PSP reabre Faculdade de Direito em Lisboa sob protesto dos estudantes

Miguel A. Lopes / Lusa

A Polícia de Segurança Pública (PSP) reabriu as portas da Faculdade de Direito, em Lisboa, que tinham sido encerradas a cadeado, cerca das 08h30, pelos estudantes em protesto contra o processo de avaliação.

Apesar de os cadeados terem sido retirados, os alunos mantiveram-se em frente às portas, impedindo a entrada, situação que levou a PSP a retirar os estudantes à força, constatou a agência Lusa no local.

Por volta das 09h30, o presidente da Associação Académica da Faculdade de Direito de Lisboa, Gonçalo Martins dos Santos, informou a mais de uma centena de alunos, no local, de que a polícia estava a avisar que se tratava de uma manifestação ilegal.

O responsável explicou aos manifestantes que as faixas tinhas de ser retiradas e o protesto terminado.

Os estudantes de direito da Universidade de Lisboa fecharam hoje a cadeado a Faculdade em protesto pelo processo de avaliação, disse à Lusa o presidente da Associação Académica da Faculdade de Direito de Lisboa.

“No passado dia 30 de novembro de 2017, em sede de Reunião Geral de Alunos, deliberou-se o encerramento da Faculdade atendendo ao manifesto desrespeito, traduzido em inúmeras situações de incumprimento, do Regulamento de Avaliação e dos Estudantes pela Direção da Faculdade e pela maioria do seu corpo docente”, justifica a Associação.

De acordo com o presidente da Associação Académica da Faculdade de Direito de Lisboa, os estudantes estão “descontentes” e “preocupados com a forma como estão a ser avaliados”.

O diretor da faculdade, Pedro Romano Martinez, por sua vez, disse ter ficado surpreendido com a atitude dos alunos porque “os motivos não justificam os protestos”, salientando ainda que “os contactos com os estudantes têm sido constantes para a resolução do problema em causa”.

“A maior parte das aulas encontra-se a funcionar apesar do número de alunos não ser o mesmo. A atuação da polícia, que desbloqueou a entrada da Faculdade, teve de ser necessária para garantir o funcionamento do ensino público“, disse.

O diretor da faculdade garantiu que, apesar do protesto, está disponível para um novo encontro com os alunos provavelmente ainda hoje para discutir as reivindicações.

Quanto aos motivos do protesto, o responsável afirmou que “provavelmente estarão a ser gerados por serem vésperas de eleições para a associação de estudantes”.

Pelas 12h00, os alunos concentrados à porta da faculdade desmobilizaram por momentos a concentração para irem assistir a uma aula.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

GNR inicia operação para dar segurança nas celebrações e peregrinação a Fátima

A GNR promove a partir de hoje uma operação de segurança em todo o território nacional, com maior incidência em Fátima e nas principais vias de acesso, para garantir segurança durante o deslocamento dos peregrinos …

UEFA anuncia sanções para nove dos 12 fundadores da Superliga. Real Madrid, Barcelona e Juventus denunciam "pressões e ameaças"

O Real Madrid, o Barcelona e a Juventus - os clubes fundadores da Superliga que ainda resistem - emitiram um comunicado conjunto em que reafirmam a necessidade da prova, assegurando que os clubes "receberam - …

Arqueólogos encontraram o enterro mais antigo de África. Era um menino de três anos

Uma equipa de investigadores revelou a sepultura de um menino encontrado em Panga ya Saidi, no Quénia. Esta descoberta, datada de 78 mil anos, é mais uma evidência sobre os primeiros comportamentos sociais complexos do …

Conselho Europeu admite debater “proposta concreta” de suspensão de patentes. Farmacêuticas já perdem na bolsa

O valor das empresas farmacêuticas, cotadas em bolsa, que fabricam vacinas contra a covid-19 aprovadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS) caiu entre quarta e quinta-feira.  De acordo com o Expresso, o valor das empresas farmacêuticas …

Entradas e saídas para trabalhar nas freguesias de Odemira sob cerca sujeitas a teste negativo

As entradas e saídas para trabalhar ou apoiar idosos nas freguesias de Odemira sob cerca sanitária passam a ser permitidas, mas ficam dependentes de teste negativo à covid-19, medida em vigor a partir das 8 …

Consumo excessivo de sal pode afetar as células imunitárias

Um novo estudo mostra que comer demasiado sal pode reduzir a quantidade de energia que as células do nosso sistema imunitário podem produzir, impedindo-as de funcionar normalmente. Há muito tempo que o consumo excessivo de sal …

Cimeira Social. Conselho informal e Cimeira UE-Índia marcam agenda deste sábado

Os chefes de Estado e de Governo da União Europeia reúnem-se este sábado no Palácio de Cristal, no Porto, para um Conselho informal com o Pilar Social na agenda e para uma Reunião de Líderes …

Aluna descreve ensino à distância: "Muito mau: dormir 1h, magoar a mim própria..."

Entre muitas mudanças, o coronavírus afetou o ensino. A pandemia interrompeu as aulas presenciais, mais do que uma vez, e trouxe novas rotinas. A aluna do ensino superior, Lúcia Gonçalves, conta ao ZAP as dificuldades …

Turismo de Portugal congratula-se com inclusão na “lista verde” do Reino Unido

O Turismo de Portugal congratulou-se hoje com a decisão do Reino Unido de incluir o país na “lista verde” dos destinos de baixo risco de infeção por covid-19, que considerou “boas notícias para o turismo …

Já se sabe qual é o pássaro mais "instagramável" do planeta

Cientistas já têm um veredicto: a família de aves Podargidae (pássaros também conhecidos em Inglês como "frogmouth") são o pássaro mais "instagramável" de sempre. De acordo com o site Live Science, este pássaro noturno que mais …