Há mais uma polémica com Ronaldo (e é Rui Rio quem o defende)

2

Miguel A. Lopes / LUSA

Fernando Santos e Cristiano Ronaldo

Cristiano Ronaldo está envolvido em mais uma polémica, desta feita pela sua reacção no momento em que foi substituído aos 65 minutos do jogo de Portugal com a Coreia do Sul, na terceira jornada da fase de grupos do Mundial 2022.

Nas imagens do momento, é possível perceber que o avançado diz “estás com muita pressa para me tirar”, entre palavrões. Mas a quem se dirigia afinal Ronaldo?

Nas redes sociais e em alguns jornais, destaca-se o momento como sendo um desagrado do jogador com o treinador Fernando Santos por o substituir, algo que o capitão da Selecção e o seleccionador já vieram desmentir.

É uma “não-notícia” na opinião de Rui Rio, antigo líder do PSD, que no seu perfil do Twitter, aponta que esta suposta polémica “procura prejudicar” Cristiano Ronaldo e “induz em engano, mas cumpre o objectivo de intrigar e tentar desestabilizar”.

Assim, “faz exactamente o contrário daquilo que a esmagadora maioria dos portugueses quer”, mas “não é excepção”, “infelizmente”, constata o político.

No fim do jogo, Ronaldo explicou que estava a falar com um jogador sul-coreano que lhe terá pedido que “saísse rápido”.

“Antes da substituição, um jogador quis que saísse rápido, mandei-o calar porque ele não tem autoridade nenhuma, o árbitro é que tem de me dizer”, apontou, sublinhando que “não tem de haver polémica, é o calor do jogo“. “Independentemente do que acontece, as coisas ficam dentro de campo”, garantiu ainda.

Na sala de imprensa, o seleccionador Fernando Santos abordou o episódio da mesma forma.

“Claro que [Ronaldo] entendeu claramente a substituição. Eu ouvi o que o coreano lhe disse e a resposta dele foi para o coreano. E também vi o Pepe a ir para cima do coreano por causa disso”, defendeu o treinador.

Nas redes sociais, podem ver-se imagens que mostram de facto o jogador sul-coreano Cho Gue Seung a dirigir-se a Ronaldo quando ele se encaminha para sair do relvado, para ser substituído.

Entre as vozes que defendem o jogador, há quem note que não entende “o ódio ao Ronaldo”, o “melhor jogador da história do futebol português” e “um dos melhores de sempre, em geral”.

“Quem diria que o Ronaldo saía e a Coreia melhorava”, aponta ainda outro utilizador do Twitter, destacando que “um dia vão entender que o Ronaldo retrai os adversários e prende dois, três de volta dele”.

Já o editor da TVI e da CNN Portugal Filipe Caetano destaca que “a fixação tuga de meia tigela pelo Cristiano é inacreditável”. “Sempre à procura da pequena falha, sem tolerância e, neste caso, absolutamente falso”, nota. “Para estes estaríamos melhor se ele não existisse. O que aconteceria se ele falhasse um penalty, como aconteceu com Messi?” questiona ainda no seu perfil do Twitter.

Depois da polémica entrevista a Piers Morgan, onde criticou duramente o treinador do Manchester United e os donos do clube num episódio que levou à rescisão de contrato com os ingleses, Ronaldo já esteve envolvido em outros episódios antes e durante o Mundial 2022, nomeadamente por ter, alegadamente, reclamado como seu o golo marcado por Bruno Fernandes ao Uruguai.

  Susana Valente, ZAP //

2 Comments

  1. Há dois momentos. Há um em que se vê claramente a dizer shut up. Logo não será para o Fernando Santos. A não ser que tenham por hábito falar os dois em inglês. No outro momento, vê-se o Ronaldo a mandar umas vergalhadas em Português, que de acordo com a ideia anterior, deduzo que não fosse para o Coreano.

  2. Bola e lixo é mesma coisa , o português só tem interesse na bols, cerveja telemóvel, carro , vive para a vaidade.
    Individuos que nada valem a ganhar milhões, fazer pouco da pobreza , enfim

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.