Recep Erdogan, Presidente da Turquia

O presidente russo, Vladimir Putin, recusou reunir-se com o homólogo turco, Recep Tayyip Erdogan, à margem da Conferência do Clima, em Paris.

“Não está planeado qualquer encontro com Erdogan. Não está a ser combinado qualquer encontro”, disse o porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov, esta segunda-feira, em Moscovo.

Erdogan pediu um encontro a sós com Putin, numa altura em que os dois países atravessam uma crise diplomática suscitada pelo abate de um avião russo na zona de fronteira entre a Turquia e a Síria.

A Turquia anunciou a 24 de novembro que dois dos seus caça-bombardeiros F-16 abateram um SU-24 russo que violou o espaço aéreo turco junto à fronteira com a Síria.

A Rússia nega qualquer violação do espaço aéreo turco, acusando a Turquia de proteger o grupo extremista Estado Islâmico e exigindo um pedido de desculpas formal por parte de Ancara, o que até ao momento não foi aceite pelo presidente turco.

O presidente russo deverá reunir-se por outro lado com o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, à margem da cimeira do clima, segundo o porta-voz.

Turquia não pede desculpas

A Turquia, por sua vez, recusa pedir desculpas por ter abatido um avião russo na fronteira com a Síria e pede à Rússia que reconsidere as sanções económicas de retaliação adotadas.

“A proteção do nosso espaço aéreo é não só um direito como um dever do governo e nenhum primeiro-ministro ou presidente turco vai pedir desculpa por cumprir o seu dever”, disse esta segunda-feira o primeiro-ministro turco, Ahmet Davutoglu, na sede da NATO, onde se reuniu com o secretário-geral, Jens Stoltenberg.

“Esperamos que a Rússia reconsidere estas medidas no interesse de ambos”, acrescentou, referindo-se às sanções económicas que Moscovo impôs à Turquia em retaliação pelo abate do avião, na terça-feira passada.

O primeiro-ministro turco disse ainda que Ancara “está preparada” para “falar, dar mais informações e normalizar relações” com a Rússia.

O secretário-geral da NATO repetiu por seu lado o que já tinha afirmado no dia do incidente, apoiando o direito da Turquia em defender-se e apelando a um apaziguamento da tensão.

“Celebro todos os contactos entre Moscovo e Ancara. O importante é acalmar as tensões“, disse, frisando que o abate do avião foi um ato de “autodefesa” e pedindo à Rússia que assuma um “papel construtivo” concentrando-se no combate ao grupo extremista Estado Islâmico, “o inimigo comum”.

Horas antes da visita de Davutoglu ao quartel-general da NATO, em Bruxelas, a presidência russa disse à imprensa ter recusado um pedido do presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, para um encontro a sós com o homólogo russo, Vladimir Putin, à margem da Cimeira do Clima em Paris.

Turquia entrega a Moscovo corpo de piloto russo

O primeiro-ministro tinha anunciado no domingo que o corpo do piloto russo morto quando o seu avião foi abatido pela Turquia na semana passada será entregue a um representante de Moscovo após ter regressado da Síria.

“O piloto que perdeu a vida durante a violação aérea foi recebido por nós na fronteira [síria] na semana passada”, disse Ahmet Davutoglu em Istambul, antes de partir para o encontro com os líderes europeus em Bruxelas.

Davutoglu indicou que um representante russo iria deslocar-se “em breve” à região de Hatay, com um oficial do exército turco, para tomar posse do corpo.

A embaixada russa na Turquia disse à agência RIA Novosti que o corpo de Oleg Peshkov será transportado de Hatay para um aeródromo em Ancara, onde o esperará o embaixador.

/Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Segunda vítima mortal nos protestos de Hong Kong. Xi Jinping condena manifestações

O quarto dia consecutivo de protestos ficou marcado pela morte de um homem de 70 anos. Esta é a segunda vítima mortal desde o início das manifestações em Hong Kong. De acordo com a imprensa internacional, …

Governo prepara dois novos escalões de IRS para a classe média

O primeiro-ministro afirmou esta quinta-feira que o objetivo do Governo no próximo Orçamento é dar “um primeiro passo” para conferir uma maior progressividade no IRS e diminuir o peso deste imposto sobre os vencimentos da …

Dois procuradores do caso Tancos vão sair do DCIAP

Os procuradores Vítor Magalhães e João Valente, da equipa que investigou o caso Tancos, vão sair do Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP) no âmbito do movimento de magistrados do Ministério Público (MP), …

Cerca de 40% dos hospitais têm ruturas diárias de medicamentos

Os preços "excessivamente baixos dos medicamentos genéricos" são a causa mais importante identificada pelos hospitais para as ruturas de fornecimento. Quase 40% dos hospitais do Serviço Nacional de Saúde (SNS) indicam ter diariamente ruturas no fornecimento …

Secretário de Estado: despenalizações como a que absolveu o Benfica vão terminar. "Será inapelável"

João Paulo Rebelo assegurou que a entrada em vigor da lei de combate à violência no desporto evitará situações como a que levou à recente anulação do castigo imposto ao Benfica. O secretário de Estado da …

Morales quis dialogar. Presidente interina da Bolívia mandou-o calar-se

O ex-Presidente Evo Morales ofereceu-se para regressar à Bolívia para "ajudar a pacificar o país, não para ser candidato", mas Jeanine Añez, que assumiu a presidência interina do país, respondeu que Morales não pode participar …

Cientistas reconstruiram a cara mutilada de uma guerreira Viking

Um esqueleto encontrado num cemitério Viking em Solør, na Noruega, tinha sido identificado como sendo de uma mulher há vários anos, mas os especialistas não tinham a certeza se tinha sido verdadeiramente uma guerreira. Agora, a …

Banco de Portugal vai pagar ao Estado valor recorde em dividendos em 2020

O Banco de Portugal deverá pagar ao Estado cerca de 550 milhões de euros em dividendos em 2020. Este é o montante que está em cima da mesa, mas ainda é prematuro calcular o valor. A remuneração …

Governo aprova salário mínimo de 635 euros para 2020

O Conselho de Ministros aprovou esta quinta-feira o aumento do salário mínimo para 635 euros a partir de janeiro de 2020, medida que o Governo estima que poderá abranger 720 mil trabalhadores, foi anunciado. Em conferência …

A Igreja Católica medieval moldou a sociedade ocidental (e deu à luz europeus "estranhos")

As pessoas do Ocidente são psicologicamente diferentes de todas as outras pessoas do mundo. Estudos globais descobriram que os europeus ocidentais e os seus descendentes tendem a ser mais individualistas, menos conformistas e confiam mais …