“Pés de café” ajudam robôs a andar mais rápido (e sem tropeçar)

Uma das principais aplicações para robôs com pernas é a exploração de locais de desastre. No entanto, para atravessar os escombros, estas máquinas precisam de ter “pés” firmes.

Uma equipa de investigadores da Universidade da Califórnia, em San Diego, desenvolveu novos “pés” para robôs com pernas. Segundo o New Atlas, cada pé consiste numa esfera de látex flexível, cheia de grãos de café, e uma estrutura de suporte interna inspirada na raiz das plantas.

Quando se movem pelo ar, os pés dos robôs permanecem macios. No entanto, assim que encontram o solo, enrijecem em conformidade com os contornos irregulares da superfície em questão. Isto acontece graças a um fenómeno conhecido como “obstrução granular“, no qual os grãos de café ficam temporariamente fixos quando colocados sob pressão.

Como consequência, cada pé consegue atingir uma aderência rígida e personalizada contra terrenos irregulares. Este fenómeno pode acontecer passivamente, à medida que o peso do robô congestiona os grãos, ou ativamente, com a ajuda de uma bomba de vácuo que os congestiona.

Em testes laboratoriais, os cientistas equiparam um robô hexápode com estes novos pés e observaram que conseguiu mover-se 40% mais rapidamente sobre lascas de madeira ou pedras, do que quando era equipado com pés rígidos e regulares. A equipa explicou que os “pés de café” reduziram 62% a profundidade em que os apêndices afundavam nos chips e reduziram em 98% a força necessária para os retirar.

Os investigadores querem agora adicionar sensores na parte inferior dos pés, para verificar as características do solo antes que os pés toquem o chão. Os cientistas vão apresentar as suas descobertas na conferência RoboSoft, que decorre virtualmente entre 15 de maio e 15 de julho.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

As águas profundas provocam terramotos e tsunamis (e já se sabe como)

Uma nova investigação vincula diretamente o ciclo da água na Terra com a produtividade magmática e a atividade sísmica. A água (H2O) e outros elementos voláteis (como o CO2 e o enxofre) que circulam nas profundezas …

Cidade japonesa acaba de proibir a utilização de telemóveis enquanto se caminha

A cidade japonesa de Yamato acaba de aprovar uma proposta de lei que proíbe as pessoas de utilizarem telemóveis enquanto caminham. A cidade, localizada num subúrbio de Tóquio, entende que os telemóveis são um risco …

MIT apagou base de dados popular que ensinou IA a ser racista e sexista

O Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), nos Estados Unidos, viu-se obrigado apagar uma base de dados de treinamento de Inteligência Artifical (IA) depois de esta ensinar vários algoritmos a usar insultos racistas e sexistas. …

Escola Básica e fábrica de Paços de Ferreira encerradas, com nove casos positivos

A Escola Básica n.º 2 e a Fábrica de Lacados Abrelac, em Paços de Ferreira, Porto, foram encerradas após diagnosticados nove casos de covid-19 para “prevenção” e para “interromper as cadeias de transmissão”, disseram hoje …

Mais nove mortes e 328 casos confirmados em Portugal

Portugal regista hoje mais nove óbitos por covid-19, em relação a sábado, e mais 328 casos de infeção confirmados, dos quais 254 na região de Lisboa e Vale do Tejo, segundo os dados da Direção-Geral …

Cientistas criam miniatura de ondas de choque de supernovas (e quase desvendam um mistério)

Esta versão em miniatura das ondas de choque das supernovas pode ter ajudado os cientistas a chegar muito perto da resolução de um antigo mistério cósmico. Uma equipa de investigadores do Departamento de Energia do Centro …

Na Indonésia, são os recém-licenciados quem mais vai sofrer com o impacto económico da covid-19

A covid-19 continua a desacelerar a economia na Indonésia e pode causar graves impactos nos recém-licenciados que entram no mercado de trabalho pela primeira vez. Na Indonésia, o crescimento económico diminuiu para 2,97% durante o primeiro …

Mudanças climáticas ameaçam 60% das espécies de peixes do mundo

Uma nova investigação levada a cabo por cientistas do Instituto Alfred Wegener, na Alemanha, sugere que as mudanças climáticas podem destruir mais espécies de peixes do que se pensavam anteriormente. Se as temperaturas globais subirem …

Engenheiros desenvolvem célula de combustível duas vezes mais eficiente do que a de hidrogénio

Uma equipa de engenheiros da Universidade de Washington, nos Estados Unidos, desenvolveu um novo processo para uma célula de combustível que funciona com o dobro da tensão das células a combustível tradicionais de hidrogénio. O novo …

Preços das bebidas concertados durante anos. Seis supermercados sob suspeita de cartel

Seis grupos de distribuição alimentar e dois fornecedores de sumos, vinhos e outras bebidas, foram acusados pela Autoridade da Concorrência de concertarem preços durante vários anos em prejuízo do consumidor. "Após investigação, a Autoridade da Concorrência, …