/

Pinto da Costa vai apresentar recandidatura à presidência do FC Porto

3

fcporto / Instagram

O presidente do FC Porto, Jorge Nuno Pinto da Costa

Pinto da Costa deverá apresentar a recandidatura à presidência do FC Porto até ao fim deste mês. O dirigente “azul e branco” está no cargo desde 1982.

Jorge Nuno Pinto da Costa é um nome icónico da história do FC Porto e foi sobre sua alçada que o clube conquistou dezenas de títulos. Apesar do seu mandato presidencial só terminar em abril de 2020, o presidente portista já terá decidido que se vai recandidatar.

A notícia avançada esta sexta-feira pelo jornal Record dá conta que, até ao final deste mês, Pinto da Costa deverá apresentar formalmente a sua recandidatura à presidência do FC Porto. No cargo desde 1982, o atual presidente dos “dragões” não parece querer largar mão da gestão do clube, pelo menos durante mais quatro anos, até 2024.

As eleições estão agendadas para abril de 2020 e, conforme ditam os estatutos do clube, dois meses antes terão de ser apresentados os nomes dos três presidentes (direção, assembleia geral e conselho fiscal) das listas concorrentes.

Como bandeira da sua recandidatura, Pinto da Costa pretende construir a academia do clube, ao estilo de Alcochete e do Seixal. O presidente de 81 anos foi responsável pela construção do centro de treinos do Olival e do Museu FC Porto.

Além disso, como é óbvio, pretende manter a competitividade das suas equipas, tanto no futebol, como nas outras modalidades. O FC Porto apostou recentemente no voleibol feminino, começando a competir já na época que se segue.

O Record realça ainda que a sua eventual candidatura já reúne o apoio de várias personagens do universo portista, nomeadamente o presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira.

André Villas-Boas, atual treinador do Marselha, também falou do seu sonho em um dia tornar-se presidente do Porto. “Tenho grandes ideias para o meu clube, o FC Porto. Tenho o pequeno sonho de vir a ser presidente do meu clube. Nasci adepto do FC Porto por influência da minha família”, disse, em entrevista à RMC Sport.

As suas declarações entoaram alto entre os adeptos portistas, mas o treinador só deverá apresentar candidatura quando Pinto da Costa sair do cargo. O técnico português garantiu que vai deixar de treinar aos 45 anos, altura na qual deverá acabar o novo mandato de Pinto da Costa, caso este seja reeleito.

  ZAP //

3 Comments

  1. O homem vai fazer 82 anos! Que dizer? Serão os mais de 500 mil euros por época que o motivam a continuar? Será um problema identitário, uma vez que Jorge Nuno Pinto da Costa e Presidente do FC Porto se confundem? Será o cargo uma salvaguarda contra a ação da justiça, como ditam as más línguas? Por aquilo que Pinto da Costa fez pelo FC Porto merecia o cargo de presidente honorário e respeito eterno dos sócios e adeptos do clube. Contudo, o FC Porto tem de renovar o seu quadro dirigente, sob pena, de um destes dias padecer de um qualquer trauma de orfandade e consequente desorientação estratégica que, segundo alguns, já terá começado há alguns anos. Cada mandato que prolonga Pinto da Costa na presidência é uma oportunidade perdida para a necessária renovação e revitalização do clube. Seja como for, tantos anos à frente de um clube é obra!

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.