Preços dos combustíveis podem disparar (e a culpa é de Trump)

Doug Mills / EPA

O presidente dos EUA prepara-se para anunciar o fim da isenção das sanções aos países importadores de petróleo do Irão. Uma má notícia para os condutores portugueses que poderão ver os preços dos combustíveis disparar devido à guerra de Donald Trump contra o regime iraniano.

Parece quase certo que a tendência de aumento dos preços dos combustíveis está aí para ficar. E as novas sanções que Donald Trump pretende implementar, com foco nos países que importam petróleo do Irão, é uma das causas para esse cenário.

O presidente norte-americano deverá anunciar o fim da isenção de sanções a estes países importadores na próxima semana, reforçando a política de bloqueio ao Irão, como constata o Diário de Notícias.

O previsível anúncio deverá despoletar uma subida de preços, com o gasóleo a atingir o pico de preço de 1,50 euros por litro, segundo apontam os especialistas económicos.

Em causa estão países como Turquia, China, Índia, Japão e Coreia do Sul que continuam a comprar combustível ao Irão.

“Um dos principais fornecedores de gasóleo de Portugal é Espanha, que vai buscá-lo à Turquia”, constata Tomás Cunha, da corretora XTB, ao DN.

“De Espanha, anualmente, importamos mais ou menos três mil milhões de euros em combustível e da Arábia Saudita importamos cerca de mil milhões”, refere Tomás Cunha. As prováveis sanções a anunciar por Trump podem vir a “mudar esta tabela de uma maneira incrível”, destaca o analista, realçando que poderá passar a haver “um monopólio” da Arábia Saudita.

Já João Queiroz, do Banco Carregosa, não acredita que isso aconteça. “A economia doméstica e as estruturas estão muito integradas com Espanha e seria necessário um fenómeno extraordinário para favorecer a Arábia Saudita, cujo peso é quase irrelevante na nossa economia”, considera também no DN.

Certo é que nesta semana, só perante o rumor, as exportações do Irão “caíram de 1,2 milhões de barris por dia para 900 mil”, como revela Tomás Cunha, evidenciando uma queda de “quase um quarto” e assumindo que “uma jogada destas teria um impacto pesado na economia global e, principalmente, na economia portuguesa”.

A subida de preços terá, por outro lado, repercussões positivas para as petrolíferas que já vão revelando elevados ganhos.

Nos mercados internacionais, o preço do barril de petróleo Brent para entrega em Junho terminou, nesta terça-feira, em alta de 0,73%, subindo para os 74,54 dólares.

O crude do mar do Norte, de referência na Europa, concluiu a sessão no International Exchange Futures a cotar 54 cêntimos acima dos 74,00 dólares com que fechou as transacções na segunda-feira.

O preço do petróleo continua em baixa, mas adivinha-se que poderá disparar para máximos de Outubro passado quando o valor por barril passou dos 86 dólares.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

19 COMENTÁRIOS

  1. Tem piada. Acusam o Trump de ter acordos com a Arabia Saudita para manter o preço do petroleo baixo para levar à falencia a Venezuela, mas além do Trump ser culpado do preço do petroleo ser baixo vai ser também culpado do preço do petroleo ser alto :((

    • OPEP, o cartel do petróleo; já ouviste falar?
      O Irão é o 2º maior produtor de petróleo da OPEP, a seguir à Arábia Saudita.
      E agora? Achas que chegas lá?
      .
      “Um dos principais fornecedores de gasóleo de Portugal é Espanha”
      É?!
      Será que este “consultor” sabe que Portugal é auto-suficiente na produção de gasóleo há uns bons anos e exporta até para os EUA?
      Duvido…

        • O quê?!
          Não digas asneiras!…
          A Repsol Sines (polímeros) nem sequer produz gasóleo ou gasolina!!
          Portugal é auto-suficiente em gasóleo e gasolina e, NADA tem a ver com a Repsol – é mesmo a Petrogal, que é o 2° exportador nacional!

    • Que se retirem as sanções à Rússia (outro dos grandes exportadores de gás e petróleo) que o preço do barril já desce. Mas se calhar isso já não convém a muita gente, nomeadamente aos monopolistas e inflaccionadores do preço do crude.

    • OPEP, o cartel do petróleo; já ouviste falar?
      O Irão é o 2º maior produtor de petróleo da OPEP, a seguir à Arábia Saudita.
      E agora? Achas que chegas lá?

  2. Eu a pensar que os combustíveis estavam caros por causas dos impostos sobre os combustíveis (que não deixam sentir as baixas do preço do barril de petróleo), mas afinal pagamos os combustíveis caros por causa do Trump!

  3. Noticia enganosa…
    Os combustíveis estão caros pelos motivos que todos conhecemos… malvada geringonça com o Costa a Cabeça.

  4. Mas que demagogia se faz por aqui. O Presidente Trump, igualmente é culpado pelo mau tempo que por aqui se faz, em boa verdade esta chuva é bem vinda ). Mas se o não é, seguramente é culpado de todos os males, conhecidos e desconhecidos, que afligem a humanidade.

  5. Esta é mais uma dos detratores de Trump. Muita coisa eu tenho ouvido que são todas culpa do Trump. E ainda vou continuar a ouvir por muito mais tempo porque ele em 2020 vai ganhar as eleições. Bem feito!!

  6. Porque razão teremos nós de ser dependentes de Espanha em relação ao gasóleo, ainda não aprendemos a andar pelo nosso próprio pé?

    • Ah?!
      E tu não ainda não aprendes-te a pesquisar antes de comentar?
      Portugal é auto-suficiente em gasóleo há uns bons anos (produz entre 110 e 120% do mercado nacional) e exporta principalmente para o continente americano (EUA, etc), mas também para Espanha!!
      A Petrogal SÓ tem sido o MAIOR exportador português para Espanha!

  7. Ah?!
    E tu não ainda não aprendes-te a pesquisar antes de comentar?
    Portugal é auto-suficiente em gasóleo há uns bons anos (produz entre 110 e 120% do mercado nacional) e exporta principalmente para o continente americano (EUA, etc), mas também para Espanha!!
    A Petrogal tem sido o MAIOR exportador português para Espanha!

RESPONDER

34 anos depois, dados da Voyager 2 revelam mais um segredo de Urano

Mais de 30 anos depois, os dados da Voyager 2, que sobrevoou o planeta em 1986, permitiram aos cientistas da NASA desvendar mais um segredo de Urano. Em janeiro de 1986, a Voyager 2 sobrevoou Urano. …

Está a nevar em Plutão

Em julho de 2015, a sonda New Horizons da NASA concluiu uma longa e árdua jornada pelo Sistema Solar, viajando a 36.000 mph durante nove anos e meio. Toda a missão focava-se em mapear a …

Cientistas dão um importante passo na criação de uma Internet quântica segura

Uma nova investigação da Universidade de Harvard e do Instituto de Tecnologia de Massachusetts, nos Estados Unidos, revelou o elo que faltava para termos uma Internet quântica funcional e prática: uma forma de corrigir os …

Os pedregulhos de Bennu brilham como faróis para a Osiris-Rex da NASA

Este verão, a sonda OSIRIS-REx empreenderá a primeira tentativa da NASA de tocar a superfície de um asteroide, recolher uma amostra e recuar em segurança. Mas, desde que chegou ao asteroide Bennu há mais de …

Cidades subterrâneas podem ser um bom refúgio para futuros desastres

Especialistas ouvidos pelo portal One Zero acreditam que cidades subterrâneas podem ser um bom refúgio para populações que possam vir a enfrentar desastres naturais no futuro potenciados pelas alterações climáticas. À medida que os desastres naturais …

Descobertas três novas espécies de pterossauro em Marrocos

Cientistas encontraram três novas espécies de pterossauro, que viveram no deserto do Sahara, há 100 milhões de anos, em Marrocos. De acordo com o site EurekAlert!, estas três novas espécies de pterossauro faziam parte de um …

Texto português do século XVI mostra eficácia da quarentena

Um especialista australiano descobriu num texto português do século XVI uma prova de que a quarentena ou o isolamento podem impedir a globalização de uma doença como a covid-19, que já provocou mais de 30 …

Coronavírus. Mercados chineses continuam a vender morcegos

Nem com a pandemia de covid-19 a China abre mão dos seus velhos hábitos. Embora o novo coronavírus tenha tido origem num mercado de animais exóticos, em Wuhan, muitos destes sítios continuam a funcionar normalmente …

No Twitter, o discurso de ódio contra chineses cresceu 900%

A L1ght, uma empresa que mede a toxicidade das plataformas digitais, partilhou recentemente um relatório no qual revela que o discurso de ódio contra a China e contra os chineses teve um crescimento de 900%. Donald …

Há mais pessoas em quarentena do que vivas durante a 2ª Guerra Mundial

Um terço da população mundial - 2,6 mil milhões de pessoas - está em quarentena. São mais seres humanos em isolamento do que aqueles que estavam vivos para testemunhar a 2ª Guerra Mundial. Na terça-feira, o …