Porto vs Aves | Dragão goleia e mantém perseguição

Fernando Veludo / EPA

Porto mantém a perseguição ao líder, o Benfica, ao vencer o Aves por 4-0. Obrigada a vencer depois do triunfo do rival lisboeta, a equipa “azul-e-branca” entrou a dominar e, à excepção de um curto período após o intervalo, foi sempre superior.

A partida ficou marcada pelo regresso de Aboubakar após uma grave lesão e pela titularidade de Vaná, que rendeu Iker Casillas na baliza.

O Jogo explicado em Números

  • Início de partida a meio-gás mas de domínio completo do FC Porto. A equipa da casa fez os únicos remates registados durante o primeiro quarto-de-hora, três, um dos quais em direção da baliza. Mas ainda mais significativo era o facto de os “dragões” terem 75% de posse e 84% de eficácia na distribuição. “Apertava-se o cerco” à baliza defendida por Beunardeau.
  • A pressão da equipa da casa não tardou a dar em golo. Aos 18 minutos, Jesús Corona cabeceou para fora do alcance do guarda-redes avense após cruzamento teleguiado de Alex Telles, que somava a sua oitava assistência no campeonato, igualando precisamente o avançado mexicano.
  • Ainda antes da meia-hora de jogo, o Porto aumentou a sua vantagem, numa grande penalidade convertida por Soares após Jorge Fellipe ter tocado na bola com o braço. Os “dragões” não largavam o acelerador, chegando aos últimos 15 minutos do primeiro tempo com números de impor respeito: seis remates, metade dos quais à baliza, três pontapés de canto, 87% de passes eficazes e 73% de posse de bola.
  • Para além do remate enquadrado que fizera no início da partida, Éder Militão dava nas vistas na rectaguarda. A cinco minutos do intervalo, o central brasileiro liderava a sua equipa em toques na bola (45) e duelos disputados (nove, seis dos quais ganhos), e já somava seis acções defensivas a cinco recuperações de posse.
  • Vantagem justíssima após uma primeira parte de sentido único e na qual Vaná, o substituto de Iker Casillas na baliza portista, não foi incomodado uma única vez e tocou na bola em apenas cinco ocasiões.
  • A equipa avense limitava-se a ver o adversário a jogar, demonstrando enormes dificuldades para se libertar da pressão exercida pelos da casa. No regresso aos balneários, Corona liderava os GoalPoint Ratings, nota 6.7, fruto de um golo em três remates (dois deles enquadrados), dois passes para finalização e 38 acções com bola.
  • A segunda parte trouxe um Aves mais afoito. Nos primeiros 15 minutos após o reatamento, só a equipa visitante tentou o remate, contabilizando três disparos, num deles obrigando Vaná a aplicar-se. Apesar de ainda dominados pelo FC Porto, os índices de posse (33%) e de eficácia de passe (73%) eram agora mais “simpáticos” para os homens de Augusto Inácio.
  • O FC Porto acabou por conseguir “sacudir” a pressão avense e sentenciou a partida com dois golos no espaço de cinco minutos.
  • Primeiro foi Wilson Manafá, que aproveitou uma bola perdida na área para desferir um poderoso remate, fazendo o seu primeiro golo pelos “dragões”, ao sexto remate enquadrado da equipa neste jogo.
  • Pouco depois, Soares fez o 4-0 numa jogada confusa e que contou com uma assistência acrobática de Brahimi, com o brasileiro a elevar a sua contagem pessoal no campeonato para 15 golos.
  • Noite para esquecer de Marega. Aos 75 minutos, o maliano era o jogador de campo portista entre os titulares com menos passes (11, dos quais cinco eficazes) e toques na bola (22). Para além disso, tinha apenas um remate à baliza, quatro duelos ganhos em sete disputados e nove perdas de posse. Marega acabou rendido por Aboubakar aos 80 minutos, com o camaronês a regressar aos relvados oito meses depois de sofrer uma grande lesão.
  • Depois daquele período inicial da segunda parte em que esteve por cima, o Aves perdeu algum fulgor, efectuando apenas um remate nos últimos 30 minutos do desafio. A equipa visitante fechou as contas com quatro passes para finalização, tantos quanto os que o portista Brahimi fez, e oito toques na bola na área contrária, seis dos quais na etapa complementar.

O Homem do Jogo

Numa noite marcada pelos golos, acabou por ser um jogador sem influência directa no resultado a brilhar mais alto. Éder Militão rubricou nova exibição de fazer encher o olho, daquelas que os adeptos certamente sentirão falta quando o brasileiro se mudar para Madrid.

Para além de ter somando 96 acções com bola e 63 passes certos, seis deles longos, Militão foi um verdadeiro “rochedo” na defesa portista, vencendo os oito duelos aéreos defensivos que disputou e contabilizando oito recuperações de bola e 17 acções defensivas.

Tudo somado, o defesa brasileiro fechou a noite com nota 7.5 nos GoalPoint Ratings.

Jogadores em foco

  • Soares 7.1 – O avançado brasileiro deu nas vistas com dois golos, nos dois únicos remates que fez, ao que juntou ainda dois passes para finalização e apenas quatro passes errados em 31 tentativas. Pela negativa, nenhumas das suas três tentativas de drible foi eficaz.
  • Felipe 6.6 – Errou apenas nove passes em 87 tentativas, sendo feliz em nove das suas 11 bolas longas. Venceu os quatro duelos aéreos defensivos que disputou e foi o autor de dez acções defensivas.
  • Corona 6.4 – O mexicano fez quatro remates, dois deles à baliza, marcando um golo. Para além disso, criou duas situações de perigo e teve 76 acções com bola. Mas nem tudo foi positivo: controlou mal a bola sete vezes, mais quatro do que qualquer outro jogador, e cometeu três faltas.
  • Vaná 5.1 – O brasileiro ocupou a vaga de Iker Casillas e não se deu mal, fazendo uma defesa e acertando os oito passes que efectuou.
  • Derley 3.7 – O brasileiro, ex-Benfica, teve a noite mais baixa da noite. Fez o único remate à baliza da sua equipa, é certo, mas venceu apenas sete dos 26 duelos que disputou, sofreu dez desarmes e perdeu a posse em 20 ocasiões.

Resumo

PARTILHAR

RESPONDER

Escolas não devem reabrir em abril

Esta terça-feira ao início da tarde, o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, admitiu que as escolas vão manter-se fechadas até ao final de abril. Marcelo Rebelo de Sousa esteve reunido, esta terça-feira, com especialistas …

Câmara de Comércio e Governo criam gabinete de apoio às empresas

A Câmara de Comércio e Indústria (CCIP) e o Governo criaram um gabinete de apoio às empresas para esclarecer e facilitar o acesso das companhias às ajudas lançadas pelo executivo. Segundo noticiou a TSF, a estrutura, …

Tragédia continua. Encontrado corpo de sobrinha-neta de John F. Kennedy

O corpo da sobrinha-neta do ex-Presidente norte-americano John F. Kennedy, que estava desaparecida com o filho desde quinta-feira, foi encontrado na segunda-feira, informaram esta terça-feira os meios de comunicação norte-americanos. Maeve Kennedy Townsend McKean, de 40 …

Jornal Económico e A Bola avançam para regime de lay-off

O Jornal Económico e o desportivo A Bola vão avançar para o regime de lay-off devido a quebras significativas nas vendas e publicidade desencadeadas pela pandemia de covid-19, que já fez mais de 300 vítimas …

Moratória nos créditos à habitação não suspende Seguros (e pode ter que os pagar durante mais tempo)

A suspensão dos pagamentos dos empréstimos do Crédito à Habitação, por parte dos clientes bancários que queiram aderir à moratória aprovada pelo Governo, pode não travar os pagamentos dos Seguros de Vida e Multi-riscos que …

Espanha poderá ser o primeiro país na Europa a avançar com rendimento básico universal

A ministra da Economia espanhola assegurou, este domingo, que o Governo está a trabalhar para aplicar o rendimento básico universal, embora não tenha dado ainda uma data concreta. Em declarações ao canal televisivo laSexta, a ministra …

Presidente revela que não está imune e é contra "descompressão" de medidas em abril

O Presidente da República revelou numa entrevista esta terça-feira divulgada pela Antena 1 que já fez um dos novos testes sorológicos para detetar a presença de anticorpos para o novo coronavírus e não está imunizado. "Depois …

Ministros das finanças procuram entendimento. Itália ameaça consenso de Centeno

Os ministros das Finanças da zona euro voltam a reunir-se esta terça-feira, por videoconferência, com a responsabilidade de chegarem a um compromisso sobre uma resposta comum para minimizar os efeitos da pandemia covid-19, precisando para …

Empresas estão a cobrar às farmácias 150 euros por caixa de máscaras

Empresas, muitas das quais nem sequer são do ramo farmacêutico, estão a cobrar às farmácias 150 euros por uma caixa de máscaras. Antes, eram vendidas por cinco euros. A pandemia de covid-19 levou a que a …

Governo alarga apoios a sócios-gerentes sem trabalhadores

O Governo enviou esta segunda-feira para promulgação pelo Presidente da República um decreto com alterações ao regime de apoio extraordinário dos trabalhadores independentes, estendendo agora os benefícios aos sócios-gerentes sem trabalhadores por conta de outrem. Este …