“Ponte espelho” será a solução para a entrada da alta velocidade no Porto

Joseolgon/Wikimedia

Ponte de S.João, Porto

Dúvidas prendem-se agora com o traçado da nova linha a Norte.

Será a partir da “capacidade ferroviária existente” que o Porto receberá a alta velocidade, numa travessia que deverá ser anexa à ponte de São João. De acordo com o jornal Público a Infra-Estruturas de Portugal apresentou recentemente à autarquia uma antevisão do que será uma “ponte gémea, paralela” à ponte existente. O autarca da cidade já tinha apelidado esta solução de “ponte-espelho” quando anunciou, em reunião camarária, esta solução.

Segundo a mesma fonte, a ligação entre Porto e Lisboa foi debatida com os autarcas do Porto e Gaia, numa reunião em que também esteve presente Jorge Delgado, secretário de estado das Infraestruturas. A proposta inclui uma espécie de “alargamento da ponte”, já que seria um solução que causaria “o menor impacto possível na cidade”, apontou o autarca.

“O comboio para Norte deverá partir de Contumil e fazer uma ligação ao porto de Leixões ou ao aeroporto“, continuou Rui Moreira. Já Pedro Baganha, vereador com o pelouro do Urbanismo, explicou, à margem da reunião, que ainda não há um projeton para a ponte, apenas uma solução definida. O “grau de incerteza” deve-se à definição do traçado da linha a Norte, com o assunto ainda a decorrer. Ainda assim, “começa a haver caminho e algum consenso sobre a necessidade de que a linha vá ao aeroporto”.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.