Judiciária faz buscas no Turismo dos Açores e na SATA

A Associação de Turismo dos Açores (ATA) e a companhia aérea SATA estão a ser alvo de buscas pela Policia Judiciária. Cinco pessoas foram constituídas arguidas.

Segundo a Sábado, a Associação de Turismo dos Açores (ATA) foi o primeiro organismo a ser visitado pela Polícia Judiciária do arquipélago, tendo começado a receber os inspetores na terça-feira. Recaem sobre a ATA suspeitas de fraude na obtenção de subsídios, peculato, participação económica em negócio e falsificação de documentos.

Por sua vez, a companhia aérea SATA foi abordada esta quarta-feira e poderá estar envolvida em casos de fraude, obtenção de subsídios, peculato, participação económica em negócio e falsificação de documentos – casos que podem estar associados à ATA.

De acordo com o Observador, em ambas as situações, a PJ está a ser acompanhada pelo Organismo Europeu Antifraude (OLAF). No centro da investigação destaca-se o presidente do Turismo dos Açores, Francisco Coelho. Segundo as informações que as autoridades já conseguiram reunir, há fortes indícios da existência de um “saco azul” que poderá ter sido utilizado para enriquecimento ilícito e/ou financiamento partidário.

Cinco pessoas já foram constituídas arguidas. Entre elas, “o presidente da instituição em causa e uma responsável de departamento, sua familiar, os quais são suspeitos de, articuladamente e em conluio com outras pessoas, aproveitando-se das funções que exerciam, terem, entre outros factos, atuado ao longo de vários anos à margem das regras relativas à contratação pública, com vantagens pessoais e para terceiros”.

O Turismo dos Açores é um organismo que tem como função promover as ilhas e recebe anualmente do governo regional cerca de três milhões de euros. Desde 2010, tem recebido também mais de 60 milhões de euros em fundos comunitários graças a projetos como o Açores 2020.

Aliás, este último exemplo de financiamento internacional é o que justifica a presença da OLAF na investigação.

À Sábado, a secretária regional do Turismo, Marta Guerreiro, afirmou desconhecer o que está a ser investigado, mas garantiu que “em breve o resultado será entregue no Governo Regional” e tornado público.

A PJ já confirmou a Operação “Nomos”. De acordo com um comunicado oficial, a investigação tem como alvo “uma ‘Pessoa Coletiva de Utilidade Pública’ com responsabilidades na área da divulgação e promoção turística, que foi participada pela Região Autónoma dos Açores” e envolve “fortes suspeitas da prática dos crimes de fraude para a obtenção de subsídio, peculato, falsificação de documentos e participação económica em negócio”.

Foram realizadas “cerca de vinte buscas”, no concelho de Ponta Delgada, a “empresas, residências e viaturas” que “permitiram a apreensão de abundantes elementos com interesse probatório, entre os quais documentação contabilística, faturas, contratos, pagamentos, relatórios de execução de projetos, dados informáticos e correio eletrónico”.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Imigrante do Bangladesh em Itália encontra e devolve carteira com 2 mil euros

Mossan Rasal, um bangladeshiano de 23 anos que vive em Roma, encontrou na rua uma carteira com dois mil euros, documentos de identificação, cartões de crédito, carta de condução. Em vez de retirar o dinheiro e …

Austrália conclui que China foi responsável por ciberataque ao parlamento

A agência de inteligência cibernética da Austrália (ASD) concluiu que a China foi a responsável por um ataque informático, no início deste ano, contra o parlamento nacional. Os serviços de inteligência australianos (Australian Signals Directorate) concluíram …

"A bola apenas bateu no peito". VAR admite erro no penálti do Portimonense-FC Porto

O vídeo-arbitro do encontro entre Portimonense e FC Porto, Vasco Santos, admitiu esta quarta-feira que não existiu razão para assinalar grande penalidade a favor do clube portista. "No momento em que o árbitro apita fiquei com …

Na Índia, usar cigarros eletrónicos já pode dar prisão

O Governo indiano anunciou esta quinta-feira a proibição de cigarros eletrónicos no país, de 1,3 mil milhões de pessoas, numa ação que pretende ser a favor da saúde e contra os vícios. "A decisão foi tomada …

Iñaki Urdangarín pode sair da prisão dois dias por semana

Detido na cadeia de Brieva, Ávila, há 15 meses, Iñaki Urdangarín, cunhado do rei de Espanha, soube esta terça-feira que poderá sair da prisão duas vezes por semana para fazer voluntariado numa instituição que ajuda …

Criança com anemia aplástica grave submetida a transplante inédito em Portugal

Um menino de quatro anos com anemia aplástica grave foi submetido a um transplante com células estaminais de sangue do próprio cordão umbilical, um tratamento inédito em Portugal realizado no Instituto Português de Oncologia (IPO) …

Renováveis baixaram fatura da luz em 2,4 mil milhões na última década

A produção de eletricidade a partir de fontes renováveis permitiu ao sistema elétrico português acumular uma poupança de 2,4 mil milhões de euros ao longo dos últimos 10 anos. Esta é a principal conclusão de um …

Constitucional chumba barrigas de aluguer pela segunda vez

O Tribunal Constitucional chumbou, esta quarta-feira, pela segunda vez, o diploma do Parlamento sobre gestação de substituição, depois de um chumbo no ano passado. O BE apresentou uma proposta em que se previa "que a gestante …

Furacão Humberto ganha força a caminho das Bermudas

O furacão Humberto aumentou de intensidade nas últimas horas e atingiu a categoria 3 a caminho das Bermudas, informou o Centro Nacional de Furacões dos EUA (NHC) nesta quarta-feira. O terceiro furacão da temporada no Atlântico, …

Brasil é o país lusófono com mais refugiados. Já Portugal tem as maiores remessas dos emigrantes

Um relatório das Nações Unidas (ONU) revelou que o Brasil é o país lusófono que acolhe mais refugiados, Portugal é o que recebe mais remessas dos emigrantes e Moçambique teve o maior aumento de estrangeiros …