Português vítima do ataque de Westminster quer indemnização

Andy Rain / EPA

Polícia britânico em vigilância a Whitehall após o atentado terrorista junto ao parlamento britânico, em Londres

Polícia britânico em vigilância a Whitehall após o atentado terrorista junto ao parlamento britânico, em Londres

Um português que foi ferido durante o ataque terrorista de 22 de março em Londres quer ser indemnizado pela seguradora do carro de aluguer usado por Khalid Masood, noticia a imprensa britânica.

O português Francisco Lopes, de 26 anos, alega ter ficado com uso limitado da mão esquerda e com ferimentos nas pernas, além de sequelas psicológicas, como ataques de pânico e agorafobia.

Não consigo escapar ao terror. Quando fecho os olhos, lembro-me do carro quase a bater-me, o som de pessoas a gritar. Tenho pesadelos frequentemente. No outro dia sonhei que estava noutro ataque terrorista”, descreveu, citado pelo Evening Standard.

Khalid Masood começou por atropelar várias pessoas que caminhavam no passeio na ponte de Westminster, após o que esfaqueou um agente da polícia junto da entrada dos edifícios do parlamento britânico, acabando por ser abatido a tiro.

Francisco Lopes, que trabalha no hospital próximo de St. Thomas, foi um dos últimos a ser acometido pelo veículo conduzido por Masood, antes de este chocar contra as grades do palácio de Westminster e ser abatido pela polícia.

Segundo o diário, o português continua de baixa e pede uma indemnização de milhares de libras contra a Zurich, seguradora que presta serviço à Enterprise, empresa de aluguer de automóveis contratada pelo atacante.

“Eu tento ser como era antes, sem medo de nada, mas o que aconteceu mudou-me. Tenho medo de sair, medo do trânsito, e nunca mais consegui andar de bicicleta. Quero voltar à minha vida normal”, afirmou Lopes.

O Evening Standard diz que Francisco Lopes, residente no Reino Unido há 14 anos, é o primeiro a pedir indemnização pelo ataque, que matou quatro pessoas e feriu 50. Porém, acrescenta, este tipo de acções judiciais poderão ser facilitadas por alterações na legislação a favor de vítimas de actos de terrorismo.

O português quer ser indemnizado para pagar o acompanhamento psicológico e tratamentos de fisioterapia, além da perda de rendimentos.

A seguradora Zurich, citada pelo jornal, diz ter uma equipa de especialistas a estudar a situação em geral, recusando comentar o caso específico. “Foi um evento trágico e envolve aspectos muito complexos no que diz respeito ao seguro”, referiu.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Chovem diamantes no interior de Neptuno e Urano (e já se sabe porquê)

Podem estar a chover diamantes dentro dos corações de Neptuno e Urano. Agora, os cientistas descobriram novas evidências experimentais que mostram como é que isso poderia ser possível. Neptuno e Urano são os planetas mais mal …

Descobertas duas super-Terras na zona habitável de uma das estrelas mais próximas do Sistema Solar

Uma equipa internacional de cientistas encontrou duas super-Terras a orbitar uma das estrelas mais próximas do Sistema Solar. Conduzida pela Universidade de Göttingen, na Alemanha, a equipa de especialistas localizou um sistema formado por pelo …

Sporting 2-1 Gil Vicente | Leão de Plata só sabe vencer

O Sporting cumpriu na recepção ao Gil Vicente, no fecho da 29ª jornada da Liga NOS, e venceu por 2-1, num jogo que pareceu sempre controlado, mas que terminou com emoção. Os “leões” dominaram por completo …

Leões marinhos decapitados estão a dar à costa no Canadá (e ninguém sabe porquê)

Os corpos decapitados de pelo menos cinco leões-marinhos encontrados nas costas de Vancouver, no Canadá, nos últimos meses sugerem que pode haver um serial killer de mamíferos marinhos à solta. O LiveScience relata que pelo menos …

Este japonês é a única pessoa no mundo a ter um mestrado em Estudos Ninja

Um homem japonês tornou-se a primeira pessoa no mundo a ter um mestrado em Estudos Ninja depois de concluir um curso de pós-graduação que envolvia a aprendizagem de artes marciais básicas e escalada de montanhas. De …

Cátio Baldé acusado de comprar vistos para jogadores do Benfica

Cátio Baldé está a ser acusado de corrupção passiva por ter pagado a um funcionário da embaixada portuguesa em Bissau para conseguir vistos para jogadores do Benfica. O empresário admite o crime, mas nega o …

Ex-polícia admite ser "Assassino de Golden State" e declara-se culpado de 13 homicídios

O ex-polícia norte-americano Joseph DeAngelo declarou-se, esta segunda-feira, culpado de 13 homicídios. Mais conhecido como o "Assassino de Golden State", DeAngelo foi preso em 2018, após 40 anos de investigação. A identificação do criminoso apenas foi …

Infarmed garante ter stock de remdesivir, apesar da compra massiva dos EUA

Depois da notícia de que os EUA compraram à empresa Gilead Sciences praticamente toda a reserva para três meses do medicamento remdesivir, o primeiro aprovado no país no tratamento de covid-19, o Infarmed garante que …

Orfão, capturado e apresentado à rainha. A história da mais antiga fotografia de um indígena da Nova Zelândia

Um daguerreótipo - primeiro processo fotográfico do mundo - mantido na Biblioteca Nacional da Austrália é o mais antigo retrato fotográfico conhecido de um indígena maori da Nova Zelândia. Na imagem antiga, um adolescente aparece vestido …

Uma mesa de 490 metros na Charles Bridge. Em Praga, o fim da restrições celebrou-se com um jantar em massa

Os habitantes de Praga, capital da República Checa, construíram uma mesa com quase 490 metros e realizaram um enorme jantar público esta terça-feira para comemorar o fim do bloqueio do coronavírus no país. De acordo com …