Polícia britânica não tem explicação para a morte de Diogo Moreira

Sussex Police

Diogo Moreira, o jovem português desaparecido em Brighton, no Reino Unido

Diogo Moreira, o jovem português desaparecido em Brighton, no Reino Unido

A causa da morte de Diogo Moreira continua sem explicação, segundo a polícia britânica, que confirmou esta sexta-feira que o cadáver encontrado na quarta-feira é o de Diogo Moreira, jovem português que esteve desaparecido durante uma semana em Brighton, no sul de Inglaterra.

“Podemos confirmar que o corpo encontrado junto à linha de comboio perto da estação ferroviária de Brighton na quarta-feira, 22 de julho, foi formalmente identificado como sendo Diogo Manuel Martins Alves Moreira”, afirmou hoje à agência Lusa um porta-voz da Polícia dos Transportes Britânica.

A mesma fonte indicou que a causa da morte “continua a ser tratada como desconhecida, enquanto os agentes investigam as circunstâncias exatas” do sucedido.

Os resultados da investigação serão entregues ao “coroner”, um juiz de instrução responsável por um inquérito que se realiza sempre que as mortes em território britânico não têm causas naturais, que poderá acontecer só dentro de semanas ou meses.

Citados num comunicado da polícia, os amigos prestaram homenagem ao jovem de 29 anos, natural de Espinho e residente no Reino Unido há cerca de seis anos.

“Em nome de todos os que tiveram a sorte de chamar ao Diogo amigo, colega de trabalho, colega de estudos ou empregado de café caloroso, esta é uma grande perda para Brighton e para a nossa comunidade”, referem.

“Vamos lembrar-nos para sempre do seu extraordinário sorriso, caráter doce e da amabilidade”, acrescentaram.

Diogo Moreira estava desaparecido desde 14 de junho, desencadeando uma operação de busca organizada por amigos que envolveu dezenas de pessoas e a polícia.

/Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Não pode…
    Uma polícia dessa qualidade, que até conseguiu, (depois de uma super-mega investigação e de gastar mais de 8 milhões de libras), apresentar um retrato robot, de um suspeito (do “rapto” da Maddie), que já tinha sido mostrado nos jornais 4 anos antes??!
    Tá bonito…

  2. Amigos, vocês não vem que se trata de um Português em terra de gente fina?, nós, os coitadinhos armados em grande, acabamos por ser xingados, injuriados e demos importância a mais pelo simples facto de serem estrangeiros e ainda tivemos que pagar a conta, agora temos a outra face da moeda para que a nossa policia aprenda como se trata um estrangeiro no nosso País. A policia britânica é muito inteligente e a nossa burra, abençoados sejam, trabalho vai-te embora, despesas não as tem, são burros são, está-se mesmo a ver.
    Os meus sentimentos para a família do Diogo, também já fui imigrante, já perdi um irmão e sei o quanto devem estar a sofrer, cumprimentos.

  3. Nós?!
    Fale por si!!
    Se é um coitadinho que se “arma em grande” e é injuriado (e é burro); não fale pelos outros (nem pela nossa polícia)!!
    Eu já andei por uma boa parte dos países europeus e nunca me aconteceu nada disso (nem sei o que é ser “xingados”!?); mau seria, mas também não me “armo em grande” nem ando no meio da escumalha (nem andei lá a lamber botas)!…
    Realmente, a policia britânica em “muito inteligente”; basta ver a qualidade do seu trabalho no caso Maddie… e que baratinho que tem sido….

  4. Petulantemente, pululante viajante por bons arredores do imaginário armado em pequenino de punhos de renda que apenas se verga aos banquetes com números de cócoras de lamber caviar assombrado pelo arroto final do repasto à alemão.

RESPONDER

Japão declara guerra aos fax (e quer acabar com o tradicional carimbo Hanko)

Depois de ser escolhido como ministro da reforma administrativa, o primeiro-ministro Taro Kono não perdeu muito tempo a travar uma guerra contra os emblemas da burocracia japonesa. De acordo com o Japan Times, na sexta-feira passada, …

2020 regista descida de acidentes rodoviários, mortos e feridos durante os primeiros 8 meses

O número de acidentes rodoviários, de vítimas mortais e de feridos diminuiu nos primeiros oito meses deste ano, em relação ao período homólogo de 2019, indica um relatório da Segurança Rodoviária. A Autoridade Nacional de Segurança …

Suspeito do ataque junto ao Charlie Hebdo acusado de tentativa de homicídio

O suspeito de ferir gravemente duas pessoas, na passada sexta-feira, à porta da antiga redação do semanário Charlie Hebdo, em Paris, foi acusado de "tentativa de homicídio relacionada com motivação terrorista", segundo a AFP. A informação …

SNS24 encaminhada crianças para a urgência "sem critério clínico", diz Ordem dos Médicos do Centro

A Ordem dos Médicos do Centro lamentou hoje que a linha SNS 24 esteja a encaminhar crianças "sem critério clínico" para as urgências hospitalares e pediu a definição urgente de "um plano seguro e com …

13 de outubro em Fátima com lotação reduzida a 6.000 fiéis

O Santuário de Fátima estima a presença de seis mil pessoas no recinto durante a peregrinação de 12 e 13 de outubro, estando prevista a colocação de círculos no chão, que reforçará a distância entre …

Jovem de 22 anos detido por suspeitas de burla de milhares de euros no MB Way

A Polícia Judiciária (PJ) deteve um indivíduo, de 22 anos, suspeito de diversos crimes de burla informática, falsidade informática, acesso ilegítimo e branqueamento de capitais, estando em causa um montante de dezenas de milhares de …

Nagorno-Karabakh. Alta Comissária da ONU insta a um "cessar-fogo imediato"

A Alta Comissária da ONU para os Direitos Humanos manifestou, esta terça-feira, a sua preocupação face ao aumento das hostilidades entre o Azerbaijão e os separatistas arménios no enclave de Nagorno-Karabakh, instando as partes a …

Rio duvida que país consiga investir verba prevista para setor público

O presidente do PSD, Rui Rio, manifestou esta quarta-feira dúvidas de que o país consiga investir toda a verba prevista pelo Governo no plano de recuperação para a administração pública, prometendo que o documento social-democrata …

MP acusa três inspetores do SEF de homicídio de imigrante ucraniano

O Ministério Público acusou esta quarta-feira três inspetores do SEF do homicídio qualificado de um cidadão ucraniano, ocorrido a 12 de março no Centro de Instalação Temporária do Aeroporto de Lisboa. Segundo uma nota da Procuradoria …

UE prepara lei que obriga gigantes tecnológicas a partilhar dados

A União Europeia (UE) está a preparar-se para forçar as gigantes tecnológicas a partilharem os dados que têm dos consumidores com empresas rivais menores, de acordo com uma nova lei que a Comissão Europeia está …