O Príncipe William alarga espaço na diplomacia da coroa com visita aos EUA

katrinaebowman / Flickr

William e Kate vão estar 3 dias nos Estados Unidos

William e Kate já estiveram na Califórnia

O príncipe William e a mulher, Kate, chegaram a Nova Iorque para uma visita que marca um passo em frente no seu papel de representação da coroa britânica, disseram comentadores de questões da monarquia.

A viagem de três dias vai levar o duque e a duquesa de Cambridge, ambos com 32 anos, a misturar diplomacia com o apoio às suas causas sociais preferidas e a promoção dos interesses britânicos.

O príncipe William, o 2º na linha de sucessão ao trono depois do pai, Carlos, começa a fazer mais trabalho para a monarquia britânica à medida que a Rainha Isabel II se aproxima dos 90 anos.

“É uma viagem significativa que vai tentar impor mais William na diplomacia, no papel de homem de Estado”, afirmou Robert Jobson, autor de “A Nova Família Real”, livro sobre William, Kate e o filho, o príncipe George – que não vai estar na visita.

A visita oficial vai ser a segunda realizada pelo casal fora da Commonwealth, depois de uma breve passagem pela Califórnia no final de uma ronda pelo Canadá, em 2011.

William está entretanto a preparar-se para uma viagem ao Japão e à China, em finais de fevereiro ou princípio de março, sem Kate, que deverá dar à luz em abril.

A viagem aos Estados Unidos vai certamente reavivar as memórias da viagem de 1985 feita pelos pais de William, Carlos e Diana, quando a princesa dançou com o Presidente dos EUA Ronald Reagan e o ator John Travolta.

US Federal Government

John Travolta com a Princesa Diana

John Travolta com a Princesa Diana

Uma conversa com Obama e um jogo de basquetebol

O casal real chegou a Nova Iorque num voo comercial e, pouco depois de desembarcar, ficou alojado num hotel da avenida Madison, na ilha de Manhattan, onde cerca de duas dezenas de pessoas os esperavam para os saudar, revelou a imprensa local.

O hotel hasteou na entrada as bandeiras dos Estados Unidos e do Reino Unido.

Esta segunda-feira, William viaja para Washington, onde dá uma conferência no Banco Mundial e é recebido pelo Presidente Barack Obama, na Casa Branca, para conversações sobre o comércio ilegal de animais selvagens, um tema caro ao príncipe.

Ainda em Nova Iorque, Kate visita um centro infantil em Harlem, numa deslocação que tem lugar com Chirlane McCray, mulher do presidente da câmara, e almoça com empresários e artistas britânicos que residem na cidade.

William regressa a Nova Iorque para participar numa recepção organizada pela Royal Foundation e pela Fundação Clinton, que estará representada por Hillary Clinton e pela filha Chelsea.

O dia termina com um jogo de basquetebol.

Na terça-feira os duques de Cambridge visitam o memorial e o museu dedicados aos ataques de 11 de setembro.

/Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

Responder a Eu Cancelar resposta

Impostos indiretos subiram com Governo de Costa e são já 55% da carga fiscal

Os impostos indiretos têm vindo a aumentar em Portugal. Dados da Direção-Geral do Orçamento mostram que o peso da tributação indireta no total da receita fiscal do subsector Estado, em 2018, ascendeu a 55,4%, o …

Espanha pode ficar isenta de cumprir caudais do rio Tejo por causa da falta de chuva

Os caudais do Tejo podem ficar ainda mais baixos dentro de semanas. Com a falta de chuva, Espanha deverá invocar a exceção prevista na Convenção de Albufeira para não libertar os valores mínimos de água …

Haaland tem cinco namoradas e meio mundo atrás dele (mas pode seguir o caminho da Red Bull)

Apesar do interesse de grandes clubes do futebol mundial, Haaland pode seguir o trilho da Red Bull e transferir-se para do Salzburg para o Leipzig. O norueguês é uma das maiores jovens promessas da atualidade. Erling …

PSD pondera propor fim dos debates quinzenais e torná-los mensais

O PSD está a ponderar apresentar uma proposta para acabar com os debates quinzenais com o primeiro-ministro e torná-los mensais. A proposta passa também pela substituição de um desses "duelos" atuais por um debate temático …

Segunda vítima mortal nos protestos de Hong Kong. Xi Jinping condena manifestações

O quarto dia consecutivo de protestos ficou marcado pela morte de um homem de 70 anos. Esta é a segunda vítima mortal desde o início das manifestações em Hong Kong. De acordo com a imprensa internacional, …

Governo prepara dois novos escalões de IRS para a classe média

O primeiro-ministro afirmou esta quinta-feira que o objetivo do Governo no próximo Orçamento é dar “um primeiro passo” para conferir uma maior progressividade no IRS e diminuir o peso deste imposto sobre os vencimentos da …

Dois procuradores do caso Tancos vão sair do DCIAP

Os procuradores Vítor Magalhães e João Valente, da equipa que investigou o caso Tancos, vão sair do Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP) no âmbito do movimento de magistrados do Ministério Público (MP), …

Cerca de 40% dos hospitais têm ruturas diárias de medicamentos

Os preços "excessivamente baixos dos medicamentos genéricos" são a causa mais importante identificada pelos hospitais para as ruturas de fornecimento. Quase 40% dos hospitais do Serviço Nacional de Saúde (SNS) indicam ter diariamente ruturas no fornecimento …

Secretário de Estado: despenalizações como a que absolveu o Benfica vão terminar. "Será inapelável"

João Paulo Rebelo assegurou que a entrada em vigor da lei de combate à violência no desporto evitará situações como a que levou à recente anulação do castigo imposto ao Benfica. O secretário de Estado da …

Morales quis dialogar. Presidente interina da Bolívia mandou-o calar-se

O ex-Presidente Evo Morales ofereceu-se para regressar à Bolívia para "ajudar a pacificar o país, não para ser candidato", mas Jeanine Añez, que assumiu a presidência interina do país, respondeu que Morales não pode participar …