Nas profundezas do Mar Negro, a última Idade do Gelo ainda não acabou

Algumas das partes mais profundas do Mar Negro ainda estão a responder às mudanças climáticas provocadas pela última Idade do Gelo, que terminou oficialmente há quase 12 mil anos.

Durante uma expedição de seis semanas com o navio alemão METEOR no outono de 2017, uma equipa do GEOMAR Helmholtz Center for Ocean Research Kiel e MARUM – Centro de Ciências Ambientais Marinhas da Universidade de Bremen investigou um depósito de hidrato de metano no leque de águas profundas do Danúbio, no oeste do Mar Negro.

Os hidratos de gás são um composto sólido de gases e água que têm uma estrutura semelhante a gelo em baixas temperaturas e altas pressões. Compostos de metano e água, os chamados hidratos de metano, são encontrados em muitas margens do oceano.



Além do possível uso como fonte de energia, também está a ser investigada a estabilidade dos depósitos de hidrato de metano, uma vez que se podem dissolver com mudanças de temperatura e pressão. Além das libertações de metano, isto também pode ter um impacto na estabilidade do declive submarino.

Durante o cruzeiro, as jazidas de hidrato de gás foram perfuradas, usando o dispositivo móvel de perfuração do fundo do mar MARUM-MeBo200.

“Com base em dados de expedições anteriores, selecionámos duas áreas de trabalho onde, por um lado, o hidrato de metano e o gás metano livre coexistem nos 50 a 150 metros superiores da zona de estabilidade do hidrato e, por outro lado, um deslizamento de terra e infiltrações de gás foram encontradas diretamente na borda da zona de estabilidade do hidrato de gás”, explicou Gerhard Bohrmann, líder da expedição, em comunicado.

Além de obter amostras, os cientistas conseguiram, pela primeira vez, realizar medições detalhadas de temperatura in situ até à base da estabilidade do hidrato de gás no fundo do mar. Anteriormente, essa linha de base era determinada por métodos sísmicos, a partir dos quais o chamado “refletor de simulação de fundo” (BSR) era obtido como um indicador dessa base.

“O nosso trabalho provou pela primeira vez que a abordagem usando o BSR não funciona no Mar Negro”, disse Michael Riedel, da GEOMAR. “Do nosso ponto de vista, o limite de estabilidade gás-hidrato já se aproximou das condições mais quentes na subsuperfície, mas o gás metano livre, que se encontra sempre nesta borda inferior, ainda não conseguiu subir com ele”.

Isto pode acontecer devido à baixa permeabilidade dos sedimentos, o que significa que o gás metano ainda está “preso” e só pode subir muito lentamente com a sua própria força.

“No entanto, as nossas novas análises dos dados sísmicos também mostraram que, em alguns lugares, o gás metano pode romper o BSR. Lá, um novo BSR está a estabelecer-se sobre o ‘velho’ refletor. Isso é novo e nunca foi visto antes”, afirmou Matthias Haeckel, da GEOMAR. “A nossa interpretação é que o gás pode subir nesses locais, pois distúrbios no fundo do mar favorecem o escoamento do gás”.

“Em suma, encontrámos uma situação muito dinâmica nesta região, que também parece estar relacionada com o desenvolvimento do Mar Negro desde a última era glacial”, explicou Riedel.

Após o último máximo glacial (LGM), o nível do mar subiu e, quando o nível do mar global subiu acima do limite do Bósforo, a água salgada do Mar Mediterrâneo conseguiu propagar-se para o Mar Negro. Antes, essa bacia oceânica era basicamente um lago de água doce. Além disso, o aquecimento global desde o LGM causou um aumento da temperatura das águas profundas do Mar Negro.

A combinação desses três fatores – salinidade, pressão e temperatura – teve efeitos drásticos sobre os hidratos de metano, que se decompõem como resultado desses efeitos.

O estudo exemplifica os feedbacks complexos e escalas de tempo que induzem mudanças climáticas no meio ambiente marinho e é adequado para estimar as consequências esperadas do aquecimento global mais rápido de hoje em dia.

Este estudo vai ser publicado em junho na revista científica Earth and Planetary Science Letters.

  Maria Campos, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Rorhwerk, o maior instrumento musical do mundo

Rohrwerk, uma obra de arte efémera, é a maior "fábrica do som" do mundo

Uma espécie de "pavilhão do som". Alunos da Escola Politécnica de Lausanne (EPFL), na Suíça, criaram um novo instrumento musical, o maior alguma vez construído. Com 45 metros de altura, a obra de arte imponente …

Costa já pediu desculpas às confederações patronais. "Houve um lapso"

O primeiro-ministro afirmou, esta sexta-feira, que já apresentou um pedido de desculpas às confederações patronais por o Governo ter aprovado duas medidas na área do trabalho sem antes as ter apresentado em Concertação Social. À chegada …

Luxemburgo torna-se o primeiro país da Europa a legalizar o cultivo e consumo de canábis

O Governo luxemburguês anunciou, esta sexta-feira, que o país será a primeira nação do Velho Continente a legalizar o cultivo e o consumo de canábis. De acordo com a nova legislação, explica o jornal The …

Prisão preventiva para suspeitos da morte de jovem no metro das Laranjeiras

Os quatro suspeitos da morte de um jovem, na quarta-feira, na estação de metro das Laranjeiras, em Lisboa, ficaram em prisão preventiva, depois de presentes a primeiro interrogatório judicial. Os quatro arguidos, com idades entre os …

Cristiano vs. Salah: Klopp não queria comparar mas comparou

Treinador do Liverpool não acredita que vai encontrar um adversário debilitado: "Eles são capazes de fazer coisas incríveis". É o grande jogo de futebol no Reino Unido e um dos mais aguardados em todos os países: …

Bastonário dos Médicos considera direção executiva do SNS "um disparate"

O bastonário da Ordem dos Médicos considera que a criação da direção executiva do Serviço Nacional de Saúde, proposta no Estatuto do SNS aprovado esta quinta-feira, é "um disparate" e que há estruturas que podem …

João Leão no Parlamento: "A alternativa é um Orçamento apresentado pelo PSD"

O ministro das Finanças afirmou, esta sexta-feira, na Assembleia da República, que a alternativa à viabilização à esquerda da proposta de Orçamento do Estado para 2022 (OE2022) é um Orçamento feito pelo PSD. "A alternativa que …

Mais de 30 mil mulheres polacas recorreram a métodos de aborto ilegais ou no estrangeiro desde a alteração na lei

Proibição à interrupção voluntária da gravidez entrou em vigor no início deste ano e as  exceções só se aplicam a casos de violações, incestos ou quando a saúde da mãe está em risco. Pelo menos 34 …

Fenprof anuncia nova greve no dia 12 e concentração em frente ao Parlamento

A Federação Nacional dos Professores (Fenprof) anunciou, esta sexta-feira, a realização de uma concentração em frente à Assembleia da República no dia 5 de novembro e a adesão à greve nacional da Administração Pública marcada …

Luis Díaz será a prioridade do Newcastle

Valor de mercado será agora inacessível para os clubes italianos, escreve-se... em Itália. O novo Newcastle deverá atacar o mercado do futebol com estrondo, possivelmente já daqui a pouco mais de dois meses, e a prioridade …