Porto vs Chaves | Dragão castigou ingenuidade flaviense

O FC Porto bateu o D. Chaves no Dragão por 3-0, mas o resultado volumoso não espelha as dificuldades sentidas pelos comandados de Sérgio Conceição, em especial na segunda parte.

Os flavienses foram muito perigosos no segundo tempo, desperdiçaram ocasiões para marcar e só se renderam nos minutos finais, perante a eficácia atacante portista.

O Jogo explicado em Números

  • Jogo morno nos primeiros 15 minutos, com o Porto a pegar naturalmente no jogo e a tentar imprimir um ritmo elevado, mas o posicionamento dos jogadores do Chaves foi complicando a vida aos “dragões”. Ainda assim, no primeiro quarto-de-hora os portistas registavam 71% de posse de bola, 88% de eficácia de passe, três remates, um enquadrado, contra um deserto ofensivo da parte dos flavienses.
  • Curiosamente, foi a meio de todo o domínio “azul-e-branco” que, aos 28 minutos, Iker Casillas realizou uma estupenda defensa, a remate de William em zona frontal. Pela meia-hora de jogo o Porto continuava a mandar, com 67% de posse, três cantos contra nenhum dos visitantes, mas apenas três disparos (contra um dos flavienses).
  • Brahimi ia-se destacando, como sempre, no serpentear do seu futebol, com três dribles eficazes em quatro tentativas. Registava ainda 93% de passes certos nos primeiros 35 minutos. Mas o melhor nesta fase era mesmo o lateral-esquerdo flaviense Djavan, com um GoalPoint Rating de 6.3. Realizara um passe para finalização, três alívios e duas intercepções, e somava 93% de passes certos.
  • Djavan foi mesmo o melhor na primeira metade. O brasileiro não abrandou o ritmo e atingiu um rating de 6.5 ao descanso, acrescentando mais um alívio, uma intercepção e um desarme às suas acções defensivas.
  • Colectivamente, muito Porto, com 67% de posse e seis remates contra dois do D. Chaves. Mas o facto é que ambas as equipas registavam apenas um remate enquadrado.
  • Os “dragões”, aliás, apenas realizaram três passes para ocasião em toda a primeira parte, contra um dos visitantes. Muito pouco, e algo que explica o nulo.
  • Perfeito recomeço da partida para o Porto. Aos 49 minutos, Aboubakar tirou Paulinho da frente e rematou, com a bola a tabelar no flaviense andes de entrar junto ao poste esquerdo. Estava feito o mais difícil para os “dragões”, o 1-0.
  • O Chaves sentiu necessidade de atacar e, nos primeiros 15 minutos dos segundo tempo, dispôs de 44% de posse de bola, dois remates, um deles enquadrado, mas somente dois passes para ocasião. E aos 70 minutos, William fez o impossível, ao falhar a emenda à entrada da pequena área, só com Casillas pela frente.
  • Aos 81 minutos foi Thiago Galvão a desperdiçar só com Casillas pela frente, atirando ao lado. Nesta altura a ideia ficava de que ao Chaves só faltava competência na frente para empatar, pois registava 48% de posse e quatro remates (um enquadrado) no segundo tempo, com a única ocasião flagrante da partida. E quem não marca…
  • Aos 86 minutos, Tiquinho Soares fez o 2-0, na recarga à grande penalidade por si apontada e defendida por Ricardo, após o árbitro assinalar mão na bola de Maras na grande área. E aos 88, Óliver Torres assistiu Marega para conclusão fácil do atacante no 3-0 final.

O Homem do Jogo

Óliver Torres ganhou a distinção de melhor em campo a Yacine Brahimi ao sprint. O argelino andou quase sempre no topo do GoalPoint Rating (acabou em terceiro), mas a assistência do espanhol para o 3-0 de Marega decidiu os números finais – Óliver terminou com 6.9.

Para além da assistência, o médio fez ainda dois passes para finalização, tentou seis cruzamentos (um eficaz), acertou 86% dos passes (nove em dez longos) e ainda recuperou sete vezes a bola e realizou quatro desarmes. Um jogo completo.

Jogadores em foco

  • Alex Telles 6.7 – Ficou centésimas acima de Brahimi. O lateral brasileiro é sempre influente e registou três passes para finalização, colocou 12 vezes a bola na área contrária e fez quatro intercepções e dois desarmes.
  • Brahimi 6.7 – Uma verdadeira enguia. Tirar-lhe a bola é um problema, pois faz dançar os seus adversários para depois os deixar “pendurados”. Tentou nove vezes o drible e teve sucesso em três, teve eficácia em 90% dos passes, ganhou nove de 17 duelos, recuperou a bola 11 vezes (o máximo da partida) e ainda sofreu quatro faltas.
  • Djavan 6.5 – Foi o melhor na primeira parte e continuou em destaque até sair aos 80 minutos. O lateral-esquerdo flaviense fez um passe para finalização, acertou as duas tentativas de drible, terminou com apenas um passe falhado em 25 entregas e realizou seis alívios, três intercepções e quatro desarmes.
  • Marega 6.5 – Marcou um golo e esteve muito activo ao longo de toda a partida. Fez dois remates (um enquadrado), teve sucesso em quatro de sete tentativas de drible, mas pecou nas perdas de bola (21) e nos controlos deficientes da mesma (3).
  • William 3.2 – O ponta-de-lança do Chaves teve uma noite para esquecer. Fez apenas um remate e logo numa ocasião flagrante desperdiçada, sozinho perante Casillas. Foi quem mais duelos disputou, 22, mas perdeu 17 (ganhou apenas três duelos aéreos em 17) e terminou como o jogador com mais controlos de bola deficientes: cinco.

Resumo

RESPONDER

Catalunha aplaude referendo curdo. Erdogan pode fazê-los "passar fome"

Os curdos iraquianos votaram esta segunda-feira de forma massiva no referendo sobre a sua independência, mas esta possibilidade alimentada há um século arrisca provocar uma escalada nas tensões regionais. O parlamento em Bagdade, na presença dos …

Enfermeiros exigem aumento mínimo de 400 euros. Ministro da Saúde considera "incomportável"

Os enfermeiros podem voltar à greve a 16 de outubro caso o Governo não satisfaça um conjunto de reivindicações esta terça-feira entregues à tutela e que incluem um aumento mínimo de 400 euros para todos …

João Lourenço põe Portugal fora da lista dos principais parceiros

O novo Presidente angolano, João Lourenço, excluiu esta terça-feira Portugal da lista de principais parceiros, no seu discurso de tomada de posse, sublinhando que Angola considerará todos que "respeitem" a soberania nacional. A posição foi assumida …

MP desvalorizou indícios de maus tratos contra menino que morreu na Guarda

A mãe da criança de 7 anos que morreu no sábado, na Guarda, depois de cair de um terceiro andar, está acusada dos crimes de violência doméstica e de exposição ou abandono. O alerta dado …

Casa do presidente da Câmara de Lisboa também vai ser alojamento local

"É tão absurdo como Marcelo Rebelo de Sousa concessionar o Palácio de Belém para um hotel de charme." A crítica é do candidato do Bloco de Esquerda à Câmara Municipal de Lisboa, Ricardo Robles, sobre …

Marcelo Rebelo de Sousa assobiado na tomada de posse de João Lourenço

João Lourenço, de 63 anos, foi esta terça-feira investido, pelas 12:15, no cargo de Presidente da República de Angola, o terceiro que o país conhece desde a independência, em novembro de 1975. Marcelo Rebelo de …

Centeno e Governador do Banco de Portugal à beira da ruptura

As declarações do Governador do Banco de Portugal, Carlos Costa, sobre as "tentações" do Governo de reduzir a independência dos bancos centrais, caíram mal no seio das Finanças que exigem a Governador que se "retrate". "A …

Fraude massiva com medicamentos potencialmente letais leva centenas à prisão

123 países estiveram envolvidos na operação Pangea X, uma ação a nível internacional coordenada pela Interpol que pretendia combater medicamentos falsificados e os perigos associados à compra de medicamentos pela internet. No âmbito da operação Pangea …

Quase 60 mil pessoas retiradas devido a "erupção iminente" de vulcão em Bali

Mais de 57 mil pessoas fugiram das zonas em torno do vulcão de Monte Agung, na ilha indonésia de Bali, perante registo de atividade sísmica sem precedentes no local. O centro de vulcanologia da ilha …

Governo alarga concurso de regularização da função pública a precários em tempo parcial

Os trabalhadores do Estado em tempo parcial vão poder participar nos concursos para integração de precários. A proposta do PS vai ao encontro do que defendem o BE e o PCP e é votada na …