O exoplaneta mais próximo de nós pode ser “altamente habitável”

European Southern Observatory / Flickr

Conceito artístico da superfície de Proxima Centauri b em órbita da sua estrela

O exoplaneta, localizado a 4,2 anos-luz da Terra, poderá ser habitável devido à grande quantidade de água líquida na sua superfície.

Desde que o Proxima Centauri b foi descoberto em 2016, que os cientistas estão a tentar perceber se é capaz de sustentar vida. Agora, através da modelagem computacional usada para estudar as alterações climáticas, cientistas descobriram que este exoplaneta pode mesmo ser habitável

“A principal mensagem que podemos retirar das nossas simulações é que há uma boa possibilidade de o planeta ser habitável”, afirmou Anthony Del Genio, cientista planetário do Instituto Goddard de Estudos Espaciais da NASA, à Live Science.

Proxima Centauri é uma pequena anã vermelha localizada a 4,2 anos-luz da Terra, sendo assim a estrela mais próxima do nosso Sol. Apesar desta proximidade, os cientistas ainda sabem muito pouco sobre o exoplaneta que a orbita a cada 11 dias, a não ser que tem uma massa de pelo menos 1,3 vezes a do nosso planeta.

O exoplaneta orbita na zona habitável desta estrela, o que significa que está à distância certa para receber luz estelar suficiente para manter a sua superfície acima da temperatura de congelamento da água. Porém, devido a esta proximidade, está bloqueado por marés gravitacionais, o que faz com que exiba sempre a mesma face para a estrela, algo semelhante ao que acontece entre a Lua e a Terra.

Estudos anteriores, publicados em 2016, apontavam que o lado sempre iluminado do exoplaneta estaria submetido a temperaturas muito altas (fazendo com que a água evaporasse), enquanto que o lado escuro seria extremamente frio (fazendo com que congelasse). Portanto, apenas uma área muito limitada do planeta poderia ter água líquida, um cenários que a equipa de investigadores chamava de “globo ocular da Terra”.

Mas as novas simulações efetuadas neste estudo, publicado no início de setembro na revista científica Astrobiology, foram muito mais esclarecedoras e incluem já um oceano dinâmico e circulante, capaz de transferir o calor de um lado do exoplaneta para o outro de forma muito eficaz.

Os investigadores também descobriram que os movimentos do oceano e da atmosfera combinam de tal forma que, “embora o lado da noite nunca veja a luz estelar, há uma faixa de água líquida que permanece em redor da zona equatorial”, diz Del Genio ao mesmo site.

O cientista compara esta circulação de calor aos climas costeiros como, por exemplo, a costa leste dos EUA que é mais quente do que deveria, porque a corrente do Golfo transporta água quente dos trópicos. Na Califórnia, pelo contrário, as correntes oceânicas trazem água fria do Norte, fazendo com que a costa oeste seja mais fria do que seria sem essa situação.

Os investigadores conduziram um total de 18 simulações diferentes, sendo que, em quase todos os modelos, o Próxima Centauri b acabou por ter um oceano aberto que persistiu em pelo menos alguma parte da sua superfície.

“Quanto maior a fração do planeta com água líquida, maior a probabilidade de haver vida lá e assim podemos encontrar evidências dessa vida com futuros telescópios”, explicou.

Em fevereiro de 2017, porém, uma outra investigação da NASA sugeria que o exoplaneta poderia não ser capaz de suportar vida devido às erupções estelares da anã vermelha.

ZAP ZAP // Sputnik News

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Bom dia a todos presentes dessa redação, estou acompanhando via Sky Portal o Cometa 38P/Stephan-Oterma na Constelação de Órion. Através desse objeto na distância de 1,05lyª “Anos Luz” será possível ver a sua aproximação da Subestelar Anã Azul Topázio Hera na qual identifiquei como HD20180101PXHera no dia 01/01/2018 as 21:59 UTC-3 na primeira Superlua do ano novo.
    É três vezes maior que o Sol com 1³ de sua massa, média 4.200.000Km³ maior que a Estrela Anã Branca Sirius-A da Constelação de Cão Maior e Estrela Anã Azul Vegas da Constelação de Lira e pode ser evidenciada como o Planeta X após a Última Thule, ou seja, a última fronteira desconhecida sendo explorada por uma nave espacial. Hera pode ter sido uma gigante estrela de nêutrons em que por um período era mais próxima do Sol e foi se distanciando até se tornar uma Estrela Anã Azul, assim até perder sua energia atômica e se solidificar e tornar uma Subestelar Anã Azul Topázio, é muito rápida e contém helio, hidrogênio e oxigênio comprimido em giros rotacionais em velocidade supersônica, contém água congelada em gelo Ice7, granito, diamante oxidado, topázio entre outras rochas cristalizadas, pode até ser diretamente responsável pelo formação do muro de hidrogênio em grande concentração de extensão no espaço interestelar, mas há outro quatro objetos menores e uma Gigante Negra a ser observado entre as Constelações de Órion, Unicórnio, Cão Menor e Hidra Fêmea. Minha página em Estudos Astronômicos diante informe.
    Obrigado!

  2. Sinceramente o dinheiro que gastam nestas pesquisas da treta+ o gasto em armamento dava para limpar a poluição e reflorestar e cultivar todo o planeta terra e ainda sobrava dinheiro afinal a terra que tão mal tratamos é o único planeta que temos mesmo a certeza ser habitável.

  3. Bem, ao Aparecido digo o mesmo que o Valco: mete mais tabaco nisso!

    Ao José Fontoura meu reparo ao comentário desinformado. A Astronomia é a mãe das ciências, graças a ela temos matemática, física e muitas das invenções que vão permitir corrigir o que está mal no planeta. Vá ver qual a percentagem do gasto público mundial em pesquisa astronômica e verá que é irrisório.

    Do armamento, concordo. Não precisamos de tanto…. de Astronomia precisamos 10x mais!

RESPONDER

Os antigos egípcios tinham um segredo para fazer pão. Milénios depois, eis a receita

Ninguém sabia como é que os antigos egípcios faziam pão, até uma investigadora ter posto – literalmente – as mãos na massa e descoberto qual era o seu segredo. "A produção de pão no Egito faraónico …

Afinal, Messi pode mesmo ficar em Barcelona

O internacional argentino Lionel Messi, que no verão passado admitiu publicamente que queria deixar o FC Barcelona, poderá continuar no clube. A informação é avançada este sábado pelo jornal espanhol Marca, que dá conta que …

Governo vai começar a executar o PRR pela área da saúde e apoio aos idosos

O Governo quer começar a executar o Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) pela área da saúde e combate às vulnerabilidades sociais. Em declarações ao jornal Público, a ministra de Estado e da Presidência, Mariana Vieira …

Testes alargados a todas as escolas e passam a contemplar amostras de saliva

Os testes ao novo coronavírus vão abranger todas as escolas de Portugal continental e contemplar a amostra de saliva para a realização dos rastreios laboratoriais, segundo a atualização da norma da Direção-Geral da Saúde (DGS) …

Poeira de asteróide encontrada na cratera Chicxulub encerra caso da extinção dos dinossauros

Uma equipa de investigadores acredita ter encerrado o caso da extinção dos dinossauros após ter encontrado poeira de asteróide na cratera que Chicxulub terá criado há 66 milhões de anos. Desde os anos 1980 que a …

CDS recebeu com "alegria e entusiasmo" candidatura de Moedas a Lisboa

O presidente do CDS-PP afirmou, esta sexta-feira, que o partido recebeu com "grande alegria e entusiasmo" a candidatura de Carlos Moedas à Câmara de Lisboa, considerando que é "um nome forte" e uma "ótima notícia" …

Nem Pote, nem Porro. As estatísticas mostram que Manafá tem sido o melhor em Portugal

O índice de desempenho de uma ferramenta de scouting usada por grandes clubes europeus aponta Wilson Manafá como o jogador em melhor forma da Liga NOS. Não é tecnicamente dotado, nem um favorito dos adeptos. O …

TAP avança com lay-off de um ano a partir de segunda-feira

A TAP vai avançar com um processo de lay-off clássico, que passará por uma redução dos períodos normais de trabalho ou suspensão de contratos, a partir da próxima segunda-feira e durante 12 meses. De acordo com …

Os tigres estão em risco e podem precisar de um "resgate genético"

Os tigres estão sob ameaça e um novo estudo sugere que estes felinos podem precisar de um "resgate genético". O acasalamento entre diferentes subespécies é uma opção. Fragmentação do habitat, conflito entre humanos e vida selvagem, …

Há estranhas nuvens que brilham à noite (e já sabe o que são)

Uma equipa de cientistas usou um pequeno foguete lançado pela NASA para estudar a natureza de um tipo indescritível de nuvens que brilham no escuro, criando uma artificialmente. Desde o final dos anos 1800 que …