Perda de peso pode reverter diabetes tipo 2

Segundo um estudo recente, um terço das pessoas que seguiram uma dieta baixa em calorias para perder quantidades substanciais de peso reverteram a diabetes tipo 2.

À medida que a epidemia da obesidade assola todo o mundo, o número de pessoas com diabetes tipo 2 cresce substancialmente. Mas há esperança: um estudo recente mostra que esta condição não é uma sentença de prisão perpétua, segundo o The Guardian.

O estudo, publicado na The Lancet: Diabetes & Endocrinology, aponta que seguir uma dieta baixa em calorias pode reverter quadros de diabetes tipo 2. A mudança alimentar conseguiu reverter a doença em 46% dos participantes do estudo no primeiro ano após o início da investigação. Além disso, 64% dos indivíduos que perderam mais de 10 quilos mantiveram os resultados de reversão dois anos depois do fim da pesquisa.

“Agora entendemos a natureza biológica desta condição reversível. No entanto, os doentes em remissão precisam de saber que a diabetes tipo 2 pode retornar se recuperarem o peso perdido”, adiantou Roy Taylor, da Universidade de Newcastle, no Reino Unido.

O estudo envolveu 300 pessoas, com idades compreendidas entre os 20 e os 65 anos, diagnosticadas com diabetes tipo 2 e índice de massa corporal (IMC) entre os 27 e os 45 quilos por metro quadrado (kg/m2).

Segundo o The Guardian, os participantes foram divididos em dois grupos: o primeiro recebeu o tratamento padrão e o segundo participou num programa de controlo de preso, no qual tinham de seguir uma dieta líquida com uma duração de 12 a 20 semanas.

Este tipo de dieta consiste em ingerir refeições de baixo teor calórico, geralmente líquidas. A ingestão diária não deveria ultrapassar as 850 calorias diárias, distribuídas em quatro refeições ao longo do dia.

Mesmo depois do fim da dieta líquida, os investigadores continuaram a acompanhar os participantes nos dois anos que se seguiram, e notaram o reflexo da perda de peso no que diz respeito à diabetes tipo 2: um ano depois, 46% dos participantes reverteram o quadro diabético.

Como esperado, entre o primeiro e o segundo ano, os participantes recuperaram algum peso. No entanto, 64% dos indivíduos que perderam mais de 10 quilos mantiveram os resultados de reversão dois anos depois do fim da pesquisa.

Mike Lean, da Universidade de Glasgow,afirmou que a principal prioridade da comunidade científica (e dos próprios doentes) era esclarecer se a diabetes tipo 2 podia ser revertida ou curada.

“Com base neste estudo, podemos agora dizer que sim. Devemos preocupar-nos em ajudar os pacientes a manter a perda de peso e, assim, permanecer em remissão toda a vida”, rematou o investigador.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Estes médicos andam um pouco atrasadinhos nas suas “descobertas”… Sim, já sei há muito tempo que se pode reverter a diabetes, com exercício, e sim, com mudança radical de alimentação, nomeadamente cortar completamente com TODOS os açúcares refinados, grande redução de hidratos de carbono, mais verduras, menos fritos. Isto é bom para tudo, não só para a diabetes 🙂
    Não é só emagrecer meus caros, também têm que dizer às pessoas o que podem ou não comer e o exercício é tão importante quanto todo o resto. É o exercício aliado à mudança de alimentação que vai alterar o metabolismo.
    Isto não é nenhuma novidade na medicina “alternativa”, vemos que aos poucos, a convencional vai seguindo os seus passos.
    Nunca se esqueçam, o açúcar é um dos nossos piores inimigos, é a principal causa de muitos dos problemas da sociedade moderna, aliado a uma dieta rica em omegas 6, sem a 3 para equilibrar…

RESPONDER

Se quer um coração saudável, desligue a televisão e tome um bom pequeno-almoço

É conhecida como a refeição mais importante do dia e não é por acaso. Os hábitos de vida que seguimos diariamente têm um impacto direto na nossa saúde vascular. Numa investigação recentemente apresentada na reunião anual …

Determinada temperatura das bebidas que aumenta risco de cancro

Cientistas da Universidade de Ciências Médicas de Teerão publicaram novas provas sobre a relação entre o consumo de bebidas quentes e o cancro do esófago. De acordo com o estudo publicado na revista International Journal of …

Descobertos 83 buracos negros supermassivos no Universo inicial

Astrónomos do Japão, de Taiwan e dos EUA descobriram 83 quasares alimentados por buracos negros supermassivos no universo distante, numa época em que o Universo tinha menos de 10% da sua idade atual. "É notável que …

Joy Milne consegue cheirar a doença de Parkinson antes de ser diagnosticada

Atualmente, não existe nenhum teste diagnóstico definitivo para o Parkinson, mas isso pode mudar graças a Joy Milne, uma mulher que consegue detetar a doença antes que os sintomas apareçam. Parece demasiado bizarro para ser verdade, …

Filho de José Eduardo dos Santos libertado da prisão. Estava preso desde setembro de 2018

O antigo presidente do Fundo Soberano de Angola, José Filomeno dos Santos, que se encontrava em prisão preventiva desde 24 de setembro de 2018, encontra-se já em liberdade, disse hoje à agência Lusa fonte oficial. A …

Naufrágio no Nilo é a primeira prova de que Heródoto não estava a mentir sobre os barcos egípcios

Um navio naufragado encontrado no rio Nilo pode ter permanecido inalterado durante mais de 2.500 anos. Agora, está finalmente a revelar os seus segredos: cientistas pensam que este navio revelou uma estrutura cuja existência tem …

A gravidade influencia a maneira como tomamos decisões

Todo e qualquer organismo vivo na Terra evoluiu a longo de milhares de anos sob um campo gravitacional constante, com a gravidade desempenhando um papel fundamental no comportamento e na cognição humana. Um estudo recente publicado …

"Atentado" na Disneyland Paris era apenas uma avaria nas escadas rolantes

Por volta das 21h00 em Paris, produziu-se um movimento de pânico na Disney Village, no parque de diversões francês da Disney. Rapidamente se multiplicaram mensagens sobre um "atentado". Ao jornal belga DH, uma fonte afirmou que …

Cientistas alargam limites físicos do grafeno

Até onde vão os limites físicos do grafeno? Uma equipa de cientistas do Laboratório Ibérico Internacional de Nanotecnologia (INL), em Braga, respondeu a esta questão e desafiou-os. Uma equipa de investigadores dos Departamentos de Materiais Quânticos …

Ilusionista britânico diz que vai travar o Brexit com o poder da mente

Uri Geller é um ilusionista israelista, com nacionalidade britânica, que se tornou famoso nos anos 1970 em programas de televisão em que realizava demonstrações dos seus alegados poderes paranormais. Agora, Geller deixa um aviso a Theresa …