PJ arresta todos os bens da família Rendeiro (e nem os faqueiros foram poupados)

Luís Miguel Fonseca / Lusa

O ex-banqueiro João Rendeiro no Tribunal de Verulam

O ex-banqueiro João Rendeiro no Tribunal de Verulam

A Polícia Judiciária (PJ) arrestou esta terça-feira todos os bens ainda na posse de Maria de Jesus Rendeiro, a mulher de João Rendeiro.

O arresto tinha sido pedido pelo BPP, mas foi inicialmente recusado pela juíza Tânia Loureiro Gomes, escreve o Expresso.

Maria de Jesus Rendeiro está em prisão domiciliária e está a ser investigada pelo descaminho de, pelo menos, oito quadros que estavam à sua guarda.

A Polícia Judiciária fez buscas em vários locais, nomeadamente na casa onde a esposa de Rendeiro está detida e noutra casa onde os Rendeiros moravam antes da fuga do ex-banqueiro.

Na lista de bens arrestados estão obras de arte, como quadros e esculturas, além de móveis, tapetes e até faqueiros.

A operação foi cumprida por elementos da Unidade Nacional de Combate à Corrupção (UNCC) da Polícia Judiciária, detalha a CNN Portugal.

João Rendeiro está detido na África do Sul desde 11 de dezembro, depois de três meses fugido à Justiça portuguesa, pela qual foi condenada em três processos diferente. Se juntadas todas as sentenças, o ex-presidente do BPP foi condenado a 18 anos de prisão.

Na altura em que o arresto dos bens foi pedido pelo BPP, Maria de Jesus chorou na sala de audiências e não prestou declarações por não estar em “condições psicológicas”.

Segundo fonte judicial, logo após sair do tribunal, terá começado a transferir bens da mansão para um armazém alugado a cinco minutos de casa. O armazém também foi alvo de buscas da Polícia Judiciária.

  Daniel Costa, ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE