Presidente da Liga avisa: “Ou há saídas, ou Messi não vai jogar pelo Barcelona”

1

Andreu Dalmau / EPA

Lionel Messi

A questão do limite salarial no campeonato espanhol continua a afetar o clube catalão. Javier Tebas avisou o Barcelona: tem de vender passes de futebolistas.

O Barcelona recebeu um novo aviso em relação aos salários que paga aos seus futebolistas e em relação à eventual continuidade de Lionel Messi. O presidente de LaLiga falou ao canal de televisão laSexta e foi questionado se Messi iria começar a nova época ao serviço do seu clube de sempre: “Não sei. Se não há saídas, é impossível“.

Continuam as conversas entre o argentino (que ainda está no Brasil, onde vai jogar a final da Copa América) e a direção catalã. O Barcelona mantém os seus esforços, para que o jogador continue, enquanto Messi estará disponível para baixar o seu salário.

No entanto, há contas para fazer e o novo presidente Joan Laporta vai ter de concluir mais negócios, vendendo passes de futebolistas e baixando outros salários, para cumprir o fair play financeiro exigido pela FIFA. Estima-se que o clube terá de baixar em 30 por cento o valor total dos salários – que era superior a 600 milhões de euros, na época passada.

Em relação a mexidas no plantel, já saíram Trincão (empréstimo ao Wolverhampton) Júnior Firpo (Leeds, 15 milhões de euros), Todibo (Nice, por 8,5 milhões) e Konrad de la Fuente (Marselha, por 3,5 milhões de euros). Samuel Umtiti, Philippe Coutinho e Miralem Pjanić também deverão sair.

A UEFA ainda vai dar uma pequena ajuda porque, por causa da participação dos futebolistas do Barcelona no Euro 2020, vai pagar ao emblema espanhol 2,6 milhões de euros. E esse valor pode chegar aos 5 milhões de euros por causa da lesão de Ousmane Dembélé quando jogava pela seleção de França – o valor total depende do tempo de paragem do francês.

A dívida do Barcelona é de quase 1.200 milhões de euros. Laporta já admitiu admitir que a situação do clube é “muito pior” do que pensava.

Para já, o Barcelona não está autorizado a inscrever os reforços na Liga. Sergio Agüero, Memphis Depay,Eric Garcia e Emerson Royal ficam à espera, porque o limite salarial foi ultrapassado.

  Nuno Teixeira, ZAP //

1 Comment

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.