Cientistas descobriram (finalmente) por que não temos pêlo em algumas regiões do corpo

Não há como negar: os seres humanos são estranhos. Ao contrário da maioria dos mamíferos, a pequena penugem que temos é desigual e bastante diversificada. Mas porquê?

A sola dos nossos pés e a palma das nossas mãos são as regiões mais calvas do nosso corpo. Esta pele sem pêlos diferencia-nos dos outros mamíferos, como ursos, coelhos e cães, que têm pêlo ao longo de todo o corpo. Este é um enigma que, agora, tem uma nova explicação.

Um novo estudo, cujas experiências foram realizadas em cobaias, revelou um importante caminho molecular que mantém as partes inferiores dos nossos pés e mãos livres de penugem. A explicação baseia-se num pequeno mensageiro molecular, a proteína Wnt, que transporta informações entre as células sobre a iniciação, o espaçamento e o crescimento dos pêlos do nosso corpo.

“Sabemos que a sinalização Wnt é fundamental para o desenvolvimento dos folículos pilosos: bloqueá-los tem como consequência uma pele sem pêlos e ativá-los causa a formação de mais penugem”, esclareceu Sara Cosar, dermatologista da Universidade da Pensilvânia, nos Estados Unidos.

“Neste estudo mostramos que a pele nestas regiões sem pêlos produz naturalmente um inibidor que impede a Wnt de fazer o seu trabalho“, explicou à Cosmos.

O inibidor é uma proteína chamada Dickkopf 2 (DKK2). Os cientistas analisaram a pele plantar, localizada na sola do pé, de ratinhos e descobriram que a DKK2 era altamente expressa. Quando removeram a proteína geneticamente, os cabelos começaram a crescer numa região normalmente sem pêlos.

As descobertas sugerem que a produção de DKK2 em regiões específicas da pele foi alterada durante a evolução para permitir que diferentes padrões de pele peluda se formassem de acordo com as necessidades do animal em causa.

Por exemplo, enquanto que os coelhos e os ursos polares precisam de patas peludas para sobreviver, se o pêlo humano se estendesse até às mãos e aos pés a nossa vida seria muito mais complicada.

Ainda não está claro porque é que os humanos desenvolveram “mãos e pés nus”, mas há já algumas hipóteses. Alguns cientistas sugerem que pode estar relacionado com a seleção sexual; outros afirmam que tem mais a ver com termorregulação, à medida que nos mudamos das florestas para a savana; enquanto outros adiantam que a nossa nudez nos protege de parasitas externos, como piolhos.

Independente de qual das hipóteses está correta, isto significa que, com apenas uma alteração genética, poderíamos fazer com que o pêlo crescesse nas solas dos nossos pés e nas palmas das nossas mãos.

O ponto significativo desta investigação é que a Wnt está presente em regiões sem pêlo, mas está a ser bloqueada. Os resultados da investigação foram publicados recentemente na Cell Reports.

Os folículos pilosos desenvolvem-se durante a vida fetal, mas a sua produção pára após o nascimento. Como resultado, os folículos pilosos não voltar a crescer após queimaduras graves ou feridas profundas.

A equipa está agora a investigar se os inibidores de Wnt suprimem o desenvolvimento do folículo piloso nesses cenários, bem como em outros episódios de perda de cabelo.

No futuro, os cientistas esperam que esta pesquisa possa ajudar a descobrir uma forma de bloquear o crescimento dos pêlos corporais. Este tipo de tratamento pode ser muito útil para uma variedade de problemas de saúde, como calvície ou psoríase.

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. No meu entender a seleção Natural aconteceu porque o Antepassado do Homem procurava mulheres com menos pelo, e simplesmente por uma causa estética… Assim foi se desenvolvendo uma espécie cada vez com menos pelos, dos quais as mulheres são o maior exemplo.

Disney+ alerta para estereótipos racistas. Filmes clássicos com avisos sobre "maus tratos"

Embora já exibisse mensagens padrão desde o ano passado, a nova plataforma de vídeo Disney+ mostra agora um aviso, que não pode ser passado à frente, no início de vários filmes clássicos - como Dumbo …

Curados da covid-19 continuam com sintomas meses depois de terem contraído o vírus

Um estudo da Universidade de Oxford indica que 64% dos pacientes hospitalizados com o novo coronavírus apresenta falta de ar 2 a 3 meses depois de serem infetados. E quase 40% tem sintomas de depressão. Já …

Portugal vai estar no Mundial sub-20 (sem jogar o apuramento)

Todas as fases do Europeu sub-19 foram canceladas e a seleção portuguesa foi uma das eleitas para participar no Mundial do próximo ano. Portugal já sabe que vai estar na fase final do Mundial sub-20 (se …

Novos implantes cardíacos podem salvar 10 mil vidas por ano

O chamado envelope antibiótico envolve o implante cardíaco e previne infeções no paciente. Por ano, morrem cerca de 10 mil pessoas devido a infeções geradas pelo implante. O pacemaker é um pequeno aparelho que é colocado …

Banda dá concerto com músicos e público envoltos em bolhas de plástico para evitar contágio

A banda norte-americana Flaming Lips utilizou bolhas insufláveis ​​de tamanho humano num concerto em Oklahoma, uma solução para proteger os músicos e o público do novo coronavírus, enquanto tenta encontrar uma forma segura para atuar …

EUA. Especialista diz que as próximas semanas "vão ser as mais negras de toda a pandemia"

Um especialista em doenças infecciosas disse que no caso dos Estados Unidos, as próximas seis a 12 semanas vão ser as mais negras de toda a pandemia de covid-19. Michael Osterholm, diretor do Centro de Investigação …

Chelsea inscreve... Petr Cech

Antigo guarda-redes poderá voltar aos relvados nesta época, embora seja pouco provável, para já. Petr Čech entrou em campo pela última vez em maio de 2019, há quase um ano e meio. Já tinha anunciado a …

Disparos de satélites e naves do Star Trek? Relatório revela como seria uma guerra no Espaço

A criação da Força Espacial dos Estados Unidos evocou todos os tipos de noções fantasiosas sobre o combate no Espaço. Assim, um novo relatório explica o que é física e praticamente possível quando se trata …

Japão prepara-se para lançar água tratada de Fukushima no mar

O Japão vai libertar mais de um milhão de toneladas de água tratada da usina nuclear de Fukushima no mar, numa operação que levará cerca de 30 anos para ficar concluída. Ambientalistas e pescadores locais …

Turismo de mergulho? Submarino da "frota perdida" de Hitler aguarda o seu destino no fundo do Mar Negro

Coberto por “redes fantasmas” deixadas por pescadores, os destroços de um submarino U-20 enviado para o Mar Negro pela Alemanha nazi tornou-se recentemente tema de um documentário produzido na Turquia. Localizado a uma profundidade de 20 …