Provedora contra devolução de salários na Função Pública

A Provedora de Justiça discorda da interpretação feita pelo Governo na controvérsia relacionada com os salários de alguns funcionários públicos que se viram envolvidos em processos de mobilidade.

Foram abertos mais de 20 processos na Provedoria sobre funcionários públicos que se queixaram de não estar a receber o valor correto, ou que foram obrigados a devolver valores. Segundo o Jornal de Negócios, a posição do organismo liderado por Maria Lúcia Amaral é de que o Governo não tem razão.

Esta polémica começou em abril, quando o jornal Público noticiou que só no INEM havia 18 pessoas que tinham sido obrigadas a devolver parte dos salários recebidos. Uma funcionária, na altura, foi obrigada a devolver cerca de 40 mil euros ao Estado. Em causa estão salários pagos aos funcionários licenciados que passaram em mobilidade de outra carreira para a carreira de técnico superior.

Por outro lado, não se sabe, em concreto, quantas pessoas estão nesta situação — mas a questão não se verifica apenas no INEM. A opinião da Provedora de Justiça é que quando um licenciado vai em mobilidade para a carreira de técnico superior tem direito à segunda posição remuneratória (1.201 euros), já que os licenciados desta carreira sempre foram colocados nessa posição – ou acima – para não serem prejudicados face aos que não têm licenciatura.

O Ministério das Finanças mantém a sua opinião de que o que considera ser uma divergência deve ser devolvida ao Estado, salientando, ao Jornal de Negócios, que “alguns serviços colocaram os trabalhadores em posições remuneratórias superiores ou inferiores àquelas em que deveriam ficar”.

“Sempre que são recebidos valores indevidos compete ao dirigente máximo de cada serviço pugnar pela respetiva cobrança”, salientou o ministério liderado por Mário Centeno.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Luís Filipe Vieira pediu informações sobre Keylor Navas em Madrid

O presidente do Benfica aproveitou a visita a Madrid para saber mais pormenores sobre a situação do guarda-redes dos merengues. O presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, dirigiu-se na passada segunda-feira a Madrid para ultimar os …

Jovens que acusaram Harry de “traição da raça” condenados com pena de prisão

O caso remonta a dezembro de 2018, quando surgiram as primeiras notícias de uma investigação da BBC que envolvia a família real britânica. Um grupo neonazi era responsável por uma propaganda online onde sugeriam que o …

UEFA confirma três jogos de suspensão para Neymar

A UEFA anunciou, esta quarta-feira, que rejeitou o recurso do Paris Saint-Germain e manteve os três jogos de suspensão a Neymar, na sequência de insultos aos árbitros na partida com o Manchester United, da Liga …

Transportes estão cada vez mais cheios. Carris vai comprar 100 novos autocarros

A Carris vai lançar dois concursos para a aquisição de 100 novos autocarros, 70 dos quais a gás natural e 30 elétricos, anunciou o presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina. Falando na apresentação da …

Apenas 59% dos habitantes da Europa ocidental confiam na vacinação. França é o país com mais dúvidas

Na Europa oriental, apenas metade da população olha para as vacinas como uma forma segura de prevenção de saúde. No caso da zona ocidental, o número sobe para os 59%, mas fica ainda distante dos …

César Peixoto é o novo treinador da Académica

O antigo futebolista é o novo treinador da Académica, sucedendo a João Alves no comando técnico dos estudantes, anunciou o clube que integra a II Liga portuguesa. César Peixoto vai ser apresentado às 17h00, em conferência …

Tribunal diz que ausência de resistência de vítima de violação é "desejo de sobreviver"

Quando as vítimas não resistem, revelam "o desejo de sobreviver a uma situação cujo controlo não detêm", adotando um comportamento de preservação, diz o Tribunal da Relação de Lisboa. O Tribunal da Relação de Lisboa considerou …

Draghi abre a porta a cortes nas taxas de juro

Mario Draghi afirmou esta terça-feira que se o objetivo de ficar abaixo dos 2% de inflação estiver ameaçado, "estímulos adicionais serão necessários". O presidente do BCE admitiu mesmo uma descida das taxas. O presidente do BCE, Mario …

SNS dá “sinais de cansaço” e tem sistema “que não é amigo do cidadão”

A Convenção Nacional da Saúde concluiu esta terça-feira que o SNS “dá sinais de cansaço” e avisa que os portugueses “não podem ter listas de espera de anos” por consultas ou cirurgias, nem ter “enormes …

Violência doméstica: sobe para 16 o número de mulheres mortas em 2019

O número de mulheres mortas desde o início do ano em contexto de violência doméstica subiu para 16, segundo a contabilidade feita pelo Público com base nas notícias publicadas sobre o assunto. O número exclui …