PJ resgata menor que desapareceu em Ponte de Lima e prende suspeito

A criança de 13 anos desaparecida a 3 de março em Ponte de Lima foi encontrada esta sexta-feira em Ílhavo, distrito de Aveiro, na companhia de um homem de 25 anos, disse fonte da PJ de Braga.

Segundo aquele responsável, “a menor encontra-se bem e o processo vai seguir os trâmites normais”, acrescentou.

Segundo o Correio da Manhã, Mariana Leirinha foi encontrada na casa do sequestrador, perto do local onde foi captado o sinal do telemóvel da menor. O jornal adianta que o homem foi detido pela Polícia Judiciária, tendo oferecido resistência aos investigadores.

Não se sabe, para já em que condições a criança foi sequestrada, tendo sido aliciada pelo homem através das redes sociais.

A adolescente de 13 anos, residente na freguesia de Beiral do Lima, apanhou o autocarro dos transportes escolares na sexta-feira de manhã, para ir para as aulas, mas não se apresentou na escola.

O alerta às autoridades foi dado por volta das 20:00, no dia 3 de março, pelos pais da menor.

// Lusa

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. enquanto casos desta natureza, não sejam objecto de mão de ferro sobre estes tarados e delinquentes de molde a que sejam punidos severamente a situação só tende a piorar. por outro lado esta dança das redes sociais indicia que progenitores dos menores,como lhe cabe,saibam agir,numa vigilância mais aturada junto dos seus filhos.

  2. Infelizmente ainda à muitos pais que não saber ler e escrever, à muitas casas sem internet e o acesso à net é possível em tudo o que seja espaços públicos logo a questão da vigilância será sempre algo com muitas condicionantes…
    Infelizmente até muitos dos adultos deviam ser alvo de controlo pois estes comportam-se pior que crianças na net…

    Um outro aspecto importante que a justiça devia controlar é o acesso às redes sociais. Enquanto o único controlo for a questão “tem mais de 18 anos” e a lei não penalizar severamente as empresas detentoras dos sites que não garantem/verificam a idades dos seus utilizadores nada vai mudar…

    Sempre vão existir predadores e sempre vão existir pessoas facilmente influenciáveis…

    • Armindo, a justiça/governo aqui não deve opinar nada.
      Se não quer que um menor não aceda á internet, não lhe de um portátil ou telefone com acesso a ela (vejo crianças com 6 e 7 anos a usar smartphones nas escolas).
      Se conhece pessoas que não sabem ler, talvez tentar ensinar-lhes, se acha que as crianças conseguem acesso através de outros meios, tente passar mais tempo com elas e entender onde os seus gostos e tendências se situam.
      Na maioria das vezes os indícios estão lá.
      Se alguém acha que não tem tempo ou condição para educar uma criança, então o melhor sera não ter-la, existem contraceptivos para esse efeito.

      Cada cidadão deve assumir as suas próprias responsabilidades e não esperar que o governo as assuma por si.
      Ja basta desta cena de a culpa é dos otros e acaba por morrer solteira

      Eu nao quero nem a justiça nem o governo a dizer-me como aceder ou ao que aceder, se alguém quiser esse tipo de governo, pode simplesmente ir para a China.
      Prefiro uma liberdade imperfeita do que a falta total de ela.

      O problema da maioria das pessoas em vez de se adaptarem, combatem a evolução e ficam presas no passado. Tem medo da mudança, para algumas pessoas a expressão “É assim porque sempre foi assim” se usa e aplica em todos os termos.

      A internet permitiu o acesso, quase instantâneo, a conteúdos e noticias que nem fazíamos idea de que existiam e algumas pessoas ficaram assustadas. Claro que tudo pode ser usado para o bem e para o mal.
      Mas ninguém tentou banir aviões depois do 11 de Setembro, tentar impedir a internet seria a mesma situação e este tipo de criminosos passariam a usar outros métodos.
      Lembrem-se que ouve reis e casar com rainhas idades menores aos 13 anos, e pais a trocar as filhas por bens (chamados os casamentos por conveniência), as praticas ja la estavam e eram usadas antes da internet e na China com todo o control existente, estas situações continuam a existir.

      Talvez seja tempo de cada um assumir as suas responsabilidades como pai/mãe/irmão/amigo e deixar de esperar que a justiça/governo resolva todos os problemas para depois muito confortavelmente termos alguém para culpar.

      Sou Pai de um adolescente de 16, uma rapariga de 8 e com mais um a caminho, nunca precisei de instruções de ninguém para os criar, conselhos foram úteis, mas nem sempre os segui, cometi erros e vou continuar a cometer, mas com cada um tento apreender e fazer melhor.
      Felizmente, porque sempre tomei as minhas decisões, não tenho ninguém para culpar, apenas eu e a minha mulher, por isso decidimos em conjunto.

  3. Ainda ninguém percebeu, que a GRANDE maioria das pessoas não está (nem estará), em
    condições de se precaver, dos perigos do rapidíssimo avanço tecnológico (redes sociais, etc.)…
    O principal problema actual, é a incapacidade do cidadão comum, em acompanhar o desenvolvimento
    (a todos o níveis), do mundo que o rodeia e quando isso acontece, ele é ultrapassado pela própria evolução, perdendo o total controlo da situação!
    Cegos, são aqueles que não querem ver!!!

    • Tem muita razão. Esse é, infelizmente, um dos pontos principais. Como combatê-lo, num país onde o nível de conhecimento, sobretudo para os mais velhos, é bastante limitado, é uma tarefa quase impossível.

RESPONDER

Cada vez mais mulheres denunciam abusos médicos durante o parto

Um número crescente de mulheres tem vindo a denunciar casos de abuso durante o trabalho de parto. No entanto, pouco está a ser feito para mudar isto. Durante o parto, as mulheres ficam numa posição vulnerável …

Já podemos explorar "Melckmeyd", naufrágio holandês do século XVII

Nas profundezas do Oceano Atlântico, perto da costa da Islândia, encontram-se os destroços de um navio holandês que afundou há 360 anos, no qual agora podemos "mergulhar" graças a uma experiência de realidade virtual. Quando a …

Os furacões podem provocar atividade sísmica tal como um terramoto

Uma equipa de cientistas descobriu um novo fenómeno geofísico no qual furacões ou fortes tempestades podem produzir vibrações no fundo do oceano tão fortes quanto um terramoto de magnitude 3.5. "As tempestades, furacões ou ciclones extratropicais …

Quem anda mais devagar pode envelhecer mais rapidamente

A velocidade a que caminham as pessoas aos 45 anos pode ser um indicador de como é que o cérebro e o corpo envelhecem, revela um novo estudo levado a cabo por uma equipa de …

Sporting apresentou participação disciplinar à FPF contra o Alverca

O Sporting participou ao Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) contra a utilização de Luan pelo Alverca no jogo da Taça de Portugal, confirmou à agência Lusa fonte ligada ao processo. Em causa, …

Há um país europeu que está a "importar" padres da Índia

O clero irlandês está a ficar cada vez mais envelhecido e as novas gerações parecem menosprezar a profissão. Por isso, a Igreja procura soluções no exterior. Há dois anos, o padre Francis Xavier Kochuveettil aterrou no …

Fábio Silva fez história na goleada frente ao Coimbrões

Fábio Silva, o jovem avançado do FC Porto, fez este sábado história no jogo frente ao Coimbrões: tornou-se o mais jovem de sempre a marcar pelos dragões. No jogo deste sábado para a Taça da …

Relação com o PS "nunca foi fácil", diz Catarina Martins

O Bloco de Esquerda assumiu este sábado que a relação com o PS “nunca foi fácil” e recusou que a perda de votos e a falta de um acordo de maioria parlamentar possam ser encarados …

Pedro Rodrigues, ex-líder da JSD, quer liderar a bancada do PSD

O antigo líder da JSD Pedro Rodrigues quer liderar a bancada parlamentar do PSD durante a próxima legislatura, avança o Expresso este sábado, dando conta que o deputado eleito por Lisboa já está a recolher …

Boris Johnson pede novo adiamento do Brexit (e reitera que não o quer)

Depois do Dia D que pouco ou nada definiu no Parlamento britânico, o primeiro-ministro Boris Johnson assegurou esta sábado ao presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, que vai fazer um novo pedido de adiamento do …