Presidente chinês faz rara e discreta visita ao Tibete

Luong Thai Linh / EPA

O presidente da China, Xi Jinping

O Presidente chinês fez uma rara visita ao Tibete, numa altura em que as autoridades reforçam o controlo sobre a cultura budista tradicional e impulsionam o desenvolvimento económico e modernização das infraestruturas da região dos Himalaias, noticiou a agência Lusa.

A imprensa estatal noticiou que Xi Jinping visitou locais da capital Lhasa, incluindo o Mosteiro Drepung, a Rua Barkhor e a praça pública, na base do Palácio de Potala, que abrigava os Dalai Lamas, líderes espirituais e políticos do Tibete.

A visita de Xi não foi anunciada publicamente e não é claro se o líder chinês já regressou a Pequim. Nos últimos anos, a China aumentou o controlo sobre os mosteiros budistas e expandiu a educação em língua chinesa, substituindo a língua tibetana.

Críticos dessas políticas são detidos rotineiramente e podem receber longas penas de prisão, especialmente se forem condenados por associação com o Dalai Lama, que vive no exílio na Índia, desde que fugiu do Tibete, durante uma rebelião contra o domínio chinês, em 1959.

A China não reconhece o autodeclarado governo tibetano no exílio, com base na cidade indiana de Dharmsala, e acusa Dalai Lama de separatismo. O turismo doméstico expandiu maciçamente na região desde que Xi ascendeu ao poder, em 2013. Novos aeroportos, linhas ferroviárias e autoestradas foram construídas na região.

A agência noticiosa oficial Xinhua informou que, durante a visita a Lhasa, Xi procurou “aprender sobre o trabalho em questões étnicas e religiosas, a conservação do património, bem como a herança e proteção da cultura tibetana”.

No dia anterior, Xi visitou a cidade de Nyingchi, para inspecionar as obras de preservação ecológica da bacia do rio Yarlung Zangbo, curso superior do Brahmaputra, onde a China está a construir uma barragem. Visitou ainda uma ponte e inspecionou a construção de uma linha ferroviária que vai ligar a província de Sichuan, no sudoeste da China, ao Tibete.

A visita de Xi coincide com o 70.º aniversário do Acordo de 17 Pontos, que reforçou o controlo chinês sobre o Tibete, região que muitos tibetanos dizem ter sido efetivamente independente durante a maior parte da sua História. Dalai Lama diz que foi forçado a assinar o documento e, desde então, o repudiou. A visita também ocorre numa altura de deterioração das relações entre a China e a Índia, que partilham uma fronteira longa, mas disputada, na região dos Himalaias.

No ano passado, confrontos na fronteira entre tropas indianas e chinesas resultaram em dezenas de mortos e alteraram dramaticamente o relacionamento já tenso entre os países vizinhos. Isto parece ter levado o primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, a desejar publicamente felicidades a Dalai Lama, no seu aniversário, este mês, e a falar com o líder espiritual dos tibetanos por telefone. Esta foi a primeira vez que Modi confirmou publicamente ter falado com Dalai Lama, desde que se tornou primeiro-ministro, em 2014.

Em comunicado, o grupo de defesa Campanha Internacional pelo Tibete disse que a visita de Xi é uma “indicação de quão alto o Tibete continua a figurar nas considerações da política chinesa”. A forma como a visita foi organizada e a “ausência total de qualquer cobertura imediata na imprensa estatal sobre a visita, indicam que o Tibete continua a ser uma questão delicada e que as autoridades chinesas não confiam na sua legitimidade entre o povo tibetano”, apontou o grupo radicado em Washington.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Inteligência Artificial está a "alimentar" a violação dos direitos humanos, alerta ONU

Num novo relatório, a Organização das Nações Unidas (ONU) alertou os países que o uso imprudente de Inteligência Artificial (IA) pode estar a pôr em causa o respeito pelos direitos humanos. Michelle Bachelet, Alta Comissária das …

Foi viajar e não voltou. O misterioso desaparecimento de Gabby Petito (e do namorado)

Gabrielle Petito, uma jovem norte-americana de 22 anos, desapareceu misteriosamente. Gabby foi viajar com o namorado, que voltou para casa sozinho e não quis contar o que aconteceu — e agora também está desaparecido. Gabby Petito, …

Aos 101 anos, Ginny é a "Senhora Lagosta" e não planeia reformar-se

Virginia Oliver continua a trabalhar na pesca da lagosta, apesar de já ter 101 anos de idade. 'Ginny' não planeia reformar-se e já se tornou um meme na internet. Virginia 'Ginny' Oliver tem 101 anos e …

Dinamarca. Reclusos condenados a prisão perpétua proibidos de iniciar novos romances

Os reclusos que cumprem prisão perpétua na Dinamarca serão proibidos de iniciar novos relacionamentos amorosos, decisão proposta pelo governo após uma jovem de 17 anos se apaixonar por Peter Madsen, que assassinou a jornalista Kim …

Casal queria que o seu filho se chamasse Vladimir Putin. A Suécia não deixou

Na Suécia, os pais são obrigados a comunicar os nomes dos seus filhos recém-nascidos ao Skatteverket nos primeiros três meses a partir do nascimento. Um casal sueco, que vive na cidade de Laholm, foi proibido pela …

44 jogos seguidos sem ganhar. Mas o presidente não está preocupado

O Atlético Mogi não vence qualquer jogo oficial há mais de quatro anos. Perdeu em 42 desses 44 duelos. 17 de Junho de 2017 foi o último dia em que o Atlético Mogi venceu um jogo …

Autárquicas: António Costa promete que os municípios terão mais mil milhões de euros

O secretário-geral do PS, António Costa, indicou hoje, em Celorico de Basto, no distrito de Braga, que os municípios “vão passar a ter, a partir de abril, mais mil milhões de euros que acompanham a …

Mais de trinta anos após ter sido lançada ao mar no Japão, mensagem em garrafa é encontrada no Hawaii

Durante uma viagem ao Hawaii, uma jovem de apenas 9 anos encontrou uma garrafa que foi lançada ao mar há mais de trinta anos. Esta continha uma mensagem que, posteriormente, acabou por revelar uma experiência …

Mais 939 infeções, sete mortes e nova redução nos internamentos

Portugal registou nas últimas 24 horas mais 939 casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2, sete mortes atribuídas à covid-19 e nova redução nos internamentos em enfermaria e cuidados intensivos. De acordo com o boletim epidemiológico da …

Milionário norte-americano Robert Durst condenado por matar melhor amiga

O milionário norte-americano Robert Durst, tornado famoso por um documentário do canal HBO, foi condenado na sexta-feira num tribunal de Los Angeles, nos Estados Unidos, por matar a melhor amiga, um crime que remonta a …