Portugal é o 11.º país do mundo que mais álcool consome

Portugal é 11.º país do mundo que mais consome álcool. No entanto, é também um dos países da Europa em que a taxa de distúrbios causados pela dependência dessa substância é mais baixa.

Uma análise do WorldAtlas, divulgada em setembro deste ano e desenvolvida com base em dados recolhidos e analisados pela Organização Mundial de Saúde (OMS), mostra que Portugal faz parte dos 25 países que mais álcool ingere, com um consumo médio anual de 12,90 litros de álcool puro ‘per capita’.

As conclusões deste estudo, que incluiu indivíduos com mais de 15 anos de idade, mostram que as taxas mais elevadas de consumo de álcool estão concentradas na Europa – Bielorrússia, Lituânia, República Checa e Irlanda – e noutros locais do hemisfério norte. Em contrapartida, os países da Ásia, da África e do Pacífico apresentam taxas muito menores.

 

Existem vários fatores que influenciam as tendências registadas. Um deles está relacionado com a produção de bebidas alcoólicas: muitos dos países europeus são os principais produtores das maiores marcas do mercado.

Essa situação pode ser atribuída ao facto de o consumo se ter tornado parte da cultura desses locais há muitos séculos, com a atividade a ser transmitida de geração em geração.

Outra dos aspetos está relacionado com as condições climáticas. Muitos dos países que compõem esta tabela estão localizados em regiões frias do planeta. De acordo com o WorldAtlas, as populações dessas zonas tendem a consumir elevadas quantidades de álcool para combater os efeitos do frio, pois este pode criar uma ilusão de aquecimento do corpo.

Dependência de álcool e droga no mundo

No entanto, apesar de ser o 11.º país com maior consumo de álcool registado ‘per capita’, Portugal regista a menor taxa de distúrbios associados à dependência de álcool e de drogas – 1,91% -, quando comparado aos outros 24 países acima referidos.

Este resultado pode ser encontrado num relatório do Our World in Data, divulgado em maio de 2018. Nesta pesquisa, a investigadora Hannah Ritchie analisou alguns fatores relativos ao abuso dessas substâncias a nível mundial, dados que permitiram verificar a prevalência global de transtornos associados a estes fenómenos em 2016.

 

Como se pode verificar, a taxa de distúrbios associados à dependência dessas substâncias em Portugal corresponde à metade da registada na Finlândia ou na Moldávia, e a quase três vezes menos do que na Rússia, que lidera esta tabela de 25 países.

Quanto aos restantes dados do relatório, a primeira conclusão avançada pela pesquisadora mostra que 1,3% da população mundial teve pelo menos um episódio de distúrbio causado pelo uso de álcool e 0,9% causado pelo abuso de drogas, o que equivale a cerca de 164 milhões de pessoas.

A prevalência desses transtornos é mais alta na Europa Oriental e nos Estados Unidos, ocorrendo entre 5 a 6% da população, ou seja, cerca de uma em 20 pessoas.

Segundo a investigadora, compreender a verdadeira extensão dos distúrbios causados pelo uso de substâncias ilícitas ou de álcool é tão difícil como entender os distúrbios associados a doenças mentais.

O Institute for Health Metrics and Evaluation (IHME), centro de pesquisa da Universidade de Washington que opera na área de estatísticas globais de saúde e avaliação de impacto, avalia a prevalência de distúrbios causados por estas substâncias utilizando uma combinação de registros médicos e nacionais, dados epidemiológicos, dados de pesquisa e modelos de meta-regressão.

Outra das conclusões do relatório de Hannah Ritchie aponta que a dependência de álcool é mais alta na Europa Oriental (em particular na Rússia), enquanto a de drogas prevalece na América do Norte (principalmente nos Estados Unidos). No entanto, na maior parte dos países, predominam os transtornos causados pelo uso de drogas.

O mesmo relatório indica ainda que os distúrbios causados pelo uso de álcool e drogas são mais comuns nos homens que nas mulheres, facto constatado em todos os países, com exceção da Ucrânia, no caso de dependência de álcool.

 

Por último, a pesquisadora concluiu que os transtornos por uso de drogas tendem a ser mais comuns na faixa etária dos 20 anos, na maior parte dos países. No caso dos Estados Unidos, por exemplo, 9% dos indivíduos entre 20 e 24 anos tinham tido pelo menos um episódio de dependência por uso de drogas em 2016.

No entanto, alertou a investigadora, esta a tendência não é um padrão específico dos jovens adultos da atualidade. A tendência para o uso de substâncias atingir o pico durante esse período, antes de declinar mais tarde, tem sido recorrente nas diferentes gerações.

Taísa Pagno, ZAP // WorldAtlas

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Descoberta classe de objetos bizarros perto do enorme buraco negro da Via Láctea

Astrónomos da Iniciativa Órbitas do Centro Galáctico da UCLA (Universidade da Califórnia) descobriram uma nova classe de objetos bizarros no centro da Via Láctea, não muito longe do buraco negro supermassivo chamado Sagitário A*. "Estes objetos …

David Lynch lança curta-metragem no Netflix em dia de aniversário

O realizador norte-americano lançou no Netflix, esta segunda-feira, uma curta-metragem de 17 minutos. David Lynch lançou, esta segunda-feira, no dia do seu 74.º aniversário, uma curta-metragem de 17 minutos no Netflix, escreve o jornal Público. "What Did …

Dois homens confessam ter roubado (e depois devolvido) quadro de Klimt

A dupla de assaltantes disse que tinha roubado a pintura, em fevereiro de 1997, e que a devolveu "como um presente para a cidade". Dois homens confessaram ter roubado, e logo depois devolvido, a pintura de …

Ozzy Osbourne revela que tem Parkinson

O músico britânico, de 71 anos, revelou, esta terça-feira, que foi diagnosticado com a doença de Parkinson. De acordo com o The Guardian, Ozzy Osbourne fez esta revelação durante uma entrevista no programa Good Morning America, …

Jorja Smith regressa ao NOS Alive em 2020

A cantora britânica é a mais recente confirmação do NOS Alive 2020. O Passeio Marítimo de Algés volta assim a receber Jorja Smith pelo segundo ano consecutivo. “A artista que fez história com um dos concertos …

Confirmada a autenticidade de um raro auto-retrato de Van Gogh

Os principais especialistas holandeses da obra de Van Gogh concluíram que um auto-retrato de 1889 foi realmente pintado pelo artista. A notícia é avançada pelo jornal local holandês Dutch News, que recorda que a autenticidade desta …

Serviço de streaming Disney+ chega a Portugal no verão

O serviço de streaming da Disney chega à Europa a 24 de março. Reino Unido, Irlanda, França, Alemanha, Itália, Espanha, Áustria e Suíça serão os primeiros países a receber o Disney+. Em Portugal, a plataforma …

Tal como os cães, lobos bebés também brincam ao "busca" (e surpreendem os cientistas)

Brincar ao "busca" com o seu cão não é tão fácil como parece. É uma habilidade tão avançada que muitos cientistas acreditam que só terá aparecido após milhares de anos de domesticação. No entanto, isto pode …

Corpo de Paulo Gonçalves chega a Portugal na quinta-feira

O corpo do piloto português chega a Portugal, esta quinta-feira, ao final da manhã, disse à agência Lusa fonte da Secretaria de Estado das Comunidades. O corpo de Paulo Gonçalves, que morreu na sequência de queda na sétima …

Braga 2-1 Sporting | Minhotos domam "leão" e garantem final

O Sporting de Braga está na final da Allianz Cup. A formação minhota, anfitriã da “final four”, bateu o Sporting – ainda detentor do título – na primeira das meias-finais, por 2-1, num jogo bem …