Pequenos investidores da PT podem ter que pagar prejuízos da Oi

Mário Cruz / Lusa

As acções da Pharol (antiga Portugal Telecom) e da Portugal Telecom Internacional Finance foram suspensas esta terça-feira depois do pedido de recuperação judicial apresentado pela Oi, com o intuito de evitar a falência. A crise da Oi deverá chegar aos pequenos investidores da PT.

Os detentores de acções da PT, especialmente os que investiram em dívida da antiga PT, em 2012, poderão acabar por perder parte do seu investimento, no âmbito deste processo de recuperação judicial da Oi.

Os valores da dívida da antiga PT adquiridos por pequenos investidores ronda os cerca de 230 milhões de euros, com a promessa de pagamento de 6,25% de juro, conforme dados avançados pela Renascença.

O corrector Pedro Lino, da DIF Brookers, afirmou à RR que estes investidores poderão ter que vir a pagar parte dos prejuízos da Oi.

Este cenário que leva o jornalista André Veríssimo, em editorial no Jornal de Negócios, a comparar a situação PT/Oi ao caso dos lesados do BES.

“Depois de BPP, BPN, BES e Banif, há mais uma sigla empresarial a caminho de engrossar o rol de lesados”, salienta o jornalista do Negócios, referindo-se à situação da Oi, que afirma estar “numa situação insustentável” com “uma dívida financeira equivalente a 13 mil milhões de euros“.

A Pharol, antiga PT SGPS, é detentora de cerca de 27% da operadora de telecomunicações brasileira Oi que, em 2015, vendeu a PT Portugal à francesa Altice.

Acções da Pharol e da PT Finance suspensas

A Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) anunciou nesta terça-feira a suspensão da negociação das acções da Pharol e da emissão de “Obrigações PT Taxa Fixa 2012/2016”.

Em comunicado, a CMVM adianta que os valores mobiliários da Pharol e da Portugal Telecom Internacional Finance ficam suspensos até à divulgação de informação relevante relativa ao pedido de recuperação judicial das empresas Oi.

As acções da Pharol terminaram na segunda-feira a 0,128 euros, a baixarem 4,47% face à sessão anterior, depois de terem caído até ao mínimo de 0,122 euros em 24 de Maio.

A Oi entrou, esta segunda-feira, com um pedido de recuperação judicial na comarca da capital do estado do Rio de Janeiro para tentar manter a continuidade do negócio, segundo um comunicado da firma.

O “pedido de recuperação foi ajuizado em razão dos obstáculos enfrentados pela administração da empresa para encontrar uma alternativa viável junto aos seus credores”, refere a Oi no comunicado.

“O total dos créditos com pessoas não controlados pela Oi listados nos documentos protocolados com o pedido de recuperação judicial soma, nesta data, aproximadamente 65,4 mil milhões de reais (17 mil milhões de euros)”, salienta a empresa que, desta forma, tenta evitar a falência.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Ao que a PT chegou!…
    Tantos problemas com a golden share e, mal os tubarões privados lhe puseram a mão livremente, foi o que se viu!…

RESPONDER

André Ventura - Chega

Autárquicas serão "início do fim do reinado" de Costa. Em Moura, Ventura é apelidado de "fascista"

Esta sexta-feira à noite, em Moura, um grupo de pessoas juntou-se perto do comício de André Ventura, em protesto, apelidando o líder do Chega de "fascista". O líder do Chega, André Ventura, apresentava esta sexta-feira os …

Incêndios na Turquia chegam a zonas turísticas. Há suspeitas de mão criminosa

Os devastadores incêndios que se estão a fazer sentir na zona sul da costa da Turquia já fizeram pelo menos quatro mortes. Depois das ondas de calor mortais nas Américas, inundações na Europa e China e …

Sonae vende 24,99% da empresa que detém o Continente por 528 milhões de euros

O grupo Sonae acordou vender uma participação de 24,99% na Sonae MC, a proprietária dos supermercados Continente, por 528 milhões de euros, informou em comunicado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM). A alienação de …

Supertaça. Sporting e Sp. Braga defrontam-se 39 anos depois (e adeptos regressam aos estádios)

Sporting e Sp. Braga lutam este sábado pelo primeiro título da época (e os adeptos já vão estar na bancada). O encontro da 43.ª edição da supertaça Cândido de Oliveira está marcado para este sábado, …

Vacinação de crianças divide peritos. Mas sem a inoculação dos mais novos a imunidade pode não chegar

Na sexta-feira, a Direção-Geral de Saúde anunciou que recomenda que a vacinação contra a covid-19 de jovens dos 12 aos 15 anos com comorbilidades. No entanto, o tema está a gerar controvérsia e divide opiniões …

Governo com margem política para abdicar de 15% do Novo Banco

Em 2022, o Governo tem margem política para abdicar do direito de entrar como acionista no Novo Banco (NB), inicial­mente com uma participação de mais de 2%, mas que pode subir a 15%. Para já, nem …

Tóquio2020. Biles renuncia também às finais de salto e barras assimétricas

A ginasta norte-americana Simone Biles, que renunciou à final do concurso geral individual dos Jogos Olímpicos Tóquio2020, também não vai participar das finais de domingo de salto e barras assimétricas, informou esta sexta-feira a Federação …

Governo não pediu parecer à CNPD sobre as "bodycams" em polícias. Método vai "aumentar a transparência"

A proposta da nova lei da videovigilância, que vai permitir que os polícias passem a usar câmaras nos uniformes, já foi aprovada em Conselho de Ministros, mas ainda não chegou ao Parlamento. Também não foi …

Marcelo reuniu com Lula, mas não revela o teor da conversa. Presidente diz que visita é apenas de cariz cultural

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse sexta-feira à chegada a São Paulo que a cultura tem um "papel fundamental" na convergência entre Portugal e o Brasil, rejeitando que a agenda alargada de …

PSP abre processos disciplinares por uso indevido de farda em manifestação

A PSP abriu processos disciplinares, por uso indevido e incorreto do uniforme, a agentes que participaram em 21 de junho, em Lisboa, numa manifestação organizada pelo Movimento Zero, confirmou esta sexta-feira à Lusa o porta-voz, …