Estava a dar uma aula sobre ser polícia…e disparou sobre um aluno

1

Um episódio insólito – mas muito perigoso – que decorreu numa escola secundária dos EUA. Agente trocou a arma.

Tim Dispennett apareceu numa escola secundária em Indiana, nos Estados Unidos da América, para dar uma aula.

Uma mini-aula, uma sessão, sobre como é ser um agente da polícia.

O próprio Tim é polícia há 19 anos e estaria à vontade; seria mais um dia normal, na South Vermillion High School, em Clinton.

Mas não foi um dia normal.

Eram 9h35, indica o relatório do superintendente Dave Chapman, quando se ouviu um tiro no interior da escola.

Sim, foi na sala de aula onde estava o polícia. Ao simular um tiro sobre um “bad guy”, Tim Dispennett pegou na sua pistola de serviço, a real. E não a de treino, que não teria balas.

Aquela tinha – e disparou contra um aluno.

O aluno está vivo e não teve ferimentos graves. Ficou “apenas” com um ferimento superficial, mas sem risco de morte.

O próprio polícia aplicou primeiros socorros, dentro da sala de aula, antes da chegada de outros polícias e do serviço de emergência, que transportou o adolescente para um hospital local.

“É preciso ficar claro que foi um tiroteio acidental e que em nenhum momento os alunos e funcionários da escola estiveram em perigo ou sob ameaça”, lê-se.

A Polícia do Estado de Indiana iniciou uma investigação, entrevistando todos os alunos que estavam na sala de aula, o aluno ferido, o polícia e outros funcionários da escola.

A sala de aula e corredores próximos foram isolados. A escola esteve fechada durante mais de duas horas, enquanto a polícia esteve no local. Nenhum aluno teve autorização para sair.

“A comunidade da South Vermillion School Corporation está extremamente grata por este incidente ter tido um final positivo“, finaliza o relatório.

  Nuno Teixeira da Silva, ZAP //

1 Comment

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.