Portuguesa Tekever desenvolve tecnologia para melhorar comunicações por satélite

P. Carril / ESA

Conceito artístico de um satélite GSTB-V2/A da ESA em órbita

A multinacional portuguesa Tekever lidera um consórcio europeu que vai desenvolver um projecto para melhorar as comunicações entre satélites, e destes para a Terra, num investimento comunitário de um milhão de euros, informou um dos administradores.

O projecto, “Screen – Space Cognitive Radio for Electromagnetic Environment maNagement”, baseia-se numa tecnologia já usada em comunicações terrestres móveis, como os telemóveis – o SDR, Software Defined Radio – e incorpora uma outra, o Sistema de Rádio Cognitivo, suporte para o uso eficiente do espectro electromagnético, e já utilizada nos rádios de militares, no estrangeiro.

O “Screen”, a desenvolver num prazo de dois anos, permitirá “avançar na comunicação” entre satélites, e dos satélites para a Terra, “diminuindo as interferências”, ao socorrer-se de uma tecnologia que indica, automaticamente, “que frequências estão mais disponíveis, para as usar melhor”, disse à Lusa um dos administradores da Tekever, Ricardo Mendes.

O novo sistema de comunicação espacial custa um milhão de euros, verba totalmente suportada por fundos comunitários, ao abrigo do programa de incentivo à inovação Horizonte 2020.

Justificando a excepcionalidade do investimento, Ricardo Mendes referiu que o mercado espacial é conservador: “Testam-se poucas tecnologias no Espaço, dados os custos elevados”.

Do consórcio fazem parte, entre outros, o INESC Porto.

A Tekever, hoje uma multinacional com escritórios no Reino Unido, nos Estados Unidos, na China e no Brasil, foi fundada em 2001, em Lisboa, por ex-alunos do Instituto Superior Técnico.

Há vários anos, produz tecnologias para os mercados das Tecnologias da Informação, Aeronáutica, Espaço, Defesa e Segurança, contando na lista de clientes com a agência espacial europeia ESA e o centro chinês de engenharia para microssatélites, agregado à Academia de Ciências Chinesa.

Os aviões e sistemas não tripulados do grupo foram usados nas missões de patrulhamento da PSP, em Junho, em Lisboa, na final da Liga dos Campeões, e estão ao serviço da NATO no Kosovo.

No quadro comunitário anterior, 2007-2013, a multinacional coordenou e participou em cerca de 20 projectos, em parceria com universidades e centros de investigação científica internacionais.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

"Evento raro". Nasceu uma baleia-branca no maior aquário do mundo (e o momento foi gravado)

Whisper, uma baleia-branca de 20 anos, deu à luz uma cria saudável em 17 de maio após uma gravidez de 15 meses, marcando a chegada do mais novo cetáceo do Georgia Aquarium, numa altura em …

Telemóveis são uma ferramenta poderosa contra a desigualdade de género em África

Ao dar às mulheres acesso a informação que, de outra forma, era quase impossível de obter, os telemóveis estão a salvar e a transformar vidas. De acordo com o site IFLScience, o estudo responsável por esta …

Desde março, morreram mais de 100 elefantes no Botsuana. Ninguém sabe porquê

As autoridades do Botsuana estão a investigar a morte de 110 elefantes na região do Delta do Okavango desde março, anunciou esta semana o Ministério do Meio Ambiente, Conservação de Recursos Naturais e Turismo daquele …

Um robô aprendeu a fazer uma omelete. E ficou melhor do que o esperado

Uma equipa de engenheiros da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, treinou um robô a preparar uma omelete. Para os investigadores, avaliar se um robô cozinhou uma refeição com sucesso é uma fonte interessante de …

Covid-19 já matou mais no Reino Unido do que os bombardeamentos alemães da II Guerra

A pandemia de covid-19 já matou mais pessoas no Reino Unido do que os bombardeamentos alemães durante a II Guerra Mundial. O novo coronavírus oriundo da China já matou cerca de 50.000 pessoas em território …

Estudo mostra que os cães querem mesmo resgatar os seus donos do perigo

Um novo estudo mostra que os nossos amigos de quatro patas querem realmente salvar-nos em momentos de aflição, mas desde que saibam como o fazer. De acordo com o site Science Alert, os investigadores reuniram 60 cães …

Derek Chauvin foi detido, mas os precedentes mostram que o polícia pode sair impune

Derek Chauvin, o polícia responsável pela morte de George Floyd, foi detido e aguarda a sua primeira audiência. No entanto, há precedentes que sugerem que o agente pode sair impune. Derek Chauvin tem a sua primeira …

Cientistas encontram dois fragmentos do meteorito de Barcelona

Cientistas espanhóis encontraram dois pequenos fragmentos do chamado meteorito de Barcelona, que caiu, há mais de 300 anos, no dia de Natal. No dia 25 de dezembro de 1704, um meteorito rasgou os céus e caiu …

"Pressionaram-me para o denunciar". Higuita recorda amizade com Escobar

A relação de amizade entre René Higuita e Pablo Escobar levou a que o ex-futebolista fosse seguido pelas autoridades. A polícia chegou a pressioná-lo para denunciar Escobar. O antigo internacional colombiano René Higuita é provavelmente uma …

George Floyd. Portugal junta-se às manifestações mundiais contra o racismo

Cinco cidades portuguesas juntam-se hoje à campanha de solidariedade mundial contra o racismo, associando-se à luta pela dignidade humana na sequência da morte, a 25 de maio, do afro-americano George Floyd, sob custódia da polícia …