Presidente da TAP fala em “fake news” sobre os enjoos nos aviões A330neo

Apesar de ter admitido os relatos de enjoos, o presidente da TAP, Antonoaldo Neves, disse que ainda não foi comprovada a correlação com os cheiros estranhos detetados.

O presidente executivo da TAP falou esta quinta-feira por várias vezes em “fake news” a propósito de notícias sobre os novos aviões A330neo, em audição no Parlamento, e disse que a empresa nunca colocaria a segurança em risco.

As ‘fake news’ sobre esse avião começaram há muito tempo e felizmente não têm afetado a venda de passagens, porque na media mundial não saem”, afirmou Antonoaldo Neves, em resposta aos deputados da Comissão de Economia, Inovação e Obras Públicas da Assembleia da República.

O gestor considerou que tem havido notícias “irresponsáveis sobre a segurança de voos” e sobre os enjoos reportados pela tripulação, realçando que há outras empresas que já usam o mesmo avião da Airbus e que “não reportaram nenhum problema de enjoos”.

“A TAP nunca colocaria os seus passageiros e trabalhadores em situação de risco. A TAP tem uma competência histórica de segurança”, vincou.

Antonoaldo Neves admitiu os relatos de enjoos, mas disse que ainda não foi comprovada a correlação com os cheiros estranhos detetados. “É um fenómeno interessantíssimo, precisamos de estudar. Estamos muito dedicados a entender o que está a acontecer.”

Sobre os cheiros relatados no interior do avião, Antonoaldo Neves deu uma explicação detalhada e técnica, referindo que tem que ver com a pintura de proteção que o aparelho de ar condicionado tem e referiu que vai desaparecendo à medida que o avião tem mais horas de voo.

É meramente odoral, não é nocivo para a saúde de ninguém e não representa risco operacional”, afirmou, acrescentando que “não é de hoje que tem sacos nos aviões” por causa de enjoos e vómitos.

O responsável disse que a empresa está “muito satisfeita com os resultados” dos novos A330neo, e convidou os deputados a visitarem a TAP e passarem lá duas ou três horas a lerem os documentos técnicos que a Airbus enviou.

A fabricante de aviões Airbus garantiu numa carta enviada à TAP que não existe qualquer correlação entre os cheiros estranhos que têm sido detetados nos novos aviões A330neo e os sintomas de desconforto na tripulação.

Numa carta datada de 11 de julho, a que a Lusa teve acesso, a Airbus diz que após uma análise a situações de desconforto identificadas por alguns clientes dos A330neo, foi possível identificar dois efeitos diferentes “cheiros estranhos” na cabine e sintomas de desconforto, não havendo “nenhuma correlação entre estes dois efeitos”.

No documento, a Airbus diz ter em curso “inquéritos técnicos” para apurar as causas do cheiro estranho, nomeadamente ao nível do sistema de ar condicionado, para as quais “já tomou medidas corretivas”.

ANAC garante segurança dos A330neo da TA

O regulador da aviação civil diz que não existem, pelo menos para já, motivos que levem à suspensão dos voos nestas aeronaves. Fonte da ANAC adianatou à TSF que tem “acompanhado o processo” com a TAP e a Airbus, tendo igualmente transmitido à Agência Europeia para a Segurança da Aviação (EASA) as queixas dos tripulantes.

“Acompanhamos as medições da qualidade do ar das diferentes aeronaves que entraram ao serviço da companhia”, acrescenta a ANAC, “não havendo até ao momento qualquer resultado que aponte para a necessidade de suspender a aeronavegabilidade dessas mesmas aeronaves”, esclarece a fonte oficial.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Vai ser possível ver auroras boreais a partir de um balão de ar quente

A agência Off The Map Travel vai lançar em dezembro de 2020 o primeiro balão de ar quente. O objetivo é levá-lo a ver auroras boreais do céu. As auroras boreais são já um verdadeiro espetáculo …

Nova tecnologia militar aquece as mãos em temperaturas negativas sem luvas

Cientistas do exército norte-americano criaram uma tecnologia capaz de aquecer as mãos dos soldados em baixas temperaturas sem serem necessárias luvas. Se completar uma tarefa do dia-a-dia com luvas pode revelar-se complicado, imagine-se tentar recarregar uma …

Os animais começaram a fazer sons para poderem conversar no escuro

O reino animal está cheio de diferentes vocalizações. A produção sonora apareceu há entre 100 milhões e 200 milhões de anos e a sua origem está fortemente ligada à vida no escuro. Os vertebrados são animais …

O novo líder do CDS reclama uma nova direita (e quer um partido "sexy")

Francisco Rodrigues dos Santos sagrou-se este domingo o 10º presidente do CDS, reclamando no seu discurso de vitória a herança de todos os seus antecessores, desde o fundador, Freitas do Amaral, a Assunção Cristas. O tom …

Paços 0 - 2 Benfica | “Águia” não vacila e passa pressão

O Benfica foi a Paços de Ferreira vencer por 2-0, colocando pressão sobre o FC Porto, segundo classificado, que na próxima terça-feira recebe o Gil Vicente. A formação “encarnada” foi superior na maioria dos principais momentos …

Governo reabre processo para corrigir mapa das freguesias

O Governo reabriu o processo para a correção ao mapa de freguesias, num compromisso com as associações de municípios e de freguesias, anunciou o secretário de Estado da Descentralização e Administração Local, Jorge Botelho. “Iremos retomar …

Google cria modelo de cérebro mais detalhado (e com maior resolução) de sempre

A recriação 3D do cérebro de uma mosca da fruta - que mostra 20 milhões de sinapses e 25 mil neurónios - é a que tem a maior resolução até ao momento. Uma equipa de …

Morreu Kobe Bryant, uma das maiores estrelas de sempre da NBA

Kobe Bryant, um dos maiores basquetebolistas de sempre, morreu na manhã deste domingo em Calabasas, Califórnia, num desastre de helicóptero. De acordo com a TMZ, Bryant viajava com, pelo menos, três outras pessoas num helicóptero privado, …

Há seis queixas de violência policial por semana

Em Portugal, são apresentadas em média seis queixas semanais por violência policial, escreve o semanário Expresso na sua edição deste fim-de-semana, citando os dados mais recentes da Procuradoria-Geral da República. De acordo com os números, relativos …

CRISPR tornou galinhas resistentes a um vírus comum

A técnica de edição genética CRISPR tem sido usada para tornar as galinhas resistentes a um vírus comum, uma abordagem que poderia aumentar a produção de ovos e de carne em todo o mundo. Mesmo quando …