A pintura rupestre mais antiga da Austrália é de um canguru. Tem mais de 17 mil anos

(dr) Damien Finch / Pauline Heaney

Investigadores descobriram que a pintura rupestre mais antiga já conhecida da Austrália é uma representação quase em tamanho real de um canguru.

De acordo com o site Live Science, esta pintura rupestre estende-se por quase dois metros (a altura aproximada de um canguru) do teto de um abrigo de pedra localizado na região de Kimberley, na parte norte da Austrália Ocidental.

A principal forma de datar as obras rupestres é através da datação por radiocarbono, o que implica que haja material orgânico na substância usada para criar a pintura, o que muitas vezes não acontece, como é o caso desta obra.

Por isso, os cientistas decidiram usar uma técnica de datação por radiocarbono, que nunca tinha sido usada antes, nesta pintura rupestre australiana, que envolveu analisar os ninhos de vespas que lhe estavam subjacentes e sobrepostos. Graças a ela, a equipa conseguiu determinar que esta obra de arte terá cerca de 17.300 anos, o que faz dela a pintura rupestre mais antiga da Austrália.

Segundo os investigadores, cujo estudo foi publicado esta segunda-feira na revista científica Nature Human Behaviour, esta e outras pinturas da região partilham certas características estilísticas com a primeira arte rupestre da Europa e da Ásia.

Geralmente, as pinturas rupestres de animais são feitas tendo em conta o seu tamanho original, representam a sua anatomia de forma muito semelhante e os contornos são preenchidos apenas parcialmente com linhas esboçadas.

Durante cinco anos, a equipa recorreu a esta técnica pioneira e analisou 27 ninhos associados a 16 pinturas rupestres diferentes da região. Foi assim que descobriram que a grande maioria foi pintada entre 17 mil e 13 mil anos atrás.

Embora seja impossível saber com certeza o que levou os primeiros artistas a criar estas obras de arte, a verdade é que o seu trabalho também é importante para perceber os ecossistemas em que viviam.

Segundo Damien Finch, candidato ao doutoramento da Escola de Ciências da Terra da Universidade de Melbourne e autor principal do estudo, estas pinturas rupestres complementam as evidências científicas que já existem sobre o clima e os níveis do mar, assim como as plantas e os animais daquela época.

“Agora, pela primeira vez, podemos combinar o que vemos nas pinturas com o que sabemos sobre o ambiente que existia naquele tempo, por volta do final da Idade do Gelo”, disse.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Portugal tem o segundo melhor ataque do Euro. E a terceira pior defesa

Fechada a segunda jornada da fase de Grupos do Euro 2020, a seleção nacional tem o segundo melhor ataque da prova, com 5 golos marcados, atrás apenas da Itália. Mas tem também a terceira pior …

Espanha 1-1 Itália | Hino ao desperdício trama La Roja

A Polónia, comandada pelo treinador português Paulo Sousa, empatou hoje a um golo com a Espanha, em Sevilha, em encontro da segunda jornada do Grupo E do Euro2020, mantendo-se ambas sem vitórias. A formação espanhola, que …

Já pode ajudar a NASA a batizar o manequim que vai até à Lua

A agência espacial norte-americana está a pedir ajuda para batizar o "Moonikin", o manequim que vai a bordo da nave Orion, durante a missão lunar Artemis I, ainda este ano. Quando a nave espacial Orion, da …

Portugal em Europeus: as últimas três derrotas foram (todas) contra a Alemanha

Em 90 minutos, Portugal não era derrotado numa fase final de um Europeu desde a estreia no Europeu 2012. Recorde as seleções que bateram Portugal, até agora. "Já não posso ver os franceses à frente". Esta …

Spotify lança Greenroom (e abre concorrência ao Clubhouse)

O Spotify lançou na quarta-feira, dia 16 de junho, uma app de conversas por áudio em direto chamada Greenroom, uma resposta do gigante sueco de streaming de música à popular plataforma Clubhouse. O Greenroom permite que …

"Médicos de árvores" em Singapura ajudam a preservar os seus pacientes gigantes

Arboristas como Eric Ong são responsáveis pelo bem-estar das milhares de árvores em Singapura. O seu trabalho é essencial para a preservação da natureza. A Singapura é uma cidade-estado insular situada ao sul da Malásia, com …

Novo primeiro-ministro de Israel dá 14 dias a Netanyahu para deixar residência oficial

O novo primeiro-ministro de Israel, Naftali Benet, deu duas semanas ao antecessor Benjamin Netanyahu para abandonar a residência oficial do chefe de Governo, em Jerusalém, segundo adianta hoje a imprensa local. Benet terá enviado na sexta-feira …

Ponte inca com mais de 500 anos é reconstruída após cair durante a pandemia

Peruanos da comunidade Huinchiri, localizada na região de Cusco, estão a reconstruir uma ponte inca com 500 anos. Esta foi feita a partir de técnicas tradicionais de tecelagem para criar uma passagem sob o Rio …

Portugal 2-4 Alemanha | Reality check ao plano do engenheiro

A seleção portuguesa de futebol, campeã em título, caiu hoje para o terceiro lugar do Grupo F do Euro2020, ao perder por 4-2 com a Alemanha, em encontro da segunda jornada, disputado no Allianz Arena, …

Pandemia mostrou “falta de proteção das mulheres”

A pandemia de covid-19 mostrou “a vulnerabilidade e a falta de proteção das mulheres e quão pouco as sociedades se preocupam realmente em proteger elementos-chave em matéria de segurança”, considera Edit Schlaffer, diretora-executiva da Women …