Psicopatas podem não ser completamente desprovidos de empatia

Os psicopatas podem não ser completamente desprovidos de empatia. Um estudo recente revela agora que os psicopatas conseguem entender os pensamentos e sentimentos das outras pessoas, mas apenas quando têm um objetivo em mente.

Quando falamos com alguém, somos capazes de interpretar algumas pistas dos ouvintes, como por exemplo um bocejo ou um olhar atento. Este é um processo de reconhecimento automático da perspetiva dos outros, uma característica que faz parte da cognição humana.

Um estudo recente, publicado na Proceedings of the National Academy of Sciences (PNAS), concluiu que os psicopatas têm uma “diminuição da propensão automática para assumir a perspetiva dos outros. Os investigadores fizeram testes em 106 indivíduos detidos numa prisão de alta segurança no Connecticut, nos Estados Unidos.

“Há muito tempo que os investigadores se intrigam com o facto de os psicopatas conseguirem um desempenho normal em testes clássicos para avaliar a capacidade de ter a perspetiva dos outros”, explica ao Público Arielle Baskin-Sommers, investigadora da Universidade de Yale (EUA) e uma das autoras do artigo científico.

Baskin-Sommers destaca o desempenho dos psicopatas por serem comummente caracterizados por terem um comportamento anti-social e “fracas emoções interpessoais”.

No estudo participaram 106 homens detidos, com idades compreendidas entre os 21 e os 67 anos. Os testes psicológicos a que foram submetidos desta vez, com tarefas orientadas para a análise desta característica cognitiva, revelaram que “psicopatas e não psicopatas são capazes de ter a perspetiva dos outros quando isso lhes é explicitamente solicitado”.

No entanto, os psicopatas “são menos capazes de se envolver automaticamente neste processo”. Os resultados afirmam a teoria de que estes indivíduos não possuem um aspeto típico da cognição humana, “o que poderá contribuir para o seu comportamento anti-social implacável”, diz a investigadora.

Assim, o artigo nota que este desrespeito crónico e notório pelo bem-estar dos outros, inerente aos psicopatas, tem sido associado a défices nos processos sociais e afetivos.

Contudo, este estudo prova exatamente o contrário.”Com este estudo mostramos que alguns dos comportamentos psicopáticos podem ser originados num défice cognitivo, especificamente uma incapacidade de automaticamente reconhecer a perspetiva do outro”, refere Arielle Baskin-Sommers.

Neste estudo em particular, os investigadores quiseram testar o processo de ToM (teoria da mente) automático e entender se os psicopatas mantinham o bom desempenho normal observado em estudos anteriores com o processo controlado e deliberado, escreve o jornal.

“Com os processos de ToM automáticos, um indivíduo representa os pensamentos ou sentimentos de outra pessoa sem pretender fazê-lo, mesmo nos casos em que tal processamento seja irrelevante para a tarefa em questão”, descreve o artigo. Os psicopatas falham nesta ação imediata.

Questionada sobre se os psicopatas, descritos como sendo “almas vazias” e sem escrúpulos podem ter a perspetiva de outros (não mostrando défice nas capacidades de ToM em processos controlados), mas que, simplesmente, não se importam, Baskin-Sommers responde que não considera justo dizer que simplesmente não se importam.

“Não é necessariamente consciente. Quando são convidados a entender explicitamente a perspetiva dos outros, conseguem fazê-lo“, responde a investigadora.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Este casaco foi desenhado para nos ajudar a dormir em qualquer lado

A britânica Vollebak lançou um casaco, inspirado nos astronautas, que facilita a ideia de poder dormir, literalmente, em qualquer lado. A pensar em todas aquelas pessoas que gostam de fazer uma sesta ou outra, independentemente do …

DJ Juice WRLD morre aos 21 anos

A estrela do hip-hop norte-americano Juice WRLD faleceu este domingo (8), depois de sofrer convulsões no Aeroporto de Midway, em Chicago, avança o TMZ. O rapper tinha feito 21 anos a 2 de dezembro. De acordo …

"A Favorita" arrebata prémios do cinema europeu

O filme "A Favorita", do realizador grego Yorgos Lanthimos, arrecadou oito prémios da Academia de Cinema Europeu, numa cerimónia realizada em Berlim. "A Favorita" conquistou, entre outros, os prémios de Melhor Filme Europeu, Melhor Comédia, Realização …

Belenenses 1-1 Porto | "Dragão" escorrega e deixa fugir líder

O FC Porto não foi além de um empate na visita ao Jamor, ante o Belenenses. André Santos abriu as “hostilidades” e Alex Telles, na marcação de uma grande penalidade, fixou o resultado final. Com esta …

Caligrafia desleixada de Isabel I denuncia-a como a tradutora anónima de um livro romano

A rainha Isabel I de Inglaterra foi identificada como a tradutora anónima do livro "Anais" de Tácito. As idiossincrasias da sua caligrafia acabaram por ser fundamentais para a descoberta. Na análise a uma tradução de século …

Hashtags políticas como #MeToo tornam as pessoas menos propensas a acreditar em notícias

Tendem a passarem despercebidas, mas as hashtags são mais importantes do que julgamos. A questão que se impõe é: serão benéficas para a saúde democrática da Internet? Uma hashtag (#) é uma marca funcional, amplamente usada …

Sporting 1-0 Moreirense | "Leão" resolve à cabeçada

O Sporting regressou às vitórias na Liga NOS, embora não sem sentir algumas dificuldades, em especial no ataque. Os "leões" bateram o Moreirense por 1-0, numa partida em que remataram muito (28, máximo na Liga até …

Orçamento do Estado. "Sentido de voto do BE está completamente em aberto"

A coordenadora do BE afirmou, este domingo, que o sentido de voto do partido sobre o Orçamento do Estado para 2020 está "completamente em aberto", desejando que o Governo socialista atenda às reivindicações bloquistas. "Fizemos uma …

João Cotrim Figueiredo eleito presidente da Iniciativa Liberal com 96% dos votos

João Cotrim Figueiredo foi eleito, este domingo, presidente da Comissão Executiva da Iniciativa Liberal, uma candidatura única que recolheu 96% dos votos na III Convenção Nacional do partido. A III Convenção Nacional do partido decorre hoje …

Inteligência artificial decifra manuscrito que pode mudar história da Austrália

A Terra Australis Incognita, hoje conhecida como Austrália, foi descrita por um jesuíta espanhol quase cem anos antes da descoberta em 1770 pelo marinheiro britânico James Cook, segundo um manuscrito decifrado através de inteligência artificial. A …