Portugal recebe na próxima semana primeiros estrangeiros com certificado de vacinação

António Pedro Santos / Lusa

Pedro Siza Vieira, ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital

O ministro da Economia e Transição Digital anunciou hoje que Portugal passará na próxima semana a receber no país cidadãos estrangeiros que apresentem o devido certificado de vacinação, como recomendado pelo Conselho da Europa.

A medida foi anunciada esta tarde em Arouca, no distrito de Aveiro, durante a apresentação da campanha de promoção nacional e internacional do destino Portugal.

“Esta semana vamos assegurar a reabertura das viagens não-essenciais a partir dos Estados Unidos para Portugal, para pessoas que tenham certificado de vacinação, conforme a recomendação do Conselho Europeu recentemente aprovado”, disse Pedro Siza Vieira.

Isso significa que visitantes provenientes do território norte-americano “com duas vacinações completas de uma marca reconhecida pela Autoridade Europeia do Medicamento poderão fazer viagens não-essenciais [para Portugal] a partir da próxima semana”.

A medida surge na sequência da aprovação pela presidência portuguesa da União Europeia do regulamento dos certificados de viagem relativos à covid-19, o que, segundo o governante, visa sobretudo “assegurar que há critérios uniformes de circulação de pessoas” dentro do território europeu.

“O que quisemos assegurar é que os cidadãos que cumprissem os mesmos requisitos dentro da União Europeia pudessem recuperar essa liberdade de circulação”, declarou Pedro Siza Vieira.

O ministro acredita que a mobilidade aérea retomará a normalidade “nas próximas semanas ou nos próximos meses” porque os planos de vacinação “estão a ser executados a grande velocidade em toda a Europa”, mas diz que, entretanto, o foco das entidades do setor deve ser outro.

“Temos que continuar a fazer o nosso trabalho independentemente de decisões de outros estados”, defendeu o governante, em referência à decisão do Reino Unido de retirar Portugal da sua lista verde.

“Continuaremos a trabalhar no sentido de criar as melhores condições para que quem nos queira visitar possa vir em segurança. Existe uma procura por viagens que, neste momento, está reprimida por decisões administrativas, sanitárias e de outra natureza. Quando normalizarmos a situação sanitária e tivermos capacidade de retomar a mobilidade aérea, o que toda a gente estima que possa ocorrer durante o verão, vamos recuperar já este ano alguma atividade turística”, explicou.

A estimativa do Governo é que, no final de 2021, Portugal possa estar com “um nível de visitantes estrangeiros e de receitas turísticas ligeiramente acima do ano passado”.

“É difícil porque estivemos praticamente quatro meses com toda a atividade turística em níveis muitíssimo reduzidos e teremos que fazer um grande esforço na segunda metade do ano, mas achamos que é possível”, concluiu Pedro Siza Vieira.

// Lusa

 

PARTILHAR

RESPONDER

Aberto inquérito-crime ao atropelamento mortal com carro de Cabrita. Não há câmaras no local do acidente

A GNR já está a investigar as circunstâncias do atropelamento mortal com um carro onde seguia o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita. Mas o inquérito-crime não poderá contar com imagens das câmaras de video-vigilância …

Nuno Mendes e João Félix fora do jogo com a Alemanha

Os jogadores Nuno Mendes e João Félix vão ficar fora do jogo deste sábado frente à Alemanha devido a uma mialgia muscular. Ambos vão assistir ao encontro na bancada e devem recuperar a tempo de defrontar …

Antigo governador civil desmente Medina (que explicou sem explicar o envio de dados a embaixadas)

O último governador civil de Lisboa, o socialista António Galamba, desmente Fernando Medina, presidente da Câmara de Lisboa, no âmbito das conclusões da auditoria ao envio de dados de manifestantes para embaixadas estrangeiras. E há …

Portugueses burlados em Munique. PSP alerta para a venda de bilhetes falsos

No dia em que Portugal joga contra à Alemanha na capital da Baviera, a PSP alertou que vários portugueses estão a ser burlados com a venda de bilhetes falsos para a partida. O intendente Pedro Colaço …

Correos Express "passa a perna" aos CTT. Empresa quer conquistar Portugal para ter oferta ibérica na Ásia

A empresa espanhola concorrente dos CTT está a monopolizar as entregas ibéricas. Em 2019, comprou 51% da unidade de transporte expresso do grupo logístico Rangel e quer ter centros de distribuição em todo os distritos …

Autoridades passam 25 multas no primeiro dia de confinamento em Lisboa

As autoridades policiais passaram 25 autos de contraordenação no primeiro dia de confinamento da Área Metropolitana de Lisboa. Desde as 15h da tarde de ontem que é proibido entrar ou sair da AML, embora existam várias …

Ricardo Salgado queria afastar juíza por ser sobrinha de Ana Gomes

Um dos julgamentos que Salgado enfrenta é no Tribunal da Concorrência, Regulação e Supervisão (TCRS) de Santarém por causa de coimas que lhe foram aplicadas pelo Banco de Portugal. O ex-banqueiro tentou atrasar o julgamento …

Afinal, Darwin poderá ter-se enganado em relação à seleção sexual

Um novo estudo sugere que Charles Darwin poderá ter-se enganado parcialmente em relação à teoria da seleção sexual. Charles Darwin foi um cientista cuidadoso. Em meados do século XIX, enquanto procurava evidências para a sua teoria …

“Não temos um presidente". Moedas arrasa Medina após divulgação da auditoria à CML

A auditoria interna da Câmara Municipal de Lisboa, apresentada ontem por Fernando Medina, está longe de pôr fim à polémica em torno do envio de dados pessoais de manifestantes a embaixadas estrangeiras. O presidente da Câmara …

"Fui sujeito a pressões, intimidações e ameaças". António Oliveira desiste de candidatura à Câmara de Gaia

Esta sexta-feira, numa reunião de emergência, António Oliveira, candidato à Câmara de Vila Nova de Gaia, anunciou ao líder do PSD, Rui Rio, a sua desistência da corrida eleitoral. António Oliveira tinha sido a escolha de …