Pena de prisão entre 6 meses e 2 anos para quem matar animais de companhia

Entrou em vigor, esta quarta-feira, o novo regime sancionatório aplicável aos crimes contra animais de companhia.

De acordo com o semanário Expresso, esta é a terceira alteração à lei de 2014 que condena os maus-tratos a animais de companhia (cães, gatos e furões, entre outros que se enquadrem nesta categoria).

Agora, quem matar um animal “sem motivo legítimo” arrisca uma pena de prisão entre seis meses e dois anos ou uma pena de multa entre 60 a 240 dias.

A nova lei também agrava em um terço as penas, ou seja, entre os nove meses e dois anos e oito meses de prisão, segundo o Correio da Manhã, se a morte do animal estiver envolvida “em circunstâncias de especial censurabilidade ou perversidade”.

As penas para quem “infligir dor, sofrimento ou quaisquer outros maus-tratos físicos” mantêm-se entre os seis meses a um ano de prisão ou multa de 60 a 120 dias, podendo duplicar a pena máxima em caso de morte ou “especial censurabilidade ou perversidade”.

Segundo o CM, os animais de rua ou abandonados também passam a estar abrangidos pela lei, que estabelece um maior período de proibição de detenção de animais de companhia para quem os maltrate ou mate, passando de cinco para seis anos.

Os valores das multas aplicadas também têm um novo destino, sendo que parte passa a reverter para instituições privadas e associações zoófilas que acolham animais.

As alterações legislativas resultam de propostas apresentadas pelo PAN e pelo BE. Como os animais de pecuária, nomeadamente os cavalos, continuam fora desta legislação, o PAN está a preparar um novo diploma neste sentido, adianta o Expresso.

ZAP ZAP //

 

PARTILHAR

RESPONDER

Russos acusados de explosão na República Checa são suspeitos de envenenar Skripal

Os dois suspeitos russos, envolvidos na explosão que matou duas pessoas em 2014 na República Checa, têm os mesmos passaportes que os dois homens acusados de envenenar, com o agente nervoso novichok, o espião Sergei …

Numa cidade na Nova Zelândia, a Páscoa resume-se a exterminar coelhos

Em Alexandra, na região de Otago, os coelhos são considerados pragas, uma espécie que ameaça a biodiversidade do país e a agricultura. Elle Hunt, correspondente do The Guardian em Auckland, na Nova Zelândia, escreveu um artigo …

Reavaliação de barragens da EDP ficou por fazer, depois de Governo ter recuado na decisão

No início do ano passado, o ministério do Ambiente considerou ser necessário reavaliar as barragens da EDP, mas a Agência Portuguesa do Ambiente (APA) e a Parpública disseram não ter competências para fazer a avaliação …

Portugal bateu recorde de vacinação no sábado. Foram administradas 120 mil vacinas

Este sábado, Portugal registou um recorde diário de pessoas vacinadas contra a covid-19. No total, foram administradas 120 mil doses da vacina. De acordo com os números avançados pela task force responsável pelo plano de vacinação, …

Os milionários estão a fugir de Nova Iorque

A cidade de Nova Iorque está a preparar-se para enfrentar para um êxodo dos seus residentes mais ricos após as autoridades terem aprovado um orçamento que fará com que paguem a maior taxa de impostos …

Costa recusa responder a Sócrates. Carlos César reafirma "tristeza" e "raiva"

O primeiro-ministro António Costa recusou responder às críticas feitas por José Sócrates. Carlos César, presidente do PS, reafirma o que disse em 2018. Este sábado, António Costa recusou responder às críticas feitas por José Sócrates e …

Cientistas sugerem que os gorilas não batem no peito apenas para se exibir

Os cientistas sugerem que o ato de bater no peito permite aos gorilas machos sinalizar o seu tamanho e assim evitar brigas desnecessárias. De acordo com o jornal The Guardian, cientistas que estudam gorilas-das-montanhas (Gorilla beringei …

Médicos alertam que Navalny pode sofrer paragem cardíaca "a qualquer momento"

Alexei Navalny está cada vez mais em risco de insuficiência renal. Médicos próximos do opositor russo alertam que pode sofrer uma paragem cardíaca "a qualquer momento". Médicos próximos do opositor russo Alexei Navalny, detido e em …

Perto de sequenciar 1 milhão de genomas, cientistas querem desvendar segredos genéticos

O projeto All of Us está a recolher informações genéticas, registos médicos e hábitos de saúde de mais de um milhão de pessoas. Os dados podem ser usados para desvendar segredos genéticos. O primeiro esboço do …

"Besta dos cinco dentes". Descoberta nova espécie de mamífero na Patagónia

Paleontólogos descobriram uma nova espécie de mamífero, com dentes peculiares, que viveu na Patagónia durante o período Cretáceo. De acordo com a agência Europa Press, os fósseis foram encontrados em Cerro Guido, na província chilena de …