Portugueses entre os europeus que mais conduzem com ansiolíticos e álcool

SXC

-

Os condutores portugueses estão entre os europeus que mais conduzem sob a influência de medicamentos ansiolíticos e de álcool, revelou esta quarta-feira um relatório do Observatório Europeu da Droga e da Toxicodependência (EMCDDA).

Segundo o relatório “Consumo de drogas, diminuição das capacidades do condutor e acidentes rodoviários”, os portugueses são os que mais conduzem sob a influência de medicamentos ansiolíticos, entre os 13 países europeus estudados.

O documento, divulgado pelo EMCDDA por ocasião do dia internacional contra o abuso e o tráfico ilícito de drogas, que se assinala na quinta-feira, adianta também que Portugal é o terceiro país onde os automobilistas apresentam maior excesso de álcool, depois da Itália e da Bélgica.

O relatório do EMCDDA incluiu os resultados do projeto DRUID (Driving under the Influence of Drugs, Alcohol and Medicines), financiado pela Comissão Europeia e desenvolvido em 13 países, entre 2006 e 2011.

Depois das benzodiazepinas (fármacos ansiolíticos utilizados no tratamento de situações de ansiedade e insónias), as drogas mais comuns detetadas nos condutores portugueses são a canábis e os opiáceos, prevalecendo ainda o consumo combinado de droga e álcool.

O relatório do Observatório Europeu da Droga e da Toxicodependência refere que muitos dos acidentes e mortes na Europa “são causados por condutores cujas capacidades estão diminuídas pelo consumo de uma substância psicoativa”.

“O álcool, especialmente em altas concentrações, deve continuar a ser o principal foco das medidas de prevenção”, diz o EMCDDA, apelando a que o consumo combinado de droga e álcool pelos condutores seja abordado “mais intensivamente”.

O EMCDDA considera que a associação de droga e álcool representa um “risco muito elevado de acidente rodoviário”.

O relatório indica que ”o consumo de anfetaminas, canábis, benzodiazepinas, heroína e cocaína está associado a um risco crescente de estar envolvido ou ser responsável por um acidente, e, em muitos casos, este risco aumenta quando a droga é combinada com outra substância psicoativa, como o álcool”.

O relatório refere que a canábis é a droga ilícita mais frequentemente detetada em condutores, seguida da cocaína e anfetaminas, além das benzodiazepinas, que são os medicamentos mais encontrados.

Segundo o EMCDDA, há “grandes diferenças entre os países analisados, sendo que o álcool e as drogas ilícitas predominam no sul da Europa, e as drogas para uso terapêutico predominam no norte da Europa”.

/Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. e nao acham normal ! com os ordenados que temos e os impostos que pagamos ! as possibilidades de nem termos uma reforma aceitavel etc ,nao estamos no mesmo barco que paises como a alemanha ou frança !

RESPONDER

Turistas fizeram café em Veneza. Foram multados em 950 euros e convidados a abandonar a cidade

Dois turistas alemães foram multados por fazerem um café nos degraus da famosa ponte Rialto, em Veneza. Depois, tiveram de deixar a cidade, segundo as autoridades municipais. Os dois turistas de Berlim, com idades entre 32 …

Merkel admite: Greta Thunberg teve influência nas novas medidas alemãs pelo ambiente

A chanceler alemã, Angela Merkel, afirmou nesta sexta-feira que o seu governo decidiu ser mais ambicioso nas medidas contra as alterações climáticas como resposta à mobilização e marchas pelo ambiente de crianças e adolescentes inspirados …

Google paga prémios até centenas de milhares de euros para descobrir bugs

A Google aumentou o valor dos prémios que oferece a quem descobrir bugs nos seus produtos e serviços. Alguns dos prémios podem mesmo chegar aos milhares de euros. Ganhar dinheiro ao descobrir bugs é algo desconhecido …

Identificado suspeito do incêndio no estúdio de animação no Japão. Queixa-se de plágio

Esta quinta-feira, um incêndio no estúdio de animação KyoAni provocou 33 mortos e 35 feridos. Confirmadas as suspeitas de que o desastre resultara de fogo posto e que o autor usara gasolina para propagar as …

Nunca ninguém mandou tanto tempo como Benjamin Netanyahu

Benjamin Netanyahu foi o primeiro chefe de Governo de Israel a nascer no país — em Telavive, a 21 de outubro de 1949, um ano após a criação do Estado.  Foi também o primeiro-ministro mais …

Vulcão Etna acordou e entrou de novo em erupção

O Etna voltou a acordar lançando lava de uma das crateras localizadas na área desértica do topo do vulcão siciliano, de acordo com o Instituto Nacional Italiano de Geofísica e Vulcanologia (INGV). A atividade é intermitente …

Agência Europeia para a Segurança da Aviação alerta para limitações dos Airbus 321neo

A Agência Europeia para a Segurança da Aviação (EASA) publicou na passada quarta-feira um estudo sobre um problema nos Airbus 321neo que pode dar origem a uma “redução do controle do avião”. O documento alerta todas as …

Carlos Vinícius por 17 milhões no Benfica. É o terceiro reforço mais caro das águias

O Benfica anunciou hoje como reforço o avançado brasileiro Carlos Vinícius, que assina por cinco temporadas, com o clube "encarnado" a pagar 17 milhões de euros ao Nápoles pela transferência. Os encarnados confirmaram a contratação do …

"Acharam que era empregado de mesa". Deputado Hélder Amaral denuncia racismo no Parlamento Europeu

O deputado do CDS-PP Hélder Amaral revela que foi vítima de racismo no Parlamento Europeu. O único deputado afro-descendente com assento parlamentar refere que "acharam que era empregado de mesa". Esta revelação foi feita por Hélder …

Há mais cinco dias para pagar o IVA (e mais mudanças noutros impostos)

Os deputados aprovaram esta sexta-feira, a proposta do Governo que altera diversos códigos fiscais, entre os quais mais cinco dias para o pagamento do IVA e eliminação de garantia para dívidas mais baixas de …