Pré-candidato à presidência da Nicarágua é detido a mando do governo. É já o sétimo

fotospresidencia_sv / Flickr

Daniel Ortega, Presidente da Nicarágua

Legislação do país impede que os indivíduos que se encontrem a ser investigados ou detidos concorram a cargos públicos. Daniel Ortega está na liderança do país desde 2007, promovendo ao longo dos anos diversas estratégias que lhe permitam estender o mandato para além do previsto na Constituição.

O pré-candidato à presidência da Nicarágua Noel Vidaurre foi detido este sábado e colocado em prisão domiciliária, num ato que terá sido ordenado pelas forças do regime liderado por Daniel Ortega. Ao longo dos últimos meses contam-se já sete pré-candidatos presos, entre ativistas e líderes da oposição, detidos, numa clara manobra de Ortega para condicionar o processo democrático no país — com quatro detenções a acontecerem em apenas uma semana, durante o mês de junho.

Esta não é, de resto, a única estratégia do chefe de Estado em que se encontra no poder desde 2007 para prolongar o seu mandato. A perseguição de jornalistas tem sido uma constante, com grande parte dos títulos da imprensa independente a desaparecerem desde que Ortega assumiu a presidência.

Em 2014, o presidente também fez alterações na constituição, promovendo reformas que lhe permitiam estender o mandato para além do período tido como legal.

Perante as críticas da comunidade internacional — e a aplicação de sanções —, Daniel Ortega defende-se apelidando os detidos de “criminosos” que obtêm financiamento dos Estados Unidos para organizar um golpe de Estado na Nicarágua, aponta a DW.

Aquando da detenção de sábado, Noel Vidaurre não foi informado sobre os motivos que estiveram na sua origem, apesar de a acusação fazer referência a tentativas de “minar a independência, a soberania, a autodeterminação e incitar a intervenção estrangeira”.

O pré-candidato da Aliança de Cidadãos pela Liberdade, por sua vez, afirma nunca ter apelado para que a Nicarágua fosse “sancionada nem nada parecido”. “Não sei qual é o motivo para a minha prisão. Não me foi explicado absolutamente nada”, explicou Vidaurre.

As sucessivas detenções já motivaram uma reação dos Estados Unidos, que, através da sua diplomata para a América Latina, Julie Chung, criticou as atitudes do regime de Ortega.

As eleições na Nicarágua estão marcadas para 7 de novembro, com o período de inscrição das candidaturas a decorrer entre 28 de julho e 2 de agosto. De acordo com a legislação do país, os indivíduos que se encontrem a ser investigados ou detidos não podem concorrer a cargos públicos.

Vidaurre está a ser investigado no âmbito da polémica Lei de Defesa dos Direitos do Povo à Independência, Soberania e Autodeterminação, aprovada em dezembro do ano passado com urgência pela Assembleia Nacional e por influência do governo de Daniel Ortega.

Outros nomes

Para além de Noel Vidaurre, na lista de detenções promovidas pelo regime de Ortega constam os nomes de outros pré-candidatos presidenciais da oposição, como Cristiana Chamorro, Arturo Cruz, Félix Maradiaga, Juan Sebastián Chamorro, Miguel Mora e Medardo Mairena.

Além destes, encontram-se também detidos dois ex-vice-chanceleres, dois históricos dissidentes do regime e ex-guerrilheiros, um líder empresarial, um banqueiro, uma ex-primeira-dama, dois líderes estudantis, um jornalista, dois ex-trabalhadores de ONGs e um motorista de Cristiana Chamorro.

María Asunción Moreno, professora de Direito e advogada, foi proposta como candidata da Aliança Cívica pela Justiça e a Democracia, mas ninguém sabe do seu paradeiro desde que há duas semanas saiu de casa para prestar depoimento ao Ministério Público no âmbito do processo em que estava a ser investigada.

Outro opositor, Luis Fley, um dos 11 candidatos à presidência, deixou a Nicarágua e anunciou, do exílio, que por razões de segurança desistiria da corrida presidencial.

ARM, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Marques Mendes defende expulsão de juiz negacionista da magistratura

Comentador avaliou negativamente o desempenho de Carlos Moedas nos debates com Fernando Media, elogiou António Costa, recomendou o uso de máscara na rua apesar do fim da obrigatoriedade e atirou-se ao lóbi das farmacêuticas. No seu …

Um Mundial a cada dois anos? Entre várias críticas, há quem o defenda com unhas e dentes

Um Mundial a cada dois anos e a concentração dos jogos internacionais em um ou dois períodos por ano? As opiniões dividem-se. Ultimamente tem-se discutido a possibilidade de mudar a periodicidade da realização do Campeonato do …

Hospital de Santa Maria está a realizar cirurgia inovadora no combate à obesidade

O Hospital de Santa Maria, em Lisboa, está a realizar uma nova cirurgia à obesidade que não implica incisões e requer menos tempo de internamento. Inovadora e revolucionária, a cirurgia realizada no Hospital de Santa Maria …

Premier League: ninguém vê pela TV os jogos das 15h. Porquê?

Se estiver a passar na televisão um Manchester United-Liverpool, as equipas mais pequenas terão as bancadas vazias. O argumento foi apresentado pelo presidente do Burnley, há mais de 50 anos. E a regra mantém-se. O assunto …

Alunos regressam às aulas — e professores já têm greve marcada para os primeiros dias

Cerca de 1,2 milhões de alunos do ensino obrigatório começam esta semana as aulas, que arrancam com uma greve anunciada num ano marcado pelo início do plano de recuperação de aprendizagens ainda em ambiente de …

Sporting atira-se ao VAR e reclama dois penáltis e uma expulsão

O Sporting contestou a atuação do VAR do encontro frente ao FC Porto, João Pinheiro. Em causa estão dois penáltis por assinalar e um cartão vermelho por mostrar. Rúben Amorim já só pensa no próximo jogo …

Exclusividade dos médicos ao SNS "nunca irá passar do papel", diz ex-ministro da Saúde

O antigo ministro da Saúde Adalberto Campos Fernandes considera que a questão da exclusividade dos médicos ao SNS "nunca irá passar do papel". Em contexto da pandemia de covid-19, a saúde tem sido um tema bastante …

Rosto de Neandertal que viveu há mais de 50 mil anos foi reconstruído (e pode ser visto ao vivo)

Krijn, o primeiro Neandertal encontrado na Holanda, ganhou agora uma nova vida, depois de uma equipa ter reconstruído o seu rosto. Em 2009, o Museu Nacional de Antiguidades da Holanda apresentou um fragmento de crânio do …

Em julho, quase 20% das chamadas para o SNS24 ficaram por atender

A linha de SNS24 atendeu 736 mil chamadas em julho, mas ficaram por atender quase 20%. De acordo com o jornal Público, que divulga os dados do Portal do Serviço Nacional de Saúde, no mês de …

Vamos lá contar os recordes de Emma Raducanu

Feito impensável? Maior momento de sempre no desporto britânico? Personalidade do ano? Abundam as análises à nova campeã do US Open, que não quer largar o troféu. Foi um dos maiores momentos da história do desporto …