Presidente do Comité Olímpico japonês demite-se devido a alegada corrupção

Kimimasa Mayama / EPA

Tsunekazu Takeda, presidente do Comité Olímpico do Japão

O presidente do Comité Olímpico japonês, Tsunekazu Takeda, declarou esta terça-feira que vai renunciar ao cargo no fim do mandato, em junho, devido às alegações de corrupção na candidatura bem-sucedida de Tóquio para sediar os Jogos Olimpícos de 2020.

Tsunekazu Takeda, de 71 anos, é um ex-atleta olímpico de hipismo, que competiu nos Jogos Olímpicos de 1972 e 1976, ocupando igualmente a presidência da Comissão de Marketing do Comité Olímpico Internacional (COI).

Embora afirme que está inocente e pretenda servir o resto de seu décimo mandato como presidente, vai deixar as funções em junho, demitindo-se também do COI, informou a NPR.

“Não acredito que tenha feito nada ilegal”, disse Tsunekazu Takeda, numa entrevista coletiva que ocorreu esta terça-feira, apontou a Reuters. Questionado sobre o facto de não se afastar agora, indicou que, apesar de lhe custar ter causado “tanto rebuliço”, acredita que é da sua responsabilidade cumprir o resto do mandato.

Tsunekazu Takeda foi presidente do comité de candidatura de Tóquio, que conquistou os Jogos de 2020 numa votação do COI, em 2013, superando Istambul (Turquia) e Madrid (Espanha), conquista que está agora sob investigação.

De acordo com o New York Times, promotores franceses envolvidos na investigação suspeitam que o comité de candidatura de Tóquio tenha paga a membros do comité olímpico africano para ganhar votos. A suspeita terá sido levantada devido a alegados pagamentos feitos em conexão com o processo de Papa Massata Diack, ex-representante de marketing da Associação Internacional de Federações de Atletismo.

Segundo o jornal norte-americano, as autoridades francesas já haviam tentado extraditar Papa Massata Diack do Senegal, acusado de ter ajudado a manipular a entrega dos Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro. O mesmo declarou “que o racismo e o ciúme estão por trás dessas acusações”.

Em 2016, os promotores franceses revelaram que o comité de Tóquio havia feito pagamentos de mais de 2 milhões de dólares (cerca de 1,77 milhões de euros) à Black Tidings, uma empresa de Singapura dirigida por um amigo próximo de Papa Massata Diack.

No seguimento dessa revelação, as autoridades japonesas questionaram o Tsunekazu Takeda sobre os pagamentos, concluindo que eram destinados a trabalhos de consultoria. O Comité Olímpico Japonês mantém a afirmação de que eram legítimos.

Os Jogos Olímpicos de Tóquio começam em menos de 500 dias e o Japão está a gastar cerca de 25 mil milhões de dólares (aproximadamente 22 mil milhões de euros) na sua organização, observou a NPR.

“Quero afastar-me para dar espaço, para que a geração mais jovem se eleve e lidere o caminho”, afirmou Tsunekazu Takeda. “Em junho, vou deixar os cargos para que o torneio possa ser realizado em paz”, acrescentou.

Para o Japão, os jogos de 2020 são um emblema do ressurgimento do país, como relatou a NPR em 2013: “As autoridades de Tóquio também promoveram a candidatura da sua cidade como um novo capítulo para o Japão, que ainda se está a recuperar do tsunami e do terramoto que devastou partes do país, em 2011. Os organizadores planeiam ter portadores olímpicos [com tochas] a correr pelas áreas atingidas pelo tsunami”.

Em dezembro de 2018, o presidente do COI, Thomas Bach, elogiou Tóquio, indicando que não se lembrava de uma cidade-sede tão bem preparada para sediar os jogos. Mas essa preparação tem um preço: os jogos de Tóquio provavelmente custarão três vezes mais do que os organizadores previram em 2013.

Tsunekazu Takeda é um membro distante da família real japonesa, bisneto do imperador Meiji, que governou no final do século 19 e no início do século 20.

TP, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Cientista americana diz estar certa de que a Terra será atingida por asteroide

https://vimeo.com/355132338 Uma cientista americana de uma ONG dedicada a proteger a Terra diz que é 100% certo que um asteroide atingirá o nosso planeta. A cientista é Danica Remy, presidente da Fundação B612. Após um asteroide não …

NASA vai mesmo explorar Europa, a lua de Júpiter que pode ter vida extraterrestre

A NASA deu luz verde a uma missão para explorar uma lua de Júpiter que é considerada um dos melhores candidatos para a vida extraterrestre. A Europa - que é um pouco mais pequena do que …

País de Gales cancela plano controverso de criar "casas de banho robô"

O objetivo da construção era impedir atividade sexual, vandalismo e dormidas nas casas de banho públicas. O projeto ia recorrer às tecnologias de piso sensível ao peso, jatos de água, sensores anti-movimento e alarmes. O conselho …

Sem saber, uma mulher viveu durante 17 anos com a sua "gémea" dentro dela

Uma jovem na Índia, sem saber, viveu com uma das condições médicas mais raras e perturbadoras durante quase duas décadas. De acordo com um relatório de caso desta semana, a mulher tinha um saco que continha …

Novo filme da saga 007 já tem nome e data de estreia marcada

O novo filme da saga 007, realizado por Cary Fukunaga chama-se "No time to die" e estreia-se no Reino Unido e nos Estados Unidos em abril de 2020. "Daniel Craig regressa como James Bond, 007 em... …

Comporta pode tornar-se na nova Ibiza (e tudo começou com a queda do BES)

Após anos de um quase esquecimento, em termos de desenvolvimento imobiliário, a Comporta está a atrair investidores internacionais que encaram a pequena vila de Setúbal como uma "nova Ibiza". Um cenário que está a preocupar …

Família de Aretha Franklin cria fundo para a investigação de cancro raro

Um ano após a morte da cantora, a família de Aretha Franklin criou um fundo de apoio à investigação na área dos tumores neuroendócrinos, a doença rara que se revelou fatal para a celebridade, a …

Sporting vai monitorizar tudo o que se diz e escreve sobre jogadores

A empresa Noisefeed tem uma enorme base de dados relativa à atividade nas redes sociais de milhares de jogadores a nível global. Os jogadores de futebol de todo o mundo usam, cada vez mais, as redes …

Boris janta hoje com Merkel para mudar acordo. Maioria quer novo referendo

A pouco mais de dois meses da data marcada para a saída do Reino Unido da União Europeia, uma nova sondagem mostra que a maioria dos britânico quer que qualquer novo acordo vá a referendo. Um …

Oficial: Pardal Henriques candidato a deputado pelo partido de Marinho Pinto

O advogado Pedro Pardal Henriques anunciou esta quarta-feira que aceitou o convite para encabeçar a lista do PDR a Lisboa, deixando de ser porta-voz do Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas para "não misturar …